Recebo um erro 550, 553 ou de retransmissão proibida ao enviar emails

Sintoma

Quando você está fora de casa e envia um email usando sua conta de email residencial, o email pode retornar com uma mensagem de erro 550, 553 ou de retransmissão proibida. A mesma situação poderia ocorrer se você estivesse fora do escritório e tentasse enviar um email usando sua conta de email comercial.

Resumo

A retransmissão ocorre quando uma mensagem de email é enviada a um endereço cujo domínio (o nome depois do símbolo @, como adatum.com) não é processado pelo servidor SMTP (SMTP: um protocolo comum usado para enviar mensagens pela Internet.), ou servidor de saída, ao qual o remetente está solicitando a entrega da mensagem. O servidor SMTP deve estar conectado a outro servidor SMTP para retransmitir a mensagem.

Quando você envia uma mensagem que encontra um erro de retransmissão, seu servidor de email (de saída) SMTP pode devolver o email com uma mensagem de erro como esta:

  • A mensagem não pôde ser enviada porque um de seus destinatários foi recusado pelo servidor. O endereço de email recusado era nome@exemplo.com'. Assunto: '<Teste>', Conta: '<Teste>', Servidor: 'smtp.exemplo.com', Protocolo: SMTP, Resposta do Servidor: '550 nome@exemplo.com... Retransmissão Negada', Porta: 25, Secure Sockets Layer (SSL): Não, Erro do Servidor: 550, Número do Erro: 0x800CCC79.
  • A mensagem não pôde ser enviada porque um de seus destinatários foi recusado pelo servidor. O endereço de email recusado era '<endereço de email>'. Assunto: '<Teste>', Conta: '<Teste>', Servidor: 'smtp.exemplo.com', Protocolo: SMTP, Resposta do Servidor: '553 este domínio não consta na minha lista de rcpthosts autorizados (#5.7.1)', Porta: 25, Secure Sockets Layer (SSL): Não, Erro do Servidor: 553, Número do Erro: 0x800CCC79.

A mensagem de erro exata pode variar, dependendo do seu provedor de serviços de Internet (provedor de serviços de Internet: uma empresa comercial que fornece acesso à Internet para email, salas de chat ou uso da World Wide Web. Alguns provedores de serviços de Internet são multinacionais, oferecendo acesso em muitos locais, enquanto outros se limitam a uma região específica.). É provável que alguns provedores não retornem uma mensagem de erro ao detectarem mensagens de saída como emails comerciais não solicitados. Nesses casos, sua mensagem poderá aparecer como enviada normalmente, ou seja, ela deixa a Caixa de Saída do Outlook e aparece em Itens Enviados mas, na realidade, não é entregue ao destinatário.  

Ela foi rejeitada porque o servidor de email (de saída) SMTP não o reconheceu como um usuário autorizado.

SMTP é o protocolo (padrões que os computadores usam para se comunicarem entre si) usado pela maioria dos servidores de email para enviar mensagens pela Internet. Quando você usa um programa de email, como o Outlook, que permite armazenar emails em seu computador, precisa de acesso a um servidor SMTP para enviar as mensagens.  

 Observação   Sistemas de email da Web semelhantes ao Windows Live Mail e ao Yahoo! Mail são usados de forma diferente. Este tópico não se aplica a essas contas de email.

Lixo eletrônico e retransmissões abertas

Emails comerciais não solicitados são chamados de lixo eletrônico ou spam. O principal motivo para o volume de lixo eletrônico continuar crescendo é que ele não custa praticamente nada para a pessoa que o envia. Na realidade, os remetentes nem precisam enviar o lixo eletrônico pelo servidor de email (de saída) SMTP do seu provedor. 

A estrutura básica da Internet foi projetada antes que alguém considerasse as implicações de permitir que milhões de mensagens de lixo eletrônico pudessem ser enviadas por uma bagatela. Os remetentes de spam usam a capacidade de retransmissão de servidores SMTP para mascarar a verdadeira origem do lixo eletrônico, retransmitindo-o por servidores de terceiros que permitem retransmissões abertas. Isso faz com que o lixo eletrônico pareça vir de um site que retransmite a mensagem e oculta a identidade do remetente real.

Até recentemente, a maioria dos servidores de email SMTP funcionava em um sistema de confiança aberto. Nesse sistema, qualquer pessoa, em qualquer lugar, poderia enviar um email a um servidor SMTP. O servidor a aceitaria e encaminharia para um destinatário ou outro servidor de email onde a caixa de correio do destinatário estivesse localizada. Em um servidor dito de retransmissão aberta, não havia restrições a quem tinha permissão para enviar através do servidor SMTP.

Restrições do provedor em relação à retransmissão de emails

À medida que o volume de lixo eletrônico aumentou, os administradores de rede, ou seja, as pessoas responsáveis pelo gerenciamento de servidores dos provedores, começaram a colocar restrições nos servidores de email SMTP. Essas restrições ajudam a evitar exatamente que qualquer pessoa use, ou abuse, de um servidor de email. Pense nisso como um telefone no corredor de uma empresa, disponível para qualquer pessoa, independentemente de ela trabalhar ou não na organização. Agora apenas os funcionários têm permissão para usar esse telefone.   

Há vários tipos de restrições em uso hoje em dia:

  • Requer solicitação SMTP     Para enviar mensagens pelo servidor SMTP, além de usar uma senha para acessar o servidor (de entrada) POP3 de seus emails, você também deve fornecer um nome de usuário e uma senha. Normalmente, são a senha e o nome de usuário usados no servidor POP3, mas podem ser diferentes e exclusivos.
  • Requer que você se conecte primeiro ao servidor de email (de entrada) POP3 do provedor     Em geral, você se conecta a um servidor de email (de entrada) POP3 para recuperar novos emails. É necessário fornecer um nome de usuário e uma senha para acessar a caixa de correio. Um administrador de rede pode configurar o servidor para que, caso você se conecte primeiro a um servidor de email POP3 e nele se autentique, o servidor aprove qualquer solicitação que faça para enviar um email pelo servidor de saída SMTP normalmente restrito.
  • Requer que você se conecte a partir de um local de rede autorizado     Quando você está em casa e se conecta ao provedor por uma conexão dial-up, por cabo ou modem DSL, está se conectando diretamente à rede do provedor. Você tem certeza de que tem uma conta no provedor com um nome de usuário e uma senha e está autorizado a usar o servidor SMTP para enviar emails porque é um cliente.
  • Requer que você se conecte a partir de um determinado endereço IP ou de um intervalo de endereços IP Seu provedor pode autorizar o acesso ao servidor SMTP a pessoas que não estão conectadas diretamente na rede. Um usuário remoto em um escritório pode usar esta opção. No entanto, o principal problema é que muitos lugares possuem o que chamamos de endereços IP dinâmicos. Toda vez que você se conecta, não é garantido que tenha o mesmo endereço IP. Algumas empresas podem ter um bloco reservado ou um intervalo de endereços IP. Seu provedor pode autorizar conexões desses endereços IP como usuários aprovados. Para obter informações adicionais, consulte seu provedor.

Existem muitos cenários possíveis para retransmissão. As situações a seguir são as mais comuns. Veja se você se encaixa em uma delas.

Situação É retransmissão?
Você está em casa e possui uma conta de provedor que termina em @proseware.com à qual você se conecta por conexão dial-up, cabo ou modem DSL. Você envia um email a outra pessoa cujo endereço também termina em @proseware.com. Não. Seu email deve ser processado normalmente.
Como na primeira situação, com a diferença de que você envia um email a uma pessoa cujo endereço termina em @adatum.com Sim, mas não é bloqueada. Você está conectado diretamente ao provedor e, por isso, está autorizado a enviar emails pelo servidor (de saída) SMTP do provedor para qualquer endereço de email, não importa onde a caixa de correio do destinatário esteja localizada.
Você está no trabalho. Seu endereço de email comercial termina em @thephone-company.com, e você tem uma conta de provedor em casa que termina em @proseware.com à qual você se conecta por conexão dial-up, cabo ou modem DSL. No Outlook, você tem as mesmas configurações do servidor SMTP que usa em casa. Você envia um email a uma pessoa cujo endereço também termina em @proseware.com. Não. Seu email deve ser processado normalmente.
Como na situação anterior, exceto pelo fato de que você envia um email a uma pessoa cujo endereço termina em@adatum.com. Sim, e esta mensagem pode ser bloqueada como mensagem de retransmissão. Você está tentando usar seu servidor (de saída) SMTP do provedor de casa sem estar conectado à rede do provedor. O servidor SMTP não pode validar você como um assinante autorizado do provedor. Além disso, você está solicitando que esse servidor SMTP aceite sua mensagem e depois se conecte a outro servidor SMTP para entregá-la na caixa de correio do destinatário.
Você está hospedado em um hotel ou está usando o quiosque de Internet de um aeroporto que dá acesso à Internet. Você tem uma conta de provedor em casa que termina em @proseware.com à qual você se conecta por conexão dial-up, cabo ou modem DSL. No Outlook, você tem as mesmas configurações do servidor SMTP que usa em casa. Você envia um email a outra pessoa cujo endereço também termina em @proseware.com . Não. Seu email deve ser processado normalmente.
Como na situação anterior, a não ser pelo fato de que você envia um email a uma pessoa cujo endereço termina em @adatum.com. Sim, e esta mensagem pode ser bloqueada como mensagem de retransmissão. Você está tentando usar seu servidor (de saída) SMTP do provedor de casa sem estar conectado à rede do provedor. O servidor SMTP não pode validar você como um assinante autorizado do provedor. Além disso, você está solicitando que o servidor SMTP aceite sua mensagem e depois se conecte a outro servidor SMTP para entregá-a caixa de correio do destinatário.

Resoluções

Se você estiver usando uma situação considerada retransmissão, deverá enviar a mensagem através do servidor da conexão atual. Isso significa que, se você estiver no trabalho ou fora de casa, não estiver usando seu provedor para se conectar à Internet e quiser enviar uma mensagem da sua conta de email do provedor em casa, deverá alterar as configurações da sua conta de email para especificar o servidor SMTP usado em seu local (por exemplo, seu servidor SMTP no trabalho).

  1. No menu Ferramentas, clique em Configurações de Conta.
  2. Na guia Email, clique na conta que deseja modificar e clique em Alterar.
  3. Na caixa de diálogo Alterar Conta de Email, em Informações do Servidor, na caixa de texto Servidor de saída de emails, digite o nome do servidor de email local de sua conexão atual.

Por exemplo, se estiver modificando sua conta de email residencial no trabalho, digite o nome do servidor de email do trabalho.

Caixa de diálogo Alterar Conta de Email

Se essa solução não funcionar ou você preferir usar sua conta de provedor residencial, a próxima etapa é contatar seu provedor e perguntar se uma das opções descritas anteriormente está disponível. Pois quanto às duas primeiras restrições — requer autenticação SMTP ou que você se conecte primeiro ao servidor de email (de entrada) POP3 do provedor — você pode fazer alterações no Outlook, em Configurações de Conta.

  1. No menu Ferramentas, clique em Configurações de Conta.
  2. Na guia Email, clique na conta que deseja modificar e clique em Alterar.
  3. Na caixa de diálogo Alterar Conta de Email, clique em Mais Configurações.
  4. Na guia Servidor de Saída, marque a caixa de seleção Meu servidor de saída (SMTP) requer autenticação.
  5. Escolha uma destas opções:
    • Clique em Usar mesmas config. do servidor de entrada de emails. Essa é a opção mais comum.
    • Clique em Fazer logon usando e digite Nome de Usuário e Senha.
    • Clique em Fazer logon no servidor de entrada de emails antes de enviar email.

Ainda não consegue enviar emails?

Você alterou suas configurações de SMTP no Outlook ou encontrou uma opção que permite enviar emails. Mesmo assim, ainda não consegue enviar emails e recebe uma mensagem de erro.

É possível que você tenha feito tudo certo mas se deparou com outro recurso de segurança que os administradores de rede costumam usar para evitar falsificação de identidade. Falsificação de identidade é uma forma simples de enviar um email disfarçando quem você realmente é.

O Outlook, como a maioria dos programas de email, permite especificar o "nome para exibição" e o endereço de email de retorno que aparecem quando alguém clica em Responder à sua mensagem. Quase sempre as informações contidas nesses campos do lixo eletrônico são falsas. Ou você acha que as mensagens que recebeu sobre um esquema para ficar rico do dia para a noite realmente foram enviadas por um líder mundial ou uma top model?

Para evitar falsificação de identidade, alguns provedores restringem a inserção de informações falsas no campo do endereço de email da resposta. Por exemplo, se o nome de domínio de seu provedor termina em proseware.com, o provedor poderia não permitir que você configurasse seu endereço de retorno de email como terri@contoso.com. Essa restrição não costuma ser usada como as restrições descritas anteriormente, mas pode ser aplicada a todos os usuários, seja qual for seu local e conexão. Não há outra alternativa. Se o administrador do seu servidor estiver usando esse método, você será obrigado a especificar um domínio de endereço de email de retorno que coincida com sua conexão atual.

 
 
Aplica-se a:
Outlook 2007