Remover ou permitir uma referência circular

Quando uma fórmula (fórmula: uma sequência de valores, referências de células, nomes, funções ou operadores em uma célula que juntos produzem um novo valor. Uma fórmula sempre começa com um sinal de igual (=).) faz referência à célula em que está contida, tanto direta como indiretamente, ela cria uma referência circular. O exemplo de uma referência direta é uma fórmula na célula A1 que contém o endereço da célula A1. Um exemplo de referência indireta é quando a fórmula na célula A1 faz referência a B1 que, por sua vez, faz referência à célula A1.

A referência circular em uma célula pode confundir os usuários da sua pasta de trabalho, exibindo um resultado inesperado na célula e uma mensagem de aviso. Além disso, em algumas condições, a referência circular pode impactar de forma significativa o desempenho, já que ela faz com que a fórmula seja calculada várias vezes (isso só acontece quando uma opção específica no Microsoft Excel é alterada da sua configuração padrão). Consulte a seção Saber sobre o cálculo iterativo para obter mais informações.

Por exemplo, se você inserir uma fórmula na célula A1, como =A1/A1 ou =A1+A2, o Excel não calculará corretamente o resultado, pois a fórmula em A1 depende da própria célula A1. Como o Excel não consegue resolver essa referência circular, 0 é exibido na célula.

O Excel retorna 0 na célula quando encontra uma referência circular e quando não há um valor pré-existente nessa célula. No entanto, algumas fórmulas (como as que usam a função SE) retornam um valor na célula e, se determinada condição depois for atendida, elas são resolvidas como referência circular. O valor nessa célula não é alterado para 0, mesmo quando inclui uma referência circular.

O que você deseja fazer?


Localizar e remover uma referência circular

Se uma mensagem de erro sobre a criação de uma referência circular aparecer quando você inserir uma fórmula, provavelmente você terá criado um referência circular não intencional. Nesse caso, localize e remova a referência incorreta.

Não tente excluir a fórmula apenas porque ela cria uma referência circular, você deve tentar corrigi-la. Se não foi você que criou a fórmula que está retornando uma referência circular, entre em contato com a pessoa que você acha que a criou para descobrir sua finalidade.

  1. Se você apenas inseriu uma fórmula, convém começar com a célula na qual a inseriu. Verifique se você faz referência à própria célula. Por exemplo, a célula A3 pode incluir a fórmula =(A1+A2)/A3. Uma causa comum de referência circular é a fórmula SOMA com uma referência a si mesmo; por exemplo, =SOMA(A1:A12), na célula A12.
  2. Na guia Fórmulas, no grupo Auditoria de Fórmulas, clique na seta ao lado do botão Verificação de Erro, aponte para Referências Circulares e, em seguida, clique na primeira célula listada no submenu.

Menu de referências circulares na guia Auditoria de Fórmulas

Dica    É possível mover entre as células em uma referência circular clicando duas vezes nas setas rastreadoras (setas rastreadoras: setas que mostram a relação entre a célula ativa e suas células relacionadas. As setas rastreadoras são azuis quando apontam de uma célula que fornece dados para outra célula; e são vermelhas se uma célula contém um valor de erro, como #DIV/0!.). As setas rastreadoras indicam as células que afetam o valor da célula selecionada no momento. Exiba as setas rastreadoras clicando em Rastrear Precedentes ou Rastrear Dependentes no grupo Auditoria de Fórmulas da guia Fórmulas. A imagem a seguir mostra as setas rastreadoras que apontam para A3, uma célula com referência circular.

Setas rastreadoras

  1. Revise a fórmula na célula. Se você não conseguir determinar se a célula é a causa da referência circular, clique na próxima célula no submenu Referências Circulares.

Nota    A barra de status mostra "Referências Circulares" seguido do endereço da célula de no máximo uma referência circular (por exemplo, “Referências Circulares: A3”). Se houver referências circulares em outras planilhas, mas não na planilha ativa, a barra de status exibirá apenas “Referências Circulares” sem nenhum endereço de célula.

Indicador de referência circular na barra de status

  1. Continue revisando e corrigindo as referências circulares na pasta de trabalho, repetindo qualquer uma ou todas as etapas de 1 a 3, até a barra de status não exibir mais "Referências Circulares".

Início da página Início da página

Saber sobre a mensagem de aviso de referência circular

A primeira vez que o Excel detecta uma referência circular, ele mostra uma mensagem de aviso. Clique no botão Ajuda na mensagem para obter informações sobre as referências circulares ou clique em OK ou feche a janela para ignorar a mensagem. Quando você clica em OK ou ignora a mensagem de aviso, o Excel aceita a fórmula na célula e (na maioria dos casos) exibe 0.

Aviso de referência circular

Importante    Em muitos casos, quando você cria fórmulas adicionais com referências circulares, o Excel não exibe novamente a mensagem de aviso. A lista a seguir mostra alguns cenários, mas não todos, em que a mensagem de aviso aparece:

  • Você cria a primeira instância de uma referência circular em qualquer pasta de trabalho aberta
  • Você remove todas as referências circulares de todas as pastas de trabalho abertas e depois cria uma nova referência circular
  • Você fecha todas as pastas de trabalho, cria uma nova pasta de trabalho e insere uma fórmula que inclui uma referência circular
  • Você abre uma pasta de trabalho salva que inclui uma referência circular
  • Sem nenhuma pasta de trabalho aberta, você abre uma pasta de trabalho salva e depois cria uma referência circular

Início da página Início da página

Saber sobre o cálculo iterativo

Iteração é o recálculo repetido de uma planilha até que uma condição numérica específica seja satisfeita. A iteração pode afetar significativamente o desempenho. Por padrão, os cálculos iterativos estão desabilitados no Excel.

Importante    A menos que você seja um usuário avançado do Excel e esteja totalmente familiarizado com os cálculos iterativos, possivelmente não vai querer manter as referências circulares intactas.

Para manter a referência circular, habilite os cálculos iterativos, mas determine quantas vezes a fórmula deverá ser recalculada. Quando os cálculos iterativos são habilitados sem a alteração dos valores do número máximo de iterações ou de alterações, o Excel para de calcular após 100 iterações ou depois que todos os valores da referência circular são alterados por menos de 0,001 entre as interações, o que acontecer primeiro. No entanto, é possível controlar o número máximo de iterações e a quantidade aceitável de alterações.

  1. Clique na guia Arquivo, em Opções e depois em Fórmulas.
  2. Na seção Opções de cálculo, marque a caixa de seleção Habilitar cálculo iterativo.
  3. Para definir o número máximo de vezes que o Excel recalculará, digite o número de iterações na caixa Nº máx. de Iterações. Quanto maior o número de iterações, mais tempo será necessário para que o Excel calcule uma planilha.
  4. Na caixa Alteração Máxima, digite o menor valor exigido para que a iteração continue. Quanto menor o número, mais preciso será o resultado e mais tempo o Excel precisará para calcular uma planilha.

São três os possíveis resultados de um cálculo iterativo:

  • A solução converge, significando que um resultado final estável foi atingido. Essa é a condição desejável.
  • A solução diverge, significando que, de iteração para iteração, a diferença entre o resultado atual e anterior aumenta.
  • A solução alterna entre dois valores; por exemplo, após a primeira iteração, o resultado é 1, após a iteração seguinte, o resultado é 10, após a iteração seguinte, o resultado é 1, e assim por diante.

Início da página Início da página

 
 
Aplica-se a:
Excel 2010