Criar uma grelha analítica utilizando o Designer de Dashboards

Poderá utilizar o Designer de Dashboards do PerformancePoint para criar dashboards que contenham vários tipos de relatórios, incluindo grelhas analíticas. Uma grelha analítica é uma tabela interactiva que utiliza dados que se encontram armazenados no SQL Server 2005 Analysis Services.

Uma grelha analítica pode ser semelhante ao seguinte:

Exemplo de grelha analítica.

Normalmente, as grelhas analíticas são criadas para os dashboards fornecerem aos consumidores do dashboard uma forma fácil de ver e explorar dados. Os consumidores do dashboard podem expandir ou fechar linhas, fazer duplo clique nos itens de linha para ver o nível seguinte dos detalhes e clicar com o botão direito do rato nas células para ver todas as transacções individuais de determinado valor.

MostrarExemplo: Grelha analítica no gestor de vendas do dashboard

Suponha que cria dashboards que contêm relatórios para um gestor de vendas e que cria um relatório básico que mostra montantes de vendas por região relativos ao ano anterior. No dashboard, o gestor de vendas pode ver esses montantes de vendas de relance.

Se o gestor de vendas pretender ver os montantes de vendas por mês (em vez de por ano), poderá clicar na coluna de ano na grelha para aprofundar o nível de detalhe para o nível seguinte de detalhe e apresentar montantes de vendas de cada mês. Se o gestor de vendas também pretender ver os montantes de vendas para as divisões nas regiões geográficas, poderá clicar numa região individual e ver os montantes de vendas para essas divisões por mês.

O que pretende fazer?


Obter mais informações sobre grelhas analíticas

As grelhas analíticas são representações dinâmicas e visuais de dados de desempenho que podem ser apresentadas como tabelas interactivas. As grelhas analíticas permanecem ligadas aos dados, o que significa que o conteúdo está sempre actualizado.

As grelhas analíticas recolhem informações a partir dos dados que foram organizados em cubos nos Analysis Services. Estes cubos são constituídos por dimensões, medidas e conjuntos nomeados, que se encontram definidos na seguinte tabela.

Item Descrição
Dimensão Uma dimensão é uma forma hierárquica e estruturada de organizar dados. Por exemplo, uma dimensão Produtos pode ter hierarquias tais como Produtos > Categorias de Produtos > Nomes de Produtos e uma dimensão Data pode ter Ano > Semana > Dia.
Medida Uma medida é um membro do cubo que associa um valor numérico a um ou mais membros de dimensões. Por exemplo, algumas medidas incluem Montantes de Vendas, Lucro Bruto e Margem de Lucro Bruta.
Conjuntos Nomeados

Um conjunto nomeado é uma colecção de um ou mais membros da dimensão que foram definidas na base de dados. Por exemplo, Produtos Principais é um conjunto nomeado comum. Contém um subconjunto de todos os membros na dimensão Produtos.

 Nota   Se utilizar conjuntos nomeados, poderá poupar tempo e esforços na criação de grelhas analíticas.

Consoante a forma como configurou a grelha analítica, os consumidores do dashboard podem utilizar a grelha analítica para efectuar o seguinte:

  • Aprofundar o nível de detalhe ou generalizar para ver níveis de detalhe inferiores ou superiores
  • Colocar as linhas por ordem ascendente ou descendente
  • Filtrar as linhas ou colunas vazias, isolar um item ou remover um item da vista de relatório.
  • Mover a grelha ou alterar a grelha para um gráfico analítico
  • Utilizar Acções Adicionais, que são definidas no cubo do Analysis Services.
  • Mostrar ou ocultar informações incluídas no gráfico. Poderá pretender ocultar determinadas medidas ou informações gerais, por exemplo,
  • Trabalhar com páginas de dados de grelhas (útil quando uma consulta devolve um grande conjunto de resultados)

Estas actividades são em grande medida acidentais na forma como os cubos de dados são configurados nos Analysis Services. Por exemplo, se não forem definidas Acções nos Analysis Services, a opção Acções Adicionaisnão está disponível para a grelha analítica. Para obter mais informações sobre os Analysis Services, consulte Analysis Services no Microsoft TechNet.

Início da Página Início da Página

Criar uma grelha analítica

 Importante   Antes de começar a criar a grelha analítica, certifique-se de que a origem de dados que pretende utilizar foi publicada no Servidor de Monitorização do PerformancePoint. Para verificar se a origem de dados está disponível, no Designer de Dashboards, clique no separador Base e clique em Actualizar. No Browser do Espaço de Trabalho, clique em Origens de Dados. No painel central da área de trabalho, reveja a lista de origens de dados nos separadores Servidor e Espaço de Trabalho. Verifique se a origem de dados que pretende utilizar está disponível. Se não for listada, poderá ter de criar uma origem de dados.

Quando cria uma grelha analítica, fá-lo em duas fases. Na Fase I, cria a estrutura básica do relatório. Na Fase II, configura o relatório para apresentar dados.

Fase I: Criar a estrutura básica do relatório

  1. No Designer de Dashboards, clique no separador Criar e clique em Grelha Analítica. É aberto o assistente Criar um Relatório de Grelha Analítica.
  2. Na caixa Nome, escreva o nome do relatório. Para especificar onde pretende armazenar o relatório no Servidor de Monitorização, clique em Seleccionar Pasta de Apresentação e seleccione ou crie uma pasta. Clique em Seguinte.
  3. Na página Seleccionar uma Origem de Dados, seleccione a origem de dados do Analysis Services que pretende utilizar. Se a origem de dados listada não for apresentada, clique em Actualizar para actualizar a lista. Se não conseguir localizar a origem de dados, clique em Alternar Vista para ver as origens de dados disponíveis ordenadas pela respectiva estrutura de pastas. Clique em Concluir.

 Nota   As grelhas analíticas utilizam os dados armazenados no SQL Server 2005 Analysis Services. Se não tiver disponível esse tipo de origem dados, clique em Cancelar para sair do assistente sem criar um relatório. Crie a origem de dados, publique-a no Servidor de Monitorização e crie o relatório. Para saber como criar uma origem de dados, consulte Criar uma origem de dados.

  1. No ecrã Confirmação, reveja as informações no painel Detalhes para verificar se o relatório foi criado com êxito. Em seguida, clique em Fechar para fechar o assistente.
  2. Clique no separador Base e clique em Publicar Item para guardar as alterações no Servidor de Monitorização. Avance para a Fase II: Configurar o relatório para apresentar dados.

Fase II: Configurar o relatório para apresentar dados

Antes de começar, certifique-se de que criou a estrutura básica do relatório.

  1. No painel central da área de trabalho, clique no separador Estrutura.

 Nota   Consoante a versão do Designer de Dashboards que está a utilizar, poderá existir um separador Editor em vez do separador Estrutura.

  1. No painel Detalhes, expanda Medidas, Dimensões ou Conjuntos Nomeados para apresentar a lista de itens disponíveis em cada categoria. Arraste um item para a secção Linhas, Colunas ou Fundo. Repita para cada item que pretenda apresentar na grelha. Tenha em mente os seguintes aspectos à medida que adiciona itens ao relatório:
    • A secção Linhas corresponde às linhas horizontais da grelha e a secção Colunas corresponde às colunas verticais.
    • Os itens colocados na secção Fundo funcionam como filtros ocultos para a grelha analítica.
    • Para apresentar dados na grelha analítica, tem de colocar pelo menos um item em cada secção Linhas e Colunas. Pode colocar um conjunto nomeado numa secção e uma medida noutra secção. Ou pode colocar uma dimensão numa secção e uma medida noutra.
    • Não é possível combinar uma medida e um membro de dimensão na mesma secção.
  2. Para cada dimensão na grelha, pode seleccionar os membros de dimensão que pretende apresentar. Para tal, utilize o seguinte procedimento:
  1. Clique com o botão direito numa dimensão e clique em Seleccionar Membros. É aberta a caixa de diálogo Seleccionar Membros.
  2. Utilize o controlo de árvore expansível para ver a lista de membros de dimensão. Seleccione os itens que pretende apresentar na grelha analítica e clique em OK. A caixa de diálogo Seleccionar Membros é fechada e a grelha analítica é actualizada para apresentar os membros seleccionados.
  1. Clique no separador Base e clique em Publicar Item para guardar a grelha analítica no Servidor de Monitorização. Em seguida, poderá adicioná-la a um dashboard.

 Nota   Se criar uma grelha analítica utilizando uma consulta MDX, os botões associados à navegação na consulta estão ocultos no dashboard implementado. Os utilizadores não conseguem ver nem utilizar os comandos da barra de ferramentas para filtrar Linhas Vazias ou Colunas Vazias. No entanto, quando cria os gráficos ou grelhas utilizando o separador Estrutura no Designer de Dashboards, esses comandos da barra de ferramentas estão disponíveis. Consulte Acerca da utilização do MDX no Designer de Dashboards para obter mais informações sobre como utilizar consultas MDX.