Introdução às consultas

Utilize uma consulta para ver, adicionar, alterar ou eliminar dados da sua base de dados do Access mais facilmente. Eis outros motivos para utilizar consultas:

  • Encontrar rapidamente dados específicos filtrando critérios específicos (condições)
  • Calcular ou resumir dados
  • Automatizar tarefas de gestão de dados, tais como analisar os dados mais atuais de forma recorrente.

Ao trabalhar numa base de dados do ambiente de trabalho do Access, dispõe de um conjunto de opções de consulta mais robusto. No entanto, as aplicações do Access oferecem algumas das opções de consulta, tal como é mostrado abaixo. Para obter mais informações acerca das aplicações do Access, o novo tipo de base de dados que estrutura com o Access e publica online, consulte o artigo sobre como Criar uma aplicação do Access.

 Nota    Se pretende experimentar as consultas nos exemplos, utilize uma base de dados de ambiente de trabalho do Access.



As consultas ajudam-no a localizar e trabalhar com dados

Numa base de dados bem estruturada, os dados que pretende apresentar através de um formulário ou relatório estão, normalmente, localizados em várias tabelas. Uma consulta pode obter a informação de várias tabelas e reuni-la para apresentação no formulário ou no relatório. Uma consulta pode ser um pedido de resultados de dados a partir da sua base de dados ou um pedido de ação sobre os dados ou ambos. Uma consulta pode dar-lhe uma resposta a uma pergunta simples, realizar cálculos, combinar dados a partir de diferentes tabelas, adicionar, alterar ou eliminar dados de uma base de dados. Uma vez que as consultas são tão versáteis, existem muitos tipos de consultas e deverá criar um tipo de consulta com base na tarefa em causa.

Principais tipos de consultas Utilizar
Selecionar Para recuperar dados de uma tabela ou fazer cálculos.
De ação Adicionar, alterar ou eliminar dados. Cada tarefa tem um tipo específico de consulta de ação. As consultas de ação não estão disponíveis nas aplicações do Access.

Início da Página Início da Página

Criar uma consulta selecionar

Se quiser rever os dados de apenas determinados campos de uma tabela, ou rever dados de várias tabelas em simultâneo ou talvez ver os dados baseados em determinados critérios, uma consulta do tipo selecionar seria a escolha certa. Para obter mais informações, consulte o artigo sobre como Criar uma consulta selecionar.

Rever dados de campos selecionados

Por exemplo, se a sua base de dados tiver uma tabela com muita informação acerca de produtos e quiser rever uma lista de produtos e respetivos preços, eis como poderia criar uma consulta selecionar para devolver apenas os nomes dos produtos e respetivos preços:

  1. Abra a base de dados e, no separador Criar, clique em Estrutura da Consulta.
  2. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, no separador Tabelas, faça duplo clique na tabela Produtos e, em seguida, feche a caixa de diálogo.
  3. Na tabela Produtos, digamos que tem os campos Nome do Produto e Preço em Vigor. Faça duplo clique em Nome do Produto e em Preço em Vigor para adicionar estes campos à grelha de estrutura (grelha de estrutura: grelha utilizada para estruturar uma consulta ou um filtro na Vista de estrutura da consulta ou na janela Filtro/ordenação avançados. Nas consultas, esta grelha era anteriormente conhecida como grelha QBE.) da consulta.
  4. No separador Estrutura, clique em Executar. A consulta é executada e apresenta uma lista dos produtos e respetivos preços.

Início da Página Início da Página

Rever os dados de várias tabelas relacionadas em simultâneo

Por exemplo, se tiver uma base de dados para uma loja que vende produtos alimentares e quiser rever as encomendas de clientes que vivem numa determinada cidade, digamos que os dados acerca das encomendas e os dados acerca dos clientes estão armazenados em duas tabelas com os nomes Clientes e Encomendas, respetivamente. Se cada tabela tiver um campo ID de Cliente, que forma a base de uma relação um-para-muitos (relação um-para-muitos: associação entre duas tabelas em que o valor da chave primária de cada registo da tabela primária corresponde ao valor de vários registos no campo ou campos correspondentes da tabela relacionada.) entre as duas tabelas, pode criar uma consulta que devolva encomendas de clientes de uma localidade específica, por exemplo, Las Vegas, utilizando o seguinte procedimento:

  1. Abra a base de dados. No separador Criar, no grupo Consultas, clique em Estrutura da Consulta.
  2. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, no separador Tabelas, faça duplo clique em Clientes e Encomendas.
  3. Feche a caixa de diálogo Mostrar tabela. Note a linha (chamada associação) que liga o campo ID na tabela Clientes e o campo ID de Cliente na tabela Encomendas. Esta linha mostra a relação entre as duas tabelas.
  4. Na tabela Clientes, faça duplo clique em Empresa e Localidade para adicionar estes campos à grelha de estrutura da consulta.
  5. Na grelha de estrutura da consulta, na coluna Localidade, desmarque a caixa de verificação na linha Mostrar.
  6. Na linha Critérios da coluna Localidade, escreva Las Vegas.

Desmarcar a caixa de verificação Mostrar impede a consulta de apresentar a localidade nos resultados e escrever Las Vegas na linha Critério especifica que só pretende ver os registos em que o valor do campo Localidade seja Las Vegas. Neste caso, a consulta devolve apenas os clientes situados em Las Vegas. Não tem de visualizar um campo para utilizá-lo com um critério.

  1. Na tabela Encomendas, faça duplo clique em ID da Encomenda e Data da Encomenda para adicionar estes campos às duas colunas seguintes da grelha de estrutura da consulta.
  2. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar. A consulta é executada e, em seguida, mostra uma lista de encomendas para os clientes em Las Vegas.
  3. Prima CTRL+G para guardar a consulta.

Início da Página Início da Página

Criar uma consulta parametrizada

Se quiser executar frequentemente variações de uma determinada consulta, considere a utilização de uma consulta parametrizada. Quando executar uma consulta parametrizada, a consulta pede-lhe valores de campos e utiliza os valores fornecidos para criar critérios para a consulta.

 Nota    Não pode criar uma consulta parametrizada numa aplicação do Access.

Continuando o exemplo anterior, no qual aprendeu a criar uma consulta selecionar que devolve encomendas para clientes situados em Las Vegas, pode modificar a consulta selecionar de modo a que lhe peça para especificar a cidade sempre que executar a consulta. Continuando, abra a base de dados criada no exemplo anterior:

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do rato na consulta denominada Encomendas por Localidade (criada na secção anterior) e, em seguida, clique em Vista de Estrutura no menu de atalho.
  2. Na grelha de estrutura da consulta, na linha Critérios da coluna Localidade, elimine Las Vegas e, em seguida, escreva [De que localidade?].

A cadeia [De que localidade?] é o pedido de parâmetro. Os parênteses retos indicam que pretende que a consulta solicite um valor de entrada, e o texto (neste caso, De que localidade?) é a pergunta que o pedido de parâmetro apresenta.

 Nota   Não pode utilizar um ponto final (.) nem um ponto de exclamação (!) como texto num pedido de parâmetro.

  1. Selecione a caixa de verificação na linha Mostrar da coluna Localidade, para que os resultados da consulta apresentem a localidade.
  2. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar. A consulta pede-lhe que introduza um valor para Localidade.
  3. Escreva Nova Iorque e, em seguida, prima ENTER para ver as encomendas de clientes em Nova Iorque.

E se não souber quais os valores que pode especificar? Pode utilizar carateres universais como parte do pedido:

  1. No separador Base, no grupo Vistas, clique em Vista e, em seguida, clique em Vista de Estrutura.
  2. Na grelha de estrutura da consulta, na linha Critérios da coluna Localidade, escreva Como [De que localidade?]&"*".

Neste pedido de parâmetro, a palavra-chave Como, o E comercial (&) e o asterisco (*) colocado entre aspas permitem que o utilizador escreva uma combinação de carateres, incluindo carateres universais, para devolver vários resultados. Por exemplo, se o utilizador escrever *, a consulta devolve todas as localidades; se o utilizador escrever L, a consulta devolve todas as localidades que comecem pela letra "L"; e se o utilizador escrever *s*, a consulta devolve todas as localidades que contenham a letra "s".

  1. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar e, no pedido da consulta, escreva Nova e prima ENTER.

A consulta é executada e, em seguida, apresenta encomendas de clientes em Nova Iorque.

Especificar tipos de dados de parâmetros

Também pode especificar o tipo de dados que um parâmetro deve aceitar. Pode definir o tipo de dados para qualquer parâmetro, mas é especialmente importante definir o tipo de dados para dados numéricos, de moeda ou de data/hora. Quando especificar o tipo de dados que um parâmetro deve aceitar, os utilizadores irão ver uma mensagem de erro mais útil se introduzirem o tipo de dados incorreto como, por exemplo, texto em vez de moeda.

 Nota   Se um parâmetro estiver definido para aceitar dados de texto, qualquer entrada é interpretada como texto e não é apresentada nenhuma mensagem de erro.

Para especificar o tipo de dados dos parâmetros numa consulta, utilize o seguinte procedimento:

  1. Com a consulta aberta na vista de Estrutura, no separador Estrutura, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Parâmetros.
  2. Na caixa de diálogo Parâmetros da Consulta, na coluna Parâmetro, escreva o pedido para cada parâmetro para o qual pretende especificar o tipo de dados. Certifique-se de que cada parâmetro corresponde ao pedido utilizado na linha Critérios da grelha de estrutura da consulta.
  3. Na coluna Tipo de Dados, selecione o tipo de dados para cada parâmetro.

Saiba mais informações sobre como utilizar parâmetros para pedir entradas ao executar uma consulta .

Criar uma consulta de totais

A linha Total numa folha de dados é bastante útil, mas, para questões mais complexas, utilize uma consulta de totais. Uma consulta de totais é uma consulta selecionar que permite agrupar e resumir dados, tal como quando pretende ver o total de vendas por produto. Numa consulta de totais, pode utilizar a função Soma (uma função de agregação) para ver o total de vendas por produto.

 Nota    Não pode utilizar funções de agregação numa aplicação do Access.

Utilize o seguinte procedimento para modificar a consulta de Subtotais de Produtos que criou no exemplo anterior, para que resuma os subtotais dos produtos por produto.

  1. No separador Base, clique em Vista > Vista de Estrutura.

A consulta Subtotais de Produtos é aberta na vista de Estrutura.

  1. No separador Estrutura, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Totais.

A linha Totais é apresentada na grelha de estrutura da consulta.

 Nota    Embora tenham nomes semelhantes, a linha Totais na grelha de estrutura e a linha Total numa folha de dados não são iguais:

  • Pode agrupar por valores de campos utilizando a linha Totais na grelha de estrutura.
  • Pode adicionar a linha Total de uma folha de dados aos resultados de uma consulta de totais.
  • Quando utilizar a linha Totais na grelha de estrutura, terá de escolher uma função de agregação para cada campo. Se não pretender efetuar um cálculo num campo, poderá agrupar pelo campo.
  1. Na segunda coluna da grelha de estrutura, na linha Total, selecione Soma na lista pendente.
  2. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar. A consulta é executada e, em seguida, apresenta uma lista de produtos com subtotais.
  3. Prima CTRL+G para guardar a consulta. Deixe a consulta aberta.

Saiba mais informações sobre como somar valores numa folha de dados com uma linha Totais.

Início da Página Início da Página

Efetuar cálculos com base nos dados

Normalmente, não utilizaria tabelas para armazenar valores calculados, como subtotais, mesmo que se baseiem em dados na mesma base de dados, porque os valores calculados podem tornar-se desatualizados se os valores de base forem alterados. Por exemplo, não armazenaria a idade de alguém numa tabela, porque, a cada ano, teria de atualizar o valor; em vez disso, armazena a data de nascimento da pessoa e utiliza uma consulta para calcular a idade da pessoa.

Por exemplo, se tiver uma base de dados para alguns produtos que gostaria de vender, essa base de dados tem uma tabela chamada Detalhes da Encomenda, que inclui informação acerca dos produtos em campos como o preço e as quantidades de cada produto. Pode calcular o subtotal utilizando uma consulta que multiplique a quantidade de cada produto pelo preço unitário desse produto, multiplique a quantidade de cada produto pelo peço unitário e o desconto para esse produto e, em seguida, subtraia o desconto total do preço unitário total. Se criou a base de dados no exemplo anterior, abra-a e siga este procedimento:

  1. No separador Criar, clique em Estrutura da Consulta.
  2. Na caixa de diálogo Mostrar tabela, no separador Tabelas, faça duplo clique em Detalhes da Encomenda.
  3. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  4. Na tabela Detalhes da Encomenda, faça duplo clique em ID do Produto para adicionar este campo à primeira coluna da grelha de estrutura da consulta.
  5. Na segunda coluna da grelha, clique com o botão direito do rato na linha Campo e, em seguida, clique em Zoom no menu de atalho.
  6. Na caixa Zoom, escreva ou cole o seguinte: Subtotal: ([Quantidade]*[Preço unitário])-([Quantidade]*[Preço unitário]*[Desconto])
  7. Clique em OK.
  8. No separador Estrutura, clique em Executar. A consulta é executada e apresenta uma lista dos produtos e subtotais por encomenda.
  9. Prima CTRL+G para guardar a consulta e, em seguida, atribua-lhe o nome Subtotais de Produtos.

Saiba também como somar valores numa folha de dados com uma linha Totais.

Início da Página Início da Página

Apresentar dados resumidos ou agregados

Quando utilizar tabelas para registar transações ou armazenar dados numéricos que ocorram regularmente, é útil poder rever esses dados em agregado, como, por exemplo, somas ou médias. No Access, pode adicionar uma linha de Totais a uma folha de dados (folha de dados: dados de uma tabela, formulário, consulta, vista ou procedimento armazenado, apresentados num formato de linhas e colunas.). A linha Totais é uma linha que se encontra na parte inferior da folha de dados que pode apresentar um total apurado ou outro valor agregado.

  1. Execute a consulta Subtotais de Produtos e deixe os resultados abertos na vista de Folha de Dados (vista de folha de dados: vista que apresenta dados de uma tabela, formulário, consulta, vista ou procedimento armazenado num formato de linhas e colunas. Na vista de folha de dados é possível editar campos e adicionar, eliminar e pesquisar dados.).
  2. No separador Base, clique em Totais. É apresentada uma nova linha na parte inferior da folha de dados, com a palavra Total na primeira coluna.
  3. Clique na célula da última linha da folha de dados denominada Total.
  4. Clique na seta para ver as funções de agregação disponíveis. Uma vez que a coluna contém dados de texto, existem apenas duas opções: Nenhum e Contagem.
  5. Selecione Contagem. O conteúdo da célula é alterado de Total para uma contagem dos valores da coluna.
  6. Clique na célula adjacente (a segunda coluna). Tenha em atenção que aparece uma seta na célula.
  7. Clique na seta e, em seguida, clique em Soma. O campo apresenta uma soma dos valores da coluna.
  8. Deixe a consulta aberta na vista de Folha de Dados.

Início da Página Início da Página

Criar uma consulta cruzada

Agora suponha que pretende rever subtotais de produtos, mas também pretende agregar por mês, para que cada linha mostre subtotais de um produto e cada coluna mostre subtotais de produtos num mês. Para mostrar subtotais de um produto e mostrar subtotais de produtos num mês, utilize uma consulta cruzada (consulta cruzada: consulta que calcula uma soma, média, contagem ou outro tipo de totais em registos e, em seguida, agrupa os resultados em dois tipos de informações (um na parte inferior esquerda da folha de dados e o outro na parte superior).).

 Nota   Uma consulta cruzada não pode ser apresentada numa aplicação do Access.

Pode alterar novamente a consulta Subtotais de Produtos para que a mesma devolva linhas de subtotais de produtos e colunas de subtotais mensais.

  1. No separador Base, no grupo Vistas, clique em Vista e, em seguida, clique em Vista de Estrutura.
  2. No grupo Configuração da Consulta, clique em Mostrar Tabela.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, faça duplo clique em Encomendas e, em seguida, clique em Fechar.
  4. No separador Estrutura, no grupo Tipo de Consulta, clique em Cruzada. Na grelha de estrutura, a linha Mostrar fica oculta e aparece a linha Referência cruzada.
  1. Na terceira coluna da grelha de estrutura, clique com o botão direito do rato na linha Campo e, em seguida, clique em Zoom no menu de atalho. É apresentada a caixa Zoom.
  2. Na caixa Zoom, escreva ou cole o seguinte: Mês: "Mês " & DatePart("m", [Data da Encomenda])
  3. Clique em OK.
  4. Na linha Cruzada, selecione os seguintes valores na lista pendente: Cabeçalho da Linha para a primeira coluna, Valor para a segunda coluna e Cabeçalho da Coluna para a terceira coluna.
  5. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar. A consulta é executada e apresenta subtotais de produtos, agregados por mês.
  6. Prima CTRL+G para guardar a consulta.

Para mais informações, consulte

Criar uma consulta criar tabela

Pode utilizar uma consulta criar tabela para criar uma nova tabela a partir de dados armazenados noutras tabelas.

 Nota    A consulta criar tabela não está disponível nas aplicações do Access.

Por exemplo, suponha que pretende enviar dados sobre as encomendas de Chicago para um parceiro comercial que reside em Chicago e que utiliza o Access para preparar relatórios. Em vez de enviar todos os dados de encomendas, pretende enviar apenas os dados específicos às encomendas de Chicago.

Pode criar uma consulta selecionar que contenha dados de encomendas de Chicago e, em seguida, utilizar a consulta selecionar para criar a nova tabela utilizando o seguinte procedimento:

  1. Abra a base de dados de exemplo do exemplo anterior.

Para executar uma consulta criar tabela, pode ter de ativar o conteúdo da base de dados.

 Nota    Se vir uma mensagem por baixo do Friso sobre a ativação da base de dados, clique em Ativar Conteúdo. Se a base de dados já estiver num local de confiança, não verá a Barra de Mensagens.

  1. No separador Criar, no grupo Consulta, clique em Estrutura da Consulta.
  2. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, faça duplo clique em Detalhes da Encomenda e em Encomendas e feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  3. Na tabela Encomendas, faça duplo clique em Código do Cliente e Cidade do Envio para adicionar estes campos à grelha de estrutura.
  4. Na tabela Detalhes da Encomenda, faça duplo clique em ID da Encomenda, ID do Produto, Quantidade, Preço Unitário e Desconto para adicionar estes campos à grelha de estrutura.
  5. Na coluna Cidade do Envio da grelha de estrutura, desmarque a caixa na linha Mostrar. Na linha Critério, escreva 'Chicago' (inclua as plicas). Verifique os resultados da consulta antes de os utilizar para criar a tabela.
  6. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar.
  7. Prima Ctrl+G para guardar a consulta.
  8. Na caixa Nome da Consulta, escreva Consulta de Encomendas de Chicago e, em seguida, clique em OK.
  9. No separador Base, no grupo Vistas, clique em Vista e, em seguida, clique em Vista de Estrutura.
  10. No separador Estrutura, no grupo Tipo de Consulta, clique em Criar tabela.
  1. Na caixa de diálogo Criar Tabela, na caixa Nome da Tabela, escreva Encomendas de Chicago e, em seguida, clique em OK.
  2. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar.
  3. Na caixa de confirmação, clique em Sim e veja a nova tabela apresentada no Painel de Navegação.

 Nota   Se já existir uma tabela com o mesmo nome que especificou, o Access elimina essa tabela antes de executar a consulta.

Criar uma consulta acrescentar

Pode utilizar uma consulta de acréscimo para obter dados de uma ou mais tabelas e adicionar esses dados a outra tabela.

 Nota    A consulta acrescentar não está disponível nas aplicações do Access.

Por exemplo, suponha que criou uma tabela para partilhar com um sócio de negócios de Chicago, mas apercebeu-se de que o associado também trabalha com clientes na área de Milwaukee. Pretende adicionar linhas que contenham dados referentes à área do Milwaukee à tabela antes de a partilhar com o sócio. Pode adicionar os dados da área de Milwaukee à tabela Encomendas de Chicago utilizando o seguinte procedimento:

  1. Abra a consulta denominada "Consulta de Encomendas de Chicago" na vista de Estrutura.
  2. No separador Estrutura, no grupo Tipo de Consulta, clique em Anexar. Aparece a caixa de diálogo Acrescentar.
  1. Na caixa de diálogo Acrescentar, clique na seta na caixa Nome da Tabela, selecione Encomendas de Chicago na lista pendente e, em seguida, clique em OK.
  2. Na grelha de estrutura, na linha Critérios da coluna Cidade do Envio, elimine 'Chicago' e, em seguida, escreva 'Milwaukee'.
  3. Na linha Acrescentar a, selecione o campo apropriado para cada coluna.

Neste exemplo, os valores da linha Acrescentar a devem corresponder aos valores da linha Campo, mas esta correspondência não é necessária para que as consultas de acréscimo funcionem.

  1. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar.

 Nota    Poderá obter uma mensagem de erro a indicar que não poderá anular a consulta se esta devolver uma grande quantidade de dados. Tente aumentar o limite no segmento de memória para 3 MB para permitir que a consulta seja executada.

Criar uma consulta atualizar

Pode utilizar uma consulta atualização para alterar os dados nas tabelas e para introduzir critérios que especifiquem as linhas que devem ser atualizadas. Uma consulta atualização fornece uma oportunidade para rever os dados atualizados antes de efetuar a atualização.

 Importante    Não é possível anular uma consulta de ação. Deve considerar fazer uma cópia de segurança de quaisquer tabelas que pretenda atualizar utilizando uma consulta atualização.

 Nota    A consulta atualizar não está disponível nas aplicações do Access.

No exemplo anterior, acrescentou linhas à tabela Encomendas de Chicago. Na tabela Encomendas de Chicago, o campo ID do Produto mostra o ID do Produto em formato numérico. Para tornar os dados mais úteis nos relatórios, pode substituir os IDs dos produtos por nomes de produtos, utilizando o seguinte procedimento:

  1. Abra a tabela Encomendas de Chicago na vista de Estrutura.
  2. Na linha ID do Produto, altere o Tipo de Dados de Número para Texto.
  3. Guarde e feche a tabela Encomendas de Chicago.
  4. No separador Criar, no grupo Consulta, clique em Estrutura da Consulta.
  5. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, faça duplo clique em Encomendas de Chicago e em Produtos e feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  6. No separador Estrutura, no grupo Tipo de Consulta, clique em Actualizar.
  1. Na grelha de estrutura, as linhas Ordenar e Mostrar desaparecem e é apresentada a linha Atualizar para.
  2. Na tabela Encomendas de Chicago, faça duplo clique em ID do Produto para adicionar este campo à grelha de estrutura.
  3. Na grelha de estrutura, na linha Atualizar Para da coluna ID do Produto, escreva ou cole o seguinte: [Produtos].[Nome do Produto]

 Sugestão    Pode utilizar uma consulta atualização para eliminar valores de campos utilizando uma cadeia vazia ("") ou NULO na linha Atualizar para.

  1. Na linha Critério, escreva ou cole o seguinte: [ID do Produto] Like ([Produtos].[ID])
  2. Pode rever os valores que serão alterados por uma consulta atualização, visualizando a consulta na vista de Folha de Dados.
  3. No separador Estrutura, clique em Vista > Vista de Folha de Dados. A consulta devolve uma lista dos IDs dos Produtos que serão atualizados.
  4. No separador Estrutura, clique em Executar.

Quando abre a tabela Encomendas de Chicago, verá que os valores numéricos no campo ID do Produto foram substituídos pelos nomes de produtos na tabela Produtos. Consulte o artigo sobre como Criar uma consulta atualizar.

Criar uma consulta eliminar

Pode utilizar uma consulta eliminar para eliminar dados das tabelas e para introduzir critérios que especifiquem as linhas que devem ser eliminadas. Uma consulta eliminar fornece uma oportunidade para rever as linhas que serão eliminadas antes de efetuar a eliminação.

 Nota    A opção da consultar eliminar não está disponível nas aplicações do Access.

Por exemplo, digamos que, enquanto se prepara para enviar a tabela Encomendas de Chicago do exemplo anterior ao seu sócio de negócios de Chicago, nota que algumas das linhas contêm vários campos vazios. Decidiu remover essas linhas antes de enviar a tabela. Pode, simplesmente, abrir a tabela e eliminar as linhas manualmente, mas, se tiver muitas linhas para eliminar e tiver critérios claros para as linhas que devem ser eliminadas, poderá considerar útil utilizar uma consulta eliminar.

Pode utilizar uma consulta para eliminar linhas da tabela Encomendas de Chicago que não tenham um valor de ID da Encomenda utilizando o seguinte procedimento:

  1. No separador Criar, clique em Estrutura da Consulta.
  2. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, faça duplo clique em Encomendas de Chicago e feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  3. No separador Estrutura, no grupo Tipo de Consulta, clique em Eliminar. Na grelha de estrutura, as linhas Ordenação e Mostrar desaparecem e aparece a linha Eliminar.
  1. Na tabela Encomendas de Chicago, faça duplo clique em ID da Encomenda para o adicionar à grelha.
  2. Na grelha de estrutura, na linha Critérios da coluna ID da Encomenda, escreva É Nulo.
  3. No separador Estrutura, no grupo Resultados, clique em Executar.

Saiba como criar uma consulta eliminar.

Início da Página Início da Página

 
 
Aplica-se a:
Access 2013