Proteja os seus dados através de cópias de segurança e restauro dos processos

 Nota    Este artigo não se aplica às aplicações do Access, o novo tipo de base de dados que estrutura com o Access e publica online. Leia o artigo Criar uma aplicação do Access para mais informações.

Vai precisar de uma cópia de segurança da base de dados do computador para restaurar toda a base de dados em caso de falha do sistema ou para restaurar um objeto quando o comando Anular não for o suficiente para reparar um erro.

Se lhe parecer que fazer uma cópia de segurança da base de dados é estar a desperdiçar espaço de armazenamento, tenha em atenção o tempo que poderá poupar ao evitar a perda de dados e de estruturas. É especialmente importante criar cópias de segurança periodicamente quando tem vários utilizadores a atualizar uma base de dados. Sem uma cópia de segurança, não pode restaurar objetos danificados ou em falta ou quaisquer alterações efetuadas na estrutura da base de dados.

Neste artigo


Planear cópias de segurança periódicas

Algumas alterações ou erros não podem ser anulados, pelo que o utilizador não tem de se aperceber de que deveria ter criado uma cópia de segurança da base de dados depois de já ter perdido os dados. Por exemplo, quando utiliza uma consulta de ação (consulta de acção: consulta que copia ou altera dados. As consultas de acção incluem as consultas de acréscimo, eliminação, criação de tabela e actualização. Estas são identificadas por um ponto de exclamação (!) junto dos respectivos nomes no Painel de Navegação.) para eliminar registos ou para alterar dados, os valores que tenham sido atualizados pela consulta não podem ser restaurados com Anular.

 Sugestão    Considere a hipótese de efetuar uma cópia de segurança antes de executar qualquer consulta de ação, em especial se a consulta alterar ou eliminar dados.

Se a sua base de dados tiver vários utilizadores, certifique-se de que todos os utilizadores fecham as respetivas bases de dados antes de efetuar uma cópia de segurança, de modo a que as alterações aos dados sejam guardadas.

Aqui estão algumas linhas de orientação para o ajudar a decidir com que frequência deve criar uma cópia de segurança da base de dados:

  • Se a base de dados for um arquivo, ou se for apenas utilizada para fins de referência e raramente for alterada, é suficiente criar cópias de segurança apenas quando a estrutura ou os dados forem alterados.
  • Se a base de dados estiver ativa e os dados mudarem com frequência, crie uma agenda de cópias de segurança regulares da base de dados.
  • Se a base de dados tiver vários utilizadores, crie uma cópia de segurança da base de dados após ter sido efetuada uma alteração na estrutura.

 Nota    Relativamente a dados em tabelas ligadas (tabela ligada: tabela armazenada num ficheiro que se encontra fora da base de dados aberta a partir da qual o Access pode aceder a registos. É possível adicionar, eliminar e editar registos numa tabela ligada, mas não é possível alterar a respectiva estrutura.), crie cópias de segurança com as funcionalidades de cópia de segurança disponíveis no programa que contém as tabelas ligadas. Se a base de dados que contém as tabelas ligadas for uma base de dados do Access, utilize o procedimento na secção Criar cópias de segurança de uma base de dados dividida.

Início da Página Início da Página

Criar cópias de segurança de uma base de dados

Quando efetua uma cópia de segurança de uma base de dados, o Access guarda e fecha os objetos abertos na Vista de Estrutura e guarda uma cópia do ficheiro da base de dados com um nome e uma localização indicados pelo utilizador.

 Nota    O Access reabre os objetos tal como especificado pelo valor da propriedade Vista Predefinida daqueles.

Abra a base de dados para a qual pretende criar uma cópia de segurança e efetue o seguinte:

  1. Clique em Ficheiro e, em seguida, clique em Guardar Como.
  2. Em Tipos de Ficheiro, clique em Guardar Base de Dados Como.
  3. Em Avançadas, clique em Criar Cópia de Segurança da Base de Dados e, em seguida, clique em Guardar Como.
  4. Na caixa de diálogo Guardar Como, na caixa Nome de Ficheiro, reveja o nome da cópia de segurança da base de dados.

Pode alterar o nome se assim o pretender, mas o nome predefinido captura o nome da base de dados original e a data em que a cópia de segurança é criada.

 Sugestão    Regra geral, quando restaura dados ou objetos a partir de uma cópia de segurança, o utilizador pretende determinar a base de dados na qual a cópia de segurança teve origem e quando a cópia de segurança foi criada, pelo que recomendamos que utilize o nome de ficheiro predefinido.

  1. Selecione o tipo de ficheiro no qual pretende guardar a base de dados de cópia de segurança a partir da lista Guardar com o tipo e, em seguida, clique em Guardar.

Início da Página Início da Página

Criar cópias de segurança de uma base de dados dividida

Uma base de dados dividida é normalmente composta por dois ficheiros de base de dados: uma base de dados back-end, que contém apenas dados em tabelas e uma base de dados front-end, que contém ligações para as tabelas na base de dados back-end, consultas, formulários, relatórios e outros objetos da base de dados. Todos os dados são armazenados na base de dados back-end. Todos os objetos da interface de utilizador, tais como consultas, formulários e relatórios, são mantidos na base de dados front-end.

Criar cópias de segurança independentes das bases de dados front-end e back-end pode demorar muito tempo, dado que tem de criar com uma base de dados dividida. Uma vez que a base de dados back-end contém os dados, é mais importante efetuar cópias de segurança periódicas desta última.

Crie uma cópia de segurança da base de dados front-end quando alterar a estrutura da base de dados. Os utilizadores individuais da base de dados front-end podem efetuar alterações arbitrárias na estrutura, pelo que deve considerar solicitar aos utilizadores que criem as suas próprias cópias de segurança da base de dados front-end.

Criar cópias de segurança de uma base de dados back-end

Notifique os utilizadores antes de iniciar o processo de cópia de segurança, uma vez que a execução deste processo requer acesso exclusivo ao ficheiro da base de dados e os utilizadores poderão não conseguir utilizar a base de dados back-end enquanto o processo de cópia de segurança estiver em execução.

  1. Para abrir apenas a base de dados back-end, inicie o Access.
  2. Clique em Abrir Outros Ficheiros > Computador > Procurar e selecione o ficheiro de base de dados back-end relativamente ao qual pretende criar a cópia de segurança
  3. Clique na seta junto a Abrir e clique em Abrir em Modo Exclusivo.

Caixa de diálogo Abrir com a lista pendente no botão Abrir expandido e o ponteiro do rato sobre a opção Abrir em Modo Exclusivo.

  1. Clique em Ficheiro e, em seguida, clique em Guardar Como.
  2. Em Tipos de Ficheiro, clique em Guardar Base de Dados Como.
  3. Em Avançadas, clique em Criar Cópia de Segurança da Base de Dados e, em seguida, clique em Guardar Como.
  4. Na caixa de diálogo Guardar Como, na caixa Nome de Ficheiro, reveja o nome da cópia de segurança da base de dados.

Pode alterar o nome se assim pretender, mas o nome predefinido captura o nome da base de dados original e a data em que a cópia de segurança é criada.

 Sugestão    Regra geral, quando restaura dados ou objetos a partir de uma cópia de segurança, o utilizador pretende saber qual a base de dados em que a cópia de segurança teve origem e quando a cópia de segurança foi criada, pelo que recomendamos utilizar o nome de ficheiro predefinido.

  1. Na caixa de diálogo Guardar Como, selecione uma localização na qual guardar a cópia de segurança e, em seguida, clique em Guardar.

Criar cópias de segurança de uma base de dados front-end

Para criar uma cópia de segurança de uma base de dados front-end após uma alteração na estrutura, deixe a base de dados aberta imediatamente depois de ter alterado a respetiva estrutura e, em seguida, siga os passos na secção Criar cópias de segurança de uma base de dados, começando no passo 2.

Início da Página Início da Página

Restaurar uma base de dados

 Nota    Só pode restaurar uma base de dados se tiver uma cópia de segurança da base de dados.

Uma cópia de segurança é considerada uma "cópia correta conhecida" de um ficheiro de base de dados — uma cópia em que confia na respetiva integridade e estrutura dos dados. Deverá utilizar o comando Criar Cópia de Segurança da Base de Dados no Access para criar cópias de segurança, mas pode utilizar qualquer cópia correta conhecida para restaurar uma base de dados. Por exemplo, pode restaurar uma base de dados a partir de uma cópia armazenada num dispositivo de cópia de segurança externo USB.

Quando restaura uma base de dados completa, substitui um ficheiro de base de dados danificado, com problemas de dados ou que está em falta, com uma cópia de segurança da base de dados.

  1. Abra o Explorador de Ficheiros e navegue para a cópia conhecida como correta da base de dados.
  2. Copie a cópia conhecida como correta para a localização onde a base de dados danificada ou em falta deve ser substituída.

Se lhe for pedido para substituir um ficheiro existente, faça-o.

Início da Página Início da Página

Restaurar objetos numa base de dados

Se tiver de restaurar um ou mais objetos numa base de dados, importe os objetos da cópia de segurança da base de dados para a base de dados que contém (ou tem em falta) o objeto que pretende restaurar.

 Importante   Se outras bases de dados ou programas têm ligações a objetos na base de dados que está a restaurar, é essencial que restaure a base de dados para a localização correta. Se não o fizer, as ligações para os objetos da base de dados não vão funcionar e terão de ser atualizadas.

  1. Abra a base de dados onde pretende restaurar um objeto.
  2. Para restaurar um objeto em falta, passe para o passo 3. Para substituir um objeto que contém dados danificados ou em falta, ou se o objeto tiver parado de funcionar corretamente, efetue o seguinte:
    1. Se pretender preservar o objeto atual, para o comparar com a versão restaurada após o restauro, mude o nome do objeto antes de o restaurar. Por exemplo, se pretender restaurar um formulário danificado com o nome DarSaída, pode mudar o nome do formulário danificado para DarSaída_danificado.
    2. Elimine o objeto que pretende substituir.

 Nota    Tenha sempre cuidado quando eliminar objetos de bases de dados, uma vez que podem estar ligados a outros objetos na base de dados.

  1. Clique em Dados Externos e, no grupo Importar e Ligar, clique em Access.
  2. Na caixa de diálogo Obter Dados Externos-Base de Dados do Access, clique em Procurar para localizar a base de dados de cópia de segurança e clique em Abrir.
  3. Selecione Importar tabelas, consultas, formulários, relatórios, macros e módulos para a base de dados atual e, em seguida, clique em OK.
  4. Na caixa de diálogo Importar Objetos, clique no separador que corresponde ao tipo de objeto que pretende restaurar. Por exemplo, se pretender restaurar uma tabela, clique no separador Tabelas.
  5. Clique no objeto para o selecionar.
  6. Se pretender restaurar mais objetos, repita os passos 6 e 7 até ter selecionado todos os objetos que pretende restaurar.
  7. Para rever as opções de importação antes de importar os objetos, na caixa de diálogo Importar Objetos, clique no botão Opções.
  8. Depois de selecionar os objetos e as opções de definição da importação, clique em OK para restaurar os objetos.

Para automatizar a criação de cópias de segurança, considere a hipótese de utilizar um produto que execute cópias de segurança automáticas de um sistema de ficheiros, tal como um software de cópia de segurança de servidor de ficheiros ou um dispositivo de cópia de segurança externo USB.

Início da Página Início da Página

 
 
Aplica-se a:
Access 2013