Acerca de como proteger a privacidade bloqueando transferências automáticas de imagens

As mensagens no formato HTML incluem, muitas vezes, imagens ou sons. Por vezes, estas imagens ou sons não estão incluídos na própria mensagem, são antes transferidos de um servidor Web quando a mensagem de correio electrónico é aberta ou pré-visualizada. Isto é normalmente efectuado por remetentes legítimos para evitar enviar mensagens muito grandes. No entanto, os remetentes de publicidade não solicitada utilizaram esta capacidade em seu próprio benefício para incluir algo chamado de Web beacon (sinalizador da Web) nestas mensagens. Um sinalizador da Web notifica o servidor Web quando lê ou pré-visualiza a mensagem, validando o endereço de correio electrónico e fazendo, muitas vezes, com que receba mais mensagens com publicidade não solicitada.

Para ajudar a proteger a privacidade e combater sinalizadores da Web, o Microsoft Office Outlook 2003 está configurado por predefinição para não transferir imagens automaticamente nem outro conteúdo da Internet quando visualiza uma mensagem no Outlook. Se uma mensagem de correio electrónico tentar ligar sem se anunciar a um servidor Web na Internet, o Outlook bloqueia essa ligação até decidir visualizar o conteúdo. No entanto, as mensagens de correio electrónico de ou para endereços de correio electrónico ou nomes de domínio nas listas Remetentes seguros (lista de remetentes seguros: lista de nomes de domínio e endereços de correio electrónico dos quais o utilizador pretende receber mensagens. Os endereços de correio electrónico incluídos nos contactos e no livro de endereços global estão incluídos nesta lista por predefinição.) e Destinatários seguros (lista de destinatários seguros: lista de listas de correio ou outros nomes de domínio e endereços de correio electrónico subscritos aos quais o utilizador pertence e dos quais pretende receber mensagens. As mensagens enviadas para estes endereços não serão processadas como correio electrónico não solicitado.) são tratados como excepções e o conteúdo bloqueado será transferido. Esta funcionalidade também pode ajudar a evitar ver material potencialmente ofensivo (para conteúdo externo ligado à mensagem) e, se estiver numa ligação de largura de banda reduzida, a decidir se uma imagem merece o tempo e a largura de banda despendidos para transferir a mesma.

Quando o Outlook bloqueia transferências automáticas de imagens, as áreas na mensagem que deveriam ter uma imagem irão aparecer como um marcador de posição X vermelho, juntamente com texto a explicar que o Outlook impediu a transferência automática da imagem. Quando coloca o cursor sobre a imagem bloqueada, o texto alternativo (texto alternativo: utilizado por browsers para apresentar texto durante transferências de imagens, para utilizadores que tenham os gráficos desactivados e para utilizadores que utilizem software de leitura de ecrã para converter os gráficos do ecrã em palavras enunciadas.) para a imagem explica que a transferência automática foi impedida de realizar-se. A barra de informações (Barra de informações: faixa junto da parte superior de uma mensagem de correio electrónico, compromisso, tarefa ou contacto aberto. Indica se uma mensagem obteve resposta ou foi reencaminhada, juntamente com o estado online de um contacto que esteja a utilizar o serviço de mensagens instantâneas, etc.) da mensagem também diz que o conteúdo foi bloqueado.

No caso de mensagens legítimas recebidas, por exemplo, um boletim que foi subscrito, pode transferir imagens e outro conteúdo por mensagem, clicando na barra de informações ou clicando com o botão direito do rato numa imagem bloqueada. Para certificar-se de que o conteúdo é transferido automaticamente sempre que receber o boletim, clique com o botão direito do rato na imagem bloqueada e seleccione uma opção no menu de atalho para actualizar a lista Remetentes seguros ou Destinatários seguros para incluir o endereço de correio electrónico ou domínio do qual foi enviado ou recebido o boletim. Pode alterar definições de uma transferência automática de imagem para todas as mensagens de HTML que receber, seleccionando opções no separador Segurança, no menu Opções ou seleccionando uma opção no menu de atalho de uma imagem bloqueada. Para mais informações, consulte parar de bloquear conteúdo externo numa mensagem de HTML.

Outra forma de ver imagens que foram bloqueadas por esta funcionalidade é clicar em Ver na zona da Internet no menu Ver da mensagem aberta. Isto transfere qualquer conteúdo que tenha sido bloqueado pelo Outlook. Antes de desbloquear a imagem, certifique-se de que a mensagem é de alguém fidedigno ou é uma mensagem que estava à espera. Quando abre uma mensagem na zona da Internet, todo o conteúdo é apresentado em quaisquer scripts em que a mensagem seja executada, incluindo quaisquer scripts maliciosos que a mensagem possa incluir e que possam danificar ficheiros ou propagar vírus. Se, subsequentemente, abrir a mensagem sem a ver na zona da Internet, o conteúdo que foi bloqueado pelo Outlook irá permanecer bloqueado.

Normalmente, o Outlook não transfere imagens ou outro conteúdo de servidores externos, excepto se o conteúdo estiver num Web site na zona de sites fidedignos. O administrador de correio electrónico pode alterar este comportamento para que o conteúdo de qualquer uma das zonas (sites fidedignos, intranet local e Internet) possa ser automaticamente transferido ou bloqueado.

Quando edita, reencaminha ou responde a uma mensagem que faz referência a conteúdo externo, o computador tentará transferir o conteúdo novamente. Por predefinição, o Outlook está configurado para apresentar uma mensagem de aviso. Se continuar, o conteúdo bloqueado será transferido e incluído na resposta ou na mensagem reencaminhada. Pode desactivar estes avisos, apesar de não ser recomendado.

Quando imprime uma mensagem com conteúdo que não tenha sido transferido automaticamente, o conteúdo bloqueado é transferido e irá aparecer na mensagem impressa.

 
 
Aplica-se a:
Outlook 2003