Analisar o andamento do cronograma

Conforme o andamento do projeto, você pode analisar como o trabalho em suas tarefas (tarefa: uma atividade que tem um início e um fim. Os planos de projetos são constituídos por tarefas.) está afetando o cronograma (agenda: o ajuste do tempo e da sequência das tarefas dentro de um projeto. Uma agenda consiste, principalmente, em tarefas, dependências entre tarefas, durações, restrições e informações sobre o projeto orientadas pelo tempo.) geral.

O que deseja fazer?


Analisar diferenças de cronograma

Ao rastrear o andamento do projeto, é possível analisar as diferenças entre o trabalho real (trabalho real: a quantidade de trabalho que foi realizada em uma tarefa ou atribuição. Ao inserir o trabalho real efetuado para uma tarefa, o trabalho restante será calculado de acordo com a fórmula Trabalho restante = Trabalho - Trabalho real. O trabalho real é frequentemente denominado "dados efetivos".), planejado e programado. Isso permite que você avalie se o trabalho no projeto está progredindo conforme o esperado. Você pode comparar valores de trabalho para tarefas como um todo, ou para recursos (recursos: as pessoas, equipamentos e materiais usados para executar as tarefas de um projeto.) e suas atribuições (atribuição: um recurso específico atribuído a uma determinada tarefa.) individuais.

O modo mais fácil de comparar valores de trabalho com o plano original é aplicar a tabela de trabalhos a um modo de exibição de planilha (planilha: representação em planilha [ou seja, em linhas e colunas] de informações sobre tarefas ou recursos. Cada linha especifica uma tarefa ou um recurso individual. Cada coluna [campo] especifica um tipo de informação, como datas de início ou taxas padrão.), como o modo Gráfico de Gantt ou Uso de Recursos. O valor no campo Trabalho representa o valor de trabalho programado atual, mostrando o valor total do trabalho real e do trabalho restante para as tarefas que foram iniciadas e mostrando o valor de trabalho projetado mais recente para as tarefas que ainda não foram iniciadas.

Se você salvou uma linha de base (plano de linha de base: os planos originais [até 11 por projeto] usados para controlar o andamento de um projeto. O plano de linha de base é uma reprodução instantânea da sua agenda no momento em que você salvou a linha de base e inclui informações sobre tarefas, recursos e atribuições.), os valores originais do trabalho planejado serão armazenados no campo Linha de Base. Com esse campo, é possível comparar valores de trabalho do seu plano original com os valores de trabalho programados atualmente. O campo Variação mostra a variação (variação: a diferença entre as informações sobre as tarefas ou recursos da linha de base e agendados. Ocorre geralmente quando você define um plano da linha de base e começa a inserir informações reais na agenda. As variações podem ocorrer no trabalho, nos custos e na agenda.) calculada entre o trabalho planejado e o trabalho programado, ou seja, a diferença entre os campos Linha de Base e Trabalho.

Também é possível analisar os valores de trabalho real nos campos Real. Para tarefas concluídas, os campos Trabalho e Real contêm o mesmo valor.

Compare... Descrição Como?
Trabalho da tarefa atual com o plano original É possível examinar se as tarefas estão usando mais ou menos trabalho que o planejado usando o Gráfico de Gantt com a tabela Trabalho aplicada.

No menu Exibir, clique em Gráfico de Gantt. No menu Exibir, aponte para Tabela e clique em Trabalho. Compare os valores nos campos Trabalho e Linha de Base.

Para verificar a variação entre os campos Trabalho e Linha de Base, analise o campo Variação. Para tarefas concluídas, essa variação representa a diferença entre o trabalho real e o trabalho planejado. Para tarefas em andamento no momento, o campo Trabalho é o total do Trabalho Real e o Trabalho Restante. Para tarefas que ainda não foram iniciadas, o campo Trabalho é a projeção atual e é, freqüentemente, a mesma coisa que a Linha de Base.

O campo Variação compara exatamente os campos Trabalho e Linha de Base; ele não compara outros campos de linha de base (como Linha de Base1, Linha de Base2 e assim por diante).

Tarefa atual e o trabalho de atribuição com o plano original É possível examinar se as tarefas e seus recursos atribuídos estão usando mais ou menos trabalho do que o planejado usando o modo de exibição Uso da Tarefa com a tabela Trabalho aplicada.

No menu Exibir, clique em Uso da Tarefa. No menu Exibir, aponte para Tabela e clique em Trabalho.

Analise os valores totais de trabalho na parte de planilha do modo de exibição. Além do campo Nome da Tarefa, a tabela mostra os campos Trabalho, Linha de Base, Variação, Real, Restante e % trab. concl. (percentual de trabalho concluído). As linhas de resumo mostram os valores totais de trabalho para cada tarefa, enquanto as entradas em itálico mostram os valores individuais de trabalho para cada atribuição.

Analise os valores divididos em fases do trabalho para cada tarefa e atribuição na parte quadro de horários do modo de exibição abaixo de cada intervalo de tempo.

Recurso atual e trabalho de atribuição com o plano original É possível examinar se os recursos e as atribuições estão usando mais ou manos trabalho do que o planejado usando o modo de exibição Uso de Recursos com a tabela Trabalho aplicada.

No menu Exibir, clique em Uso de Recursos. No menu Exibir, aponte para Tabela e clique em Trabalho.

Analise os valores totais de trabalho na parte da planilha do modo de exibição. Além do campo Nome do Recurso, a tabela mostra os campos % Concl. (percentual concluído), Trabalho, Horas Extras, Linha de Base, Variação, Real e Restante. As linhas de resumo mostram os valores totais de trabalho para cada recurso, enquanto as entradas em itálico mostram os valores individuais de trabalho para cada atribuição.

Analise os valores de trabalho divididos em fases para cada recurso e atribuição na parte quadro de horários do modo de exibição em cada período de tempo.

 Observação   Os dados de recurso formam a linha de base no nível de projeto. Como resultado, dados de recurso da linha de base podem variar amplamente dependendo de diversos fatores. Por exemplo, você tem um projeto com muitas tarefas e muitos recursos estão alocados para essas tarefas. Quando você salva uma linha de base, os dados de alocação de recursos são capturados no nível de projeto. Se você adicionar uma tarefa posteriormente e configurar a nova tarefa para acumular no nível de projeto, a linha de base da alocação de recursos não será alterada.

Início da página Início da página

Exibir o trabalho do projeto ao longo do tempo

Ao exibir o trabalho dividido por períodos de tempo, você pode ver o trabalho em períodos que variam de um minuto a um ano.

  1. No menu Exibir, clique em Uso da Tarefa ou em Uso de Recursos.
  2. No menu Formatar, clique em Escala de Tempo e, em seguida, na guia Camada Superior, Camada Intermediária ou Camada Inferior.
  3. Na guia referente à camada da escala de tempo exibida, na caixa Unidades, clique na unidade de tempo que deseja usar.

Por exemplo, para ver o trabalho dividido em semanas e, depois, em dias, clique em Semanas na caixa Unidades da guia Camada Superior e clique em Dias na caixa Unidades da guia Camada Intermediária.

 Observação   Para mostrar menos que três escalas de tempo, selecione as escalas de tempo que devem ser exibidas na lista Mostrar.

  1. Para formatar a aparência da escala de tempo, insira os valores desejados nas caixas Rótulo, Alinhar e Contagem. Marque ou desmarque as caixas de seleção Usar ano fiscal e Separadores verticais. Em seguida, clique em OK.
  2. No menu Formatar, aponte para Detalhes e clique em Trabalho, Trabalho Real, Trabalho Acumulado ou Trabalho da Linha de Base no modo de exibição Uso de Tarefa. Ou, no modo de exibição Uso de Recursos, clique em Trabalho, Trabalho Real, Trabalho Acumulado ou Superalocação.

 Observação   Também é possível exibir o trabalho associado a uma tarefa selecionada usando um modo de exibição combinado (modo de exibição combinado: um modo composto por dois modos de exibição. O modo do painel inferior exibe informações detalhadas sobre as tarefas ou recursos do modo do painel superior. Por exemplo, o modo de exibição Gráfico de Gantt pode aparecer no painel superior, e o modo Formulário de Tarefas, no painel inferior.). Para criar um modo de exibição combinado, selecione o modo que você deseja que apareça no painel (painel: uma seção de uma janela que contém um modo de exibição. Um modo de exibição combinado consiste em dois painéis, por exemplo, o modo Gráfico de Gantt no painel superior e o modo Formulário de Tarefas no painel inferior.) superior do modo de exibição e, no menu Janela, clique em Dividir. Clique no painel inferior e selecione o modo de exibição que você deseja que apareça no painel inferior. O modo de exibição no painel inferior mostra as informações detalhadas sobre as tarefas ou os recursos no modo de exibição do painel superior. Por exemplo, quando você exibir qualquer modo de exibição de tarefas no painel superior e o modo de exibição Uso de Recursos no painel inferior, o modo de exibição no painel inferior mostra os recursos atribuídos às tarefas selecionadas no painel superior juntamente com informações sobre tais recursos. As informações mostradas sobre o recurso pertencem a todas as tarefas atribuídas a cada recurso, não apenas às tarefas selecionadas no painel superior.

Início da página Início da página

Identificar tarefas em atraso

Se tiver definido uma linha de base para o projeto, você pode verificar como as tarefas progridem ao longo do tempo e se as datas de início e término estão adiadas (adiamento: o período de tempo no qual uma tarefa foi atrasada em relação ao plano de linha de base original. O adiamento é a diferença entre a data de início ou de término agendada para uma tarefa e a data de início ou de término da linha de base.). É possível rastrear o andamento comparando a linha de base e as datas de início (data de início: a data em que uma tarefa está agendada para começar. Essa data é baseada na duração, calendários e restrições das tarefas predecessoras e sucessoras. A data de início da tarefa também é baseada em seus próprios calendários e restrições.) e de término (data de término: a data em que uma tarefa está agendada para ser concluída. Essa data baseia-se na data de início, duração, calendários, datas de predecessoras, dependências e restrições da tarefa.) programadas ou reais.

  1. No menu Exibir, clique em Gantt de Controle.
  2. No menu Exibir, aponte para Tabela e clique em Variação.

Se os campos de variação não estiverem visíveis, ajuste o divisor do modo de exibição ou pressione TAB para mover-se entre os campos e exibi-los.

O modo de exibição Gantt de Controle exibe duas barras de tarefas, uma em cima da outra, para cada tarefa. A barra inferior mostra as datas de início e de término da linha de base e a barra superior mostra as datas de início e de término programadas, de modo que você possa ver a diferença entre o seu plano e o cronograma atual.

Também é possível verificar se as datas de início e de término para atribuições de tarefa estão sendo adiadas usando o filtro Atribuições Adiadas. Esse filtro mostra recursos atribuídos a tarefas que ainda não foram concluídas e que foram prorrogadas além da data de término da linha de base. Para usar esse filtro, é preciso ter salvo um plano de linha de base.

  1. No menu Exibir, clique em Uso de Recursos.
  2. No menu Projeto, aponte para Filtro para e clique em Mais Filtros.
  3. Na lista Filtros, clique em Atribuições Adiadas.
  4. Se quiser mostrar apenas as atribuições adiadas, clique em Aplicar. Se quiser mostrar todas as atribuições com um realce colorido nas atribuições adiadas, clique em Realçar.

Início da página Início da página

Localizar margem de atraso no cronograma

O valor da margem de atraso (margem de atraso: o período de tempo pelo qual uma tarefa pode ser adiada sem afetar a data de término de outra tarefa ou do projeto. A margem de atraso permitida é o tempo que uma tarefa pode ser adiada sem atrasar outra tarefa. A margem de atraso total é o tempo que uma tarefa pode ser adiada sem atrasar o projeto.) no cronograma indica o quanto as tarefas podem ser atrasadas antes que a data de término de outras tarefas ou do projeto seja afetada.

  1. No menu Exibir, clique em Mais Modos de Exibição.
  2. Na lista Modos de Exibição, clique em Gantt Detalhado e em Aplicar.
  3. No menu Exibir, aponte para Tabela e clique em Cronograma.

Na parte de gráfico do modo de exibição, a margem de atraso aparece como barras finas à direita das tarefas, com os valores da margem de atraso próximos às barras de Gantt regulares.

Pressione TAB para mover-se até os campos Margem de Atraso Permitida e Margem de Atraso Total, se eles não estiverem visíveis na parte de planilha do modo de exibição.

 Observações 

  • Se você souber onde existem margens de atraso em seu cronograma, você poderá mover tarefas quando determinadas fases do cronograma não tiverem margem de atraso e outras tiverem margem em excesso.
  • Os valores de margem de atraso também podem indicar uma inconsistência do cronograma. Por exemplo, um valor negativo de margem de atraso ocorre quando uma tarefa tem uma dependência término-a-início com a tarefa sucessora, mas esta tem uma restrição Deve Iniciar Em que é anterior ao final da primeira tarefa. A margem de atraso negativa também ocorre quando uma tarefa é programada para terminar após sua data limite.

Início da página Início da página

 
 
Aplica-se a:
Project 2007