Adicionar uma linha de tendência ou de média num gráfico

Para mostrar tendências de dados e médias móveis num gráfico que criou, pode adicionar uma linha de tendência. Pode também projetar uma linha de tendência para além dos dados reais para ajudar a prever valores futuros. Por exemplo, a linha de tendência linear seguinte representa uma previsão para dois trimestres e mostra, claramente, uma tendência ascendente que demonstra ser favorável para as vendas futuras.

Gráfico com linha de tendência

Pode adicionar uma linha de tendência (linha de tendência: representação gráfica de tendências em séries de dados como, por exemplo, uma linha com uma inclinação ascendente para representar uma subida de vendas num determinado período de meses. As linhas de tendência são utilizadas para o estudo de problemas de previsão, também conhecido como análise de regressão.) a um gráfico 2-D desde que não seja empilhado (gráficos de área, de barras, de colunas, de linhas, de cotações, de dispersão, ou de bolhas). Não é possível adicionar a gráficos empilhados ou 3 D. Os gráficos de radar, circulares, de superfície e em anel também não suportam linhas de tendência.

  1. No gráfico, clique na série de dados (séries de dados: pontos de dados relacionados que são desenhados num gráfico. Cada série de dados num gráfico tem uma cor exclusiva ou padrão e é representada na legenda do gráfico. É possível desenhar uma ou mais séries de dados num gráfico. Os gráficos circulares têm apenas uma única série de dados.) à qual pretende adicionar uma linha de tendência ou média móvel.

A linha de tendência começa no primeiro ponto de dados da série de dados que escolher.

  1. Clique no botão Elementos do Gráfico, Botão Elementos do Gráfico próximo do canto superior direito do gráfico.
  2. Assinale a caixa Linha de Tendência.
  3. Para escolher um tipo de linha de tendência diferente, clique na seta ao lado de Linha de Tendência e clique em Exponencial, Previsão Linear ou Média Móvel de Dois Períodos. Para linhas de tendência adicionais, clique em Mais Opções.
  4. Se selecionar Mais Opções, clique na opção que pretende, de entre as opções apresentadas no painel Formatar Linha de Tendência, em Opções de Linha de Tendência.

Painel Formatar Linha de Tendência

  • Se selecionar Polinomial, indique a potência máxima para a variável independente na caixa Ordem.
  • Se selecionar Média Móvel, indique o número de períodos a utilizar para calcular a média móvel na caixa Período.

 Sugestão    Uma linha de tendência é mais precisa quando o respetivo valor de R ao quadrado (um número de 0 a 1 que revele até que ponto os valores estimados da linha de tendência correspondem aos dados reais) se encontra perto de 1. Quando adiciona uma linha de tendência aos dados, o Excel calcula automaticamente o seu valor de R ao quadrado. Pode apresentar este valor no gráfico, marcando a caixa Mostrar o valor de R ao quadrado no gráfico (painel Formatar Linha de Tendência, Opções de Linha de Tendência).

Obter mais informações sobre todas as opções de Linha de Tendência

Linha de tendência linear

Utilize este tipo de linha de tendência linear para criar a linha reta que melhor se adapta a conjuntos de dados lineares simples. Os dados são lineares se o padrão nos respetivos pontos de dados se parecer a uma linha. Uma linha de tendência linear mostra, normalmente, que algo está a aumentar ou a diminuir num ritmo estável.

Uma linha de tendência utiliza esta equação para calcular o ajuste dos quadrados mínimos para uma linha:

Equação

em que m representa o declive e b a interceção.

A linha de tendência linear seguinte mostra que as vendas de frigoríficos aumentaram de forma consistente ao longo de um período de 8 anos. Note que o valor de R ao quadrado (um número de 0 a 1 que revele até que ponto os valores estimados da linha de tendência correspondem aos dados reais) é 0,9792, o que representa uma boa adequação da linha aos dados.

Gráfico de dispersão com linha de tendência linear

Linha de tendência logarítmica

Mostrando a linha curva que melhor se adapta, esta linha de tendência é útil quando a percentagem de alteração dos dados aumenta e diminui rapidamente e, em seguida, estabiliza. Uma linha de tendência logarítmica pode utilizar valores negativos e positivos.

Uma linha de tendência logarítmica utiliza esta equação para calcular o ajuste dos quadrados mínimos através de pontos:

Equação

em que c e b são constantes e ln corresponde à função logarítmica natural.

A linha de tendência logarítmica seguinte mostra o crescimento previsto da população animal numa área definida, onde o espaço disponível para os animais diminuiu, enquanto a população estabilizou. Note que o valor de R ao quadrado é 0,933, o que corresponde a um ajuste relativamente bom da linha aos dados.

Gráfico de dispersão com uma linha de tendência logarítmica

Linha de tendência polinomial

Esta linha de tendência é útil para quando há flutuação de dados. Por exemplo, quando está a analisar os ganhos e as perdas de um conjunto de dados de grande dimensão. A ordem da polinomial pode ser determinada pelo número de flutuações de dados ou pela quantidade de oscilações (máximos e mínimos) da curva. Normalmente, a linha de tendência polinomial número 2 tem apenas um máximo ou mínimo. Por norma, a número 3 tem um ou dois máximos ou mínimos e a número 4 pode ter até três máximos ou mínimos.

Uma linha de tendência polinominal ou curvilinear utiliza esta equação para calcular o ajuste dos quadrados mínimos através de pontos:

Equação

em que b e Variável são constantes.

A linha de tendência polinomial número 2 (um máximo) seguinte mostra a relação entre a velocidade de condução e o consumo de combustível. Note que o valor de R ao quadrado é 0,979, o que está próximo de 1, correspondendo a um bom ajuste da linha aos dados.

Gráfico de dispersão com uma linha de tendência polinomial

Linha de tendência de potência

Ao mostrar uma linha curva, esta linha de tendência é útil para conjuntos de dados que comparam medidas que aumentam a uma taxa específica. Por exemplo, a aceleração de um carro de corrida em intervalos de um segundo. Não é possível criar uma linha de tendência de potência se os dados apresentarem o valor 0 ou valores negativos.

Uma linha de tendência de potência utiliza esta equação para calcular o ajuste dos quadrados mínimos através de pontos:

Equação

em que c e b são constantes.

 Nota   Esta opção não está disponível quando os dados incluem valores de zero ou negativos.

O gráfico de medida de distâncias mostra as distâncias em metros por segundo. A linha de tendência de potência mostra de forma clara o aumento da aceleração. Note que o valor de R ao quadrado é 0,986, o que corresponde a um ajuste quase perfeito da linha aos dados.

Gráfico de dispersão com uma linha de tendência de potência

Linha de tendência exponencial

Mostrando uma linha curva, esta linha de tendência é útil quando os valores de dados aumentam ou diminuem em percentagens cada vez mais elevadas. Não é possível criar uma linha de tendência exponencial se os dados incluírem zero ou valores negativos.

Uma linha de tendência exponencial utiliza esta equação para calcular o ajuste dos quadrados mínimos através de pontos:

Equação

em que c e b são constantes e e corresponde à base do logaritmo natural.

A linha de tendência exponencial mostra a diminuição do teor de carbono 14 à medida que um objeto envelhece. Note que o valor de R ao quadrado é 0,990, o que significa que a linha se ajusta quase perfeitamente aos dados.

Gráfico com uma linha de tendência exponencial

Linha de tendência de Média Móvel

Esta linha de tendência vai equilibrar as flutuações dos dados, de modo a mostrar um padrão ou uma tendência com maior clareza. Uma média móvel utiliza um número específico de pontos de dados (definido pela opção Período), calcula a respetiva média e utiliza o valor da média como um ponto na linha. Por exemplo, se o Período estiver definido como 2, a média dos dois primeiros pontos de dados é utilizada como primeiro ponto da linha de tendência de média móvel. A média do segundo e terceiro pontos de dados é utilizada como o segundo ponto da linha de tendência, e assim sucessivamente.

Uma linha de tendência de média móvel utiliza esta equação:

Equação

O número de pontos numa linha de tendência de média móvel (média móvel: sequência de médias calculadas a partir de partes de uma série de dados. Num gráfico, uma média móvel suaviza as flutuações dos dados, mostrando, assim, o padrão ou a tendência de forma mais clara.) é igual ao número total de pontos da série, menos o número especificado para o período.

Num gráfico de dispersão, a linha de tendência é baseada na ordem dos valores x no gráfico. Para obter melhores resultados, ordene os valores x antes de adicionar uma média móvel.

A linha de tendência de média móvel seguinte mostra um padrão no número de vendas de casas durante um período de 26 semanas.

Gráfico de dispersão com uma linha de tendência de média móvel

Início da Página Início da Página

 
 
Aplica-se a:
Excel 2013, Outlook 2013, PowerPoint 2013, Word 2013