Novidades no Access 2013

Quais são as novidades do Access 2013? Numa palavra, aplicações. Uma aplicação Web do Access é um novo tipo de base de dados que cria no Access e depois utiliza e partilha com outras pessoas como uma aplicação do SharePoint num browser Web. Para criar uma aplicação, basta selecionar o tipo de dados que pretende controlar (contactos, tarefas, projetos, entre outros). O Access cria uma estrutura de base de dados, completa com vistas que lhe permitem adicionar e editar dados. Os comandos base e de navegação estão incorporados para que possa começar a utilizar a sua aplicação imediatamente.

 Sugestão    Para saber como começar rapidamente a criar uma aplicação do Access 2013 ou uma base de dados de ambiente de trabalho, consulte o artigo Tarefas básicas de uma aplicação do Access ou Tarefas básicas de uma base de dados de ambiente de trabalho do Access 2013.

Para saber mais sobre o Microsoft Office, consulte Novidades no Office 2013.

Introdução às aplicações

Criar uma aplicação

Se utilizar o seu servidor do SharePoint ou o Web site do Office 365 como anfitrião, poderá criar uma elegante aplicação de base de dados baseada num browser. As aplicações do Access utilizam o SQL Server para fornecerem o melhor desempenho e integridade de dados. No ecrã de arranque, clique em Aplicação Web personalizada.

O ecrã de boas-vindas do Access a mostrar a caixa de pesquisa de modelos e os botões de Aplicação Web personalizada e de Base de dados do ambiente de trabalho em branco

 Nota    O Access 2013 continua a permitir criar as tradicionais bases de dados do ambiente de trabalho a partir do zero. Também pode experimentar um modelo para criar uma aplicação, uma base de dados do ambiente de trabalho ou uma base de dados Web ao estilo do Access 2010.

Modelos de tabelas

Adicione rapidamente tabelas à sua aplicação utilizando modelos de tabelas pré-concebidos. Se está a controlar tarefas, procure e clique no modelo Tarefas.

A caixa de pesquisa de modelos de tabelas no ecrã de Boas-vindas do Access.

Se vir um indicador de várias tabelas junto a um modelo, isso significa que o Access irá adicionar tabelas relacionadas comuns para que possa começar com uma verdadeira base de dados relacionada (base de dados relacional: tipo de base de dados que armazena informações em tabelas e que utiliza os valores correspondentes de duas tabelas para relacionar os dados de uma tabela com os dados da outra tabela. Geralmente, numa base de dados relacional, só será guardado um tipo específico de informações uma vez.). O Access cria vistas para cada tabela que apresentam os dados das tabelas relacionadas.

Para mais informações, consulte o artigo sobre como Criar uma aplicação do Access, Criar uma aplicação do Access a partir de um modelo e sobre as Tarefas básicas de uma aplicação do Access.

Dados externos

Importe dados a partir de bases de dados do ambiente de trabalho do Access, ficheiros do Microsoft Excel,origens de dados ODBC (origem de dados ODBC: os dados e as informações necessárias para aceder a esses dados a partir de programas e bases de dados que suportem o protocolo de interligação de bases de dados abertas (ODBC, Open Database Connectivity).), ficheiros de texto e listas do SharePoint.


Seleções de origem de dados: Access, Excel, SQL Server/Dados ODBC, Texto/CSV, Lista do SharePoint.

Para mais informações, consulte o artigo sobre como Importar dados para uma base de dados do Access.

Abrir num browser

Quando terminar a estruturação, não vale a pena procurar um verificador de compatibilidade ou um botão Publicar: a sua aplicação já está pronta e online, basta clicar em Iniciar Aplicação.

O botão Iniciar Aplicação no separador Base.

Interface do Utilizador (IU) criada automaticamente

Navegação já incluída

As aplicações do Access poupam-lhe o trabalho de construir vistas, quadros de distribuição e outros elementos da interface do utilizador (IU). Os nomes das tabelas são mostrados no lado esquerdo da janela e as vistas para cada tabela aparecem no topo:

Uma aplicação do Access com as tabelas no lado esquerdo e o Seletor de Vistas no topo.

Todas as aplicações têm uma estrutura de navegação semelhante, facilitando a aprendizagem e a mudança de aplicações. Pode sempre adicionar mais vistas personalizadas para além das que são fornecidas pela aplicação.

Para mais informações, consulte o artigo sobre como Localizar dados numa aplicação do Access.

A Barra de Ação

Cada uma das vistas embutidas tem uma Barra de Ação para adicionar, editar, guardar e eliminar itens. Pode adicionar mais botões a esta barra para executar macros personalizadas criadas por si, ou pode remover botões que não queira que sejam utilizados por outras pessoas.

A Barra de Ação com os botões de Adicionar, Eliminar, Editar, Guardar e Cancelar.

Para mais informações, consulte os artigos Personalizar uma vista criando uma macro de interface de utilizador e Adicionar ações personalizadas à Barra de Ação.

Vistas mais fáceis de modificar

As aplicações permitem-lhe colocar controlos onde quiser sem ter de ajustar o esquema primeiro. Basta arrastar e largar: os outros controlos movem-se para arranjar espaço.

Ao mudar um controlo numa vista, os outros controlos movem-se automaticamente.

Notas de aviso para definir propriedades

Em vez de procurar numa folha de propriedades por uma determinada definição, estas estão disponíveis através de notas de aviso convenientemente localizadas junto de cada secção ou controlo.

Um vista em modo de Edição que mostra as definições de Formatação para uma caixa de texto.

Controlos novos para trabalhar com dados relacionados

Controlo de Itens Relacionados

O controlo de Itens Relacionados proporciona uma forma rápida de listar e resumir os dados de uma tabela ou consulta relacionada. Clique num item para abrir uma vista detalha desse item.

Um vista numa aplicação do Access com tarefas exibidas num Controlo de Itens Relacionados.

Controlo de Conclusão Automática

O controlo de Conclusão Automática procura dados de uma tabela relacionada. Imagine uma caixa de combinações que funciona como uma caixa de pesquisa instantânea.

Um Controlo de Conclusão Automática parcialmente preenchido, com o valor sugerido em baixo.

Ligações de exploração

As ligações de exploração permitem-lhe visualizar rapidamente detalhes sobre um item relacionado. As aplicações do Access lidam com a lógica dos bastidores para assegurar que os dados apresentados estão corretos.

Clique num botão de exploração numa vista para abrir uma vista detalhada.

Para mais informações, consulte Localizar dados ao adicionar um formulário de pop-up.

Novas opções de implementação

Melhorias nas permissões

Tenha um maior controlo sobre quem pode modificar a sua aplicação. O SharePoint tem agora três níveis de permissões predefinidos: Estruturador, Autor e Leitor. Apenas os Estruturadores podem efetuar alterações estruturais nas vistas e tabelas. Os Autores podem alterar os dados mas não podem alterar a estrutura e os Leitores apenas podem ler os dados existentes.

Pacotes e distribuição de aplicações

As aplicações do Access podem ser guardadas como pacotes de ficheiros e adicionadas ao Catálogo da Empresa ou à Office Store. Na Office Store, pode distribuir a sua aplicação gratuitamente ou pode cobrar uma taxa e ganhar dinheiro.

 
 
Aplica-se a:
Access 2013