Introdução às consultas

Quando desejar revisar, adicionar, alterar ou excluir dados de seu banco de dados, considere a possibilidade de usar uma consulta.

Usando uma consulta, você pode responder perguntas muito específicas sobre seus dados que seriam difíceis de responder observando os dados da tabela diretamente. Você pode usar consultas para filtrar dados, executar cálculos com os dados e resumir os dados. Também é possível usar consultas para automatizar muitas tarefas de gerenciamento de dados e para revisar alterações nos dados antes de confirmar essas alterações.

 Observação   Funções de consulta agregadas, como Soma ou Contagem, não estão disponíveis em consultas à Web.

Usar consultas torna muitas tarefas de banco de dados mais fáceis

Neste artigo


Visão geral

Uma consulta é uma solicitação de resultados de dados, de ação sobre os dados ou ambas. Você pode usar uma consulta para fazer uma pergunta simples, realizar cálculos, combinar dados de diferentes tabelas ou até mesmo adicionar, alterar ou excluir dados de tabelas. As consultas que você usa para recuperar dados de uma tabela ou para fazer cálculos são denominadas consultas seleção. As consultas que adicionam, alteram ou excluem dados são denominadas consultas ação.

Este artigo oferece informações básicas sobre consultas e fornece exemplos dos diversos tipos de consultas. Para obter mais informações sobre cada tipo de consulta, pesquise na Ajuda ou clique nos links da seção Consulte também deste artigo.

Você também pode usar uma consulta para fornecer dados para um formulário ou relatório. Em um banco de dados bem estruturado, os dados que você deseja apresentar usando um formulário ou relatório geralmente estão localizados em várias tabelas diferentes. Usando uma consulta, você pode reunir os dados que deseja usar antes de criar seu formulário ou relatório.

Para obter mais informações sobre o uso de uma consulta para fornecer dados para formulários e relatórios, consulte os links na seção Consulte também ou pesquise na Ajuda.

Abrir uma consulta existente

Se você não estiver familiarizado com o Painel de Navegação, pode não saber como abrir uma consulta que já exista. O Painel de Navegação é um recurso que substitui a Janela Banco de dados de versões anteriores ao Access 2007. Você verá o Painel de Navegação ao longo do lado esquerdo da tela.

Para abrir qualquer objeto do banco de dados, incluindo uma consulta, você pode clicar duas vezes no objeto do Painel de Navegação.

Use o banco de dados Northwind para seguir os exemplos

 Observação   Os exemplos deste artigo utilizam um banco de dados criado através do modelo de banco de dados Northwind 2010.

  1. Clique na guia Arquivo e clique em Novo.
  2. No painel intermediário em Modelos Disponíveis, clique em Modelos de Exemplo e clique em Northwind.
  3. No painel direito, revise o nome do arquivo do banco de dados na caixa Nome do Arquivo e faça quaisquer alterações no nome. Você também pode procurar um local de arquivo diferente clicando no ícone da pasta.
  4. Clique em Criar.
  5. Siga as instruções na página Northwind Traders (na guia de objeto Tela de Inicialização) para abrir o banco de dados e feche a janela Caixa de Diálogo de Logon.

Início da página Início da página

Examinar um subconjunto de dados em uma tabela

Em algumas situações, convém revisar todos os dados de uma tabela, mas em outros momentos é recomendável revisar apenas os dados de determinados campos ou revisar os dados somente se determinados campos satisfizerem determinados critérios. Para revisar alguns dos dados em uma tabela, use uma consulta seleção.

Suponha que você deseje revisar uma lista de produtos e seus preços. Você pode criar uma consulta que retorne informações de produtos e preços usando o seguinte procedimento:

  1. Abra o banco de dados de Northwind que você configurou anteriormente usando estas etapas.
  2. Na guia Criar, no grupo Macros e Código, clique em Design de Consulta.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, na guia Tabelas, clique duas vezes em Produtos.
  4. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  5. Na tabela Produtos, clique duas vezes em Nome do Produto e Preço de Lista para adicionar esses campos à grade de design (grade de design: a grade usada para criar uma consulta ou um filtro no modo Design de consulta ou na janela Filtrar/Classificar Avançado. Em consultas, essa grade era anteriormente conhecida como grade QBE.) da consulta.
  6. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

A consulta é executada e, em seguida, exibe uma lista de produtos e seus preços.

Início da página Início da página

Revisar dados de mais de uma tabela simultaneamente

As tabelas em um banco de dados bem estruturado têm relacionamentos (relação: uma associação estabelecida entre campos comuns (colunas) em duas tabelas. A relação pode ser um-para-um, um-para-muitos ou muitos-para-muitos.) lógicos umas com as outras. Esses relacionamentos existem com base nos campos que as tabelas têm em comum. Quando você desejar revisar dados de tabelas relacionadas, use uma consulta seleção.

Suponha que você deseje revisar os pedidos dos clientes situados em uma cidade específica. Os dados sobre os pedidos e os dados sobre os clientes são armazenados em duas tabelas no mesmo banco de dados. Cada tabela tem um campo Código do Cliente, que constitui a base de um relacionamento um-para-muitos (relação um-para-muitos: uma associação entre duas tabelas em que o valor da chave primária de cada registro na tabela primária corresponde ao valor do campo correspondente, ou campos correspondentes, de vários registros na tabela relacionada.) entre as duas tabelas. Você pode criar uma consulta que retorne pedidos de clientes em uma cidade específica, por exemplo, Las Vegas, usando o seguinte procedimento:

  1. Abra o banco de dados de Northwind que você configurou anteriormente usando estas etapas.
  2. Na guia Criar, no grupo Macros e Código, clique em Design de Consulta.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, na guia Tabelas, clique duas vezes em Clientes e em Pedidos
  4. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.

Observe a linha, chamada junção, que conecta o campo ID na tabela Clientes e o campo ID de Cliente na Tabela Pedidos. Essa lista mostra o relacionamento entre as duas tabelas.

  1. Na tabela Clientes, clique duas vezes em Empresa e Cidade para adicionar esses campos à grade de design da consulta.
  2. Na grade de design da consulta, na coluna Cidade, desmarque a caixa de seleção na linha Mostrar.
  3. Na linha Critérios da coluna Cidade, digite Las Vegas.

Desmarcar a caixa de seleção Mostrar evita que a consulta exiba a cidade nesses resultados e digitar Las Vegas na linha Critérios especifica que você deseja ver somente registros onde o valor do campo Cidade é Las Vegas. Nesse caso, a consulta retorna apenas os clientes que estão localizados em Las Vegas — Empresa L e Empresa AA.

Observe que você não precisa exibir um campo para usá-lo com um critério.

  1. Na tabela Pedidos, clique duas vezes em Código do Pedido e Data do Pedido para adicionar esses campos às duas colunas seguintes da grade de design da consulta.
  2. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

A consulta é executada e exibe uma lista de pedidos para clientes de Las Vegas.

  1. Pressione CTRL+S para salvar a consulta.

A caixa de diálogo Salvar Como é exibida.

  1. Na caixa Nome da Consulta, digite Pedidos por Cidade e clique em OK

Início da página Início da página

Fazer variações de uma pergunta usando parâmetros com uma consulta

Em algumas situações, convém executar uma consulta que seja apenas ligeiramente diferente de uma consulta existente. Você pode alterar a consulta original para usar os novos critérios; contudo, se você desejar executar com frequência variações de uma consulta específica, considere a possibilidade de usar uma consulta parâmetro. Ao ser executada, uma consulta parâmetro solicita valores de campos e, em seguida, usa os valores fornecidos para criar critérios para a consulta.

No exemplo anterior, você criou uma consulta que retorna pedidos de clientes localizados em Las Vegas. É possível modificar a consulta para que ela solicite que você especifique a cidade sempre que for executá-la, usando o seguinte procedimento:

  1. Abra o banco de dados de Northwind que você configurou anteriormente usando estas etapas.
  2. Clique na Barra de Redimensionamento para exibir o Painel de Navegação.

 Observação   Esta etapa não será necessária se o Painel de Navegação estiver exibido.

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na consulta denominada Pedidos por Cidade (que você criou na seção anterior) e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na grade de design de consulta, na linha Critérios da coluna Cidade, exclua Las Vegas e digite [Para qual cidade?].

A cadeia de caracteres [Para qual cidade?] é seu prompt de parâmetro. Os colchetes indicam que você deseja que a consulta solicite uma entrada e o texto (nesse caso, Para qual cidade?) é a pergunta que o prompt de parâmetro exibe.

 Observação   Não podem ser usados pontos (.) nem exclamações (!) como texto em um prompt de parâmetro.

  1. Marque a caixa de seleção na linha Mostrar da coluna Cidade, para que os resultados da consulta exibam a cidade.
  2. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

A consulta solicita que você digite um valor para Cidade.

  1. Digite Nova York e pressione ENTER.

A consulta é executada e, em seguida, exibe pedidos de clientes em Nova York.

Mas e se você não sabe que valores pode especificar? Para tornar seu parâmetro mais flexível, você pode usar caracteres curinga como parte da solicitação:

  1. Na guia Página Inicial, no grupo Modos de Exibição, clique em Modo de Exibição e depois em Modo Design.
  2. Na grade de design da consulta, na linha Critérios da coluna Cidade, digite Como [Para qual cidade?]&"*".

Nessa solicitação de parâmetro, a palavra-chave Como, o E comercial (&) e o asterisco (*) entre aspas permitem que o usuário digite uma combinação de caracteres, inclusive caracteres curinga, para retornar diversos resultados. Por exemplo, se o usuário digitar *, a consulta retornará todas as cidades; se digitar L, a consulta retornará todas as cidades que começam com a letra "L"; e se digitar *s*, a consulta retornará todas as cidades que contêm a letra "s".

  1. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

Na solicitação de consulta, digite Nova e pressione ENTER.

  1. A consulta é executada e, em seguida, exibe pedidos de clientes em Nova York.

Especificar tipos de dados de parâmetro

Você também pode especificar que tipo de dados um parâmetro deve aceitar. Você pode definir o tipo de dados para qualquer parâmetro, mas é especialmente importante definir o tipo de dados para dados numéricos, de moeda ou de data/hora. Quando você especifica o tipo de dados que um parâmetro deve aceitar, os usuários verão uma mensagem de erro mais útil se digitarem o tipo errado de dados, como digitar texto quando se espera moeda.

 Observação   Se um parâmetro estiver definido para aceitar dados de texto, qualquer entrada será interpretada como texto e nenhuma mensagem de erro será exibida.

Para especificar o tipo de dados para os parâmetros de uma consulta, use o seguinte procedimento:

  1. Com a consulta aberta no modo Design, na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Parâmetros.
  2. Na caixa de diálogo Parâmetros da Consulta, na coluna Parâmetro, digite o prompt correspondente a cada parâmetro para o qual você deseja especificar o tipo de dados. Verifique se cada parâmetro corresponde ao prompt usado na linha Critérios da grade de design da consulta.
  3. Na coluna Tipo de Dados, selecione o tipo de dados para cada parâmetro.

Início da página Início da página

Fazer cálculos com base nos dados

Na maior parte do tempo, você não usa tabelas para armazenar valores calculados com base em dados no mesmo banco de dados. Por exemplo, a tabela Detalhes do Pedido no Northwind 2007 não armazena subtotais de produtos, porque o subtotal para qualquer produto é calculado usando dados que estão armazenados nos campos Quantidade, Preço Unitário e Desconto da tabela Detalhes do Pedido.

Em alguns casos, os valores calculados podem ficar desatualizados, porque os valores em que se baseiam mudam. Por exemplo, não convém armazenar a idade de alguém em uma tabela, porque, todo ano, você teria que atualizar o valor; em vez disso, armazena-se a data de nascimento da pessoa e usa-se uma expressão em uma consulta para calcular a idade da pessoa.

Use o procedimento a seguir para criar uma consulta que calcula subtotais de produtos com base em dados da tabela Detalhes do Pedido.

  1. Abra o banco de dados de Northwind que você configurou anteriormente usando estas etapas.
  2. Na guia Criar, no grupo Macros e Código, clique em Design de Consulta.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, na guia Tabelas, clique duas vezes em Detalhes do Pedido.
  4. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  5. Na tabela Detalhes do Pedido, clique duas vezes em Código do Produto para adicionar esse campo à primeira coluna da grade de design da consulta.
  6. Na segunda coluna da grade, clique com o botão direito do mouse na linha Campo e clique em Zoom no menu de atalho.
  7. Na caixa Zoom, digite ou cole o seguinte:

Subtotal: ([Quantidade]*[Preço Unitário])-([Quantidade]*[Preço Unitário]*[Desconto])

Clique em OK.

Esse é o campo calculado. O campo calculado multiplica a quantidade de cada produto pelo preço unitário desse produto, multiplica a quantidade de cada produto pelo preço unitário e o desconto desse produto e, em seguida, subtrai o desconto total do preço unitário total.

  1. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

A consulta é executada e, em seguida, exibe uma lista de produtos e subtotais, por pedido.

  1. Pressione CTRL+S para salvar a consulta e dê à ela o nome Subtotais de Produtos.

Início da página Início da página

Examinar dados resumidos ou agregados

Quando você usa tabelas para registrar transações ou armazenar dados numéricos recorrentes, é útil poder revisar esses dados de forma agregada, como em somas ou médias.

O Access permite que você revise os dados agregados simples em qualquer folha de dados (folha de dados: dados de uma tabela, um formulário, uma consulta, um modo de exibição ou um procedimento armazenado exibido em um formato de linha e coluna.) adicionando uma linha Total. Uma linha Total é uma linha na parte inferior da folha de dados que pode exibir uma soma acumulada ou outro valor agregado.

 Observação   Você não pode adicionar uma linha Total a uma folha de dados de uma consulta à Web.

Você pode adicionar uma linha Total à consulta Subtotal dos produtos que você criou no exemplo anterior usando o procedimento a seguir:

  1. Execute a consulta Subtotais de Produtos e deixe os resultados abertos no modo Folha de Dados (modo Folha de Dados: uma janela que exibe dados de uma tabela, um formulário, uma consulta, um modo de exibição ou um procedimento armazenado em um formato de linha e coluna. No modo Folha de Dados, é possível editar campos, bem como adicionar, excluir e pesquisar dados.).
  2. Na guia Página Inicial, no grupo Registros, clique em Totais.

Uma nova linha aparece na parte inferior da folha de dados, com a palavra Total na primeira coluna.

  1. Clique na célula na última linha da folha de dados denominada Total.

Observe que uma seta aparece na célula.

  1. Clique na seta para exibir as funções agregadas disponíveis.

Como a coluna contém dados de texto, há apenas duas opções: Nenhuma e Contar.

  1. Selecione Contar.

O conteúdo da célula muda de Total para uma contagem dos valores da coluna.

  1. Clique na célula adjacente (a segunda coluna).

Observe que uma seta aparece na célula.

  1. Clique na seta e, em seguida, clique em Soma.

O campo exibe uma soma dos valores da coluna.

  1. Deixe a consulta aberta no modo Folha de Dados.

Criar uma consulta de totais para resumos mais complexos

A linha Total em uma folha de dados é muito útil, mas, para perguntas mais complexas, você usa uma consulta de totais. Uma consulta de totais é uma consulta seleção que permite agrupar e resumir dados. Por exemplo, suponha que você deseje ver as vendas totais por produto. Em uma consulta de totais, você pode usar Soma, uma função de agregação (função de agregação: uma função, como Soma, Contar, Méd ou Var, que você usa para calcular totais.), para ver as vendas totais por produto.

 Observação   Você não pode usar funções agregadas em uma consulta à Web.

Use o procedimento a seguir para modificar a consulta Subtotais de Produtos de modo a fazer com que ela resuma subtotais de produtos por produto.

  1. Na guia Página Inicial, no grupo Modos de Exibição, clique em Modo de Exibição e depois em Modo Design.

A consulta Subtotais de Produtos é aberta no modo Design.

  1. Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Totais.

A linha Totais é exibida na grade de design da consulta.

 Observação   Embora tenham nomes semelhantes, a linha Totais na grade de design e a linha Total em uma folha de dados não são a mesma coisa:

  • Você pode agrupar por valores de campos usando a linha Totais na grade de design.
  • Você pode adicionar uma linha Total de folha de dados aos resultados de uma consulta de totais.
  • Quando usa a linha Totais na grade de design, você deve escolher uma função de agregação para cada campo. Se não quiser realizar um cálculo em um campo, você pode agrupar pelo campo.
  1. Na segunda coluna da grade de design, na linha Total, selecione Soma na lista suspensa.
  2. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

A consulta é executada e, em seguida, exibe uma lista de produtos com subtotais.

  1. Pressione CTRL+S para salvar a consulta. Deixe a consulta aberta.

Criar uma consulta de tabela de referência cruzada para adicionar outro nível de agrupamento

Agora, suponha que você deseje revisar subtotais de produtos, mas também deseje agregar por mês, de tal modo que cada linha mostre subtotais referentes a um produto e cada coluna mostre subtotais de produtos referentes a um mês. Para mostrar subtotais referentes a um produto e para mostrar subtotais de produtos referentes a um mês, use uma consulta de tabela de referência cruzada (consulta de tabela de referência cruzada: uma consulta que calcula uma soma, média, contagem ou outro tipo de total em registros e agrupa o resultado levando em consideração dois tipos de informação: uma na vertical no lado esquerdo da folha de dados e outra na horizontal na parte superior desta.).

 Observação   Você não pode criar uma consulta à Web que seja uma consulta de tabela de referência cruzada.

Você pode modificar a consulta Subtotais de Produtos novamente de tal modo que a consulta retorne linhas de subtotais de produtos e colunas de subtotais mensais.

  1. Na guia Página Inicial, no grupo Modos de Exibição, clique em Modo de Exibição e depois em Modo Design.
  2. No grupo Configuração da Consulta, clique em Mostrar Tabela.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, clique duas vezes em Pedidos e, em seguida, clique em Fechar.
  4. Na guia Design, no grupo Tipo de Consulta, clique em Referência cruzada.

Na grade de design, a linha Mostrar está oculta, e a linha Referência cruzada é exibida.

  1. Na terceira coluna da grade de design, clique com o botão direito do mouse na linha Campo e clique em Zoom no menu de atalho. A caixa Zoom é aberta.
  2. Na caixa Zoom, digite ou cole o seguinte:

Mês: "Mês " & PartData("m", [Data do Pedido])

  1. Clique em OK.
  2. Na linha Referência cruzada, selecione os seguintes valores na lista suspensa: Título de Linha para a primeira coluna, Valor para a segunda coluna e Título de Coluna para a terceira coluna.
  3. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

A consulta é executada e, em seguida, exibe subtotais de produtos, agregados por mês.

  1. Pressione CTRL+S para salvar a consulta.

Início da página Início da página

Criar uma nova tabela usando dados de outras tabelas

Você pode usar uma consulta criar tabela para criar uma nova tabela a partir de dados armazenados em outras tabelas.

 Observação   Você não pode criar uma consulta à Web que seja uma consulta criar tabela.

Por exemplo, suponha que você deseje enviar dados de pedidos de Chicago a um parceiro comercial de Chicago que usa o Access para preparar relatórios. Em vez de enviar todos os seus dados de pedidos, você deseja restringir os dados que envia a dados específicos de pedidos de Chicago.

Você pode criar uma consulta seleção que contenha dados de pedidos de Chicago e usar a consulta seleção para criar a nova tabela usando o seguinte procedimento:

  1. Abra o banco de dados de Northwind que você configurou anteriormente usando estas etapas.
  2. Para realizar uma consulta criar tabela, você pode precisar habilitar o conteúdo do banco de dados usando a Barra de Mensagens, que aparece abaixo da Faixa de Opções, se o banco de dados não for confiável quando abri-lo.

MostrarMostre-me como habilitar o banco de dados

  • Na Barra de Mensagens, clique em Habilitar conteúdo.

 Observação   Se o seu banco de dados estiver em um local confiável, a Barra de Mensagens não aparecerá e não será necessário habilitar o conteúdo.

  1. Feche o formulário Caixa de Diálogo de Logon.
  2. Na guia Criar, no grupo Macros e Código, clique em Design de Consulta.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, clique duas vezes em Detalhes do Pedido e em Pedidos.
  4. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  5. Na tabela Pedidos, clique duas vezes em Código do Cliente e Cidade da Remessa para adicionar esses campos à grade de design.
  6. Na tabela Detalhes do Pedido, clique duas vezes em Código do Pedido, Código do Produto, Quantidade, Preço Unitário e Desconto para adicionar esses campos à grade de design.
  7. Na coluna Cidade da Remessa da grade de design, desmarque a caixa na linha Mostrar. Na linha Critérios, digite 'Chicago' (inclua as aspas simples).

Verifique os resultados da consulta antes de usá-los para criar a tabela.

  1. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.
  2. Pressione CTRL+S para salvar a consulta.

A caixa de diálogo Salvar Como é exibida.

  1. Na caixa Nome da Consulta, digite Consulta de Pedidos de Chicago e clique em OK
  2. Na guia Página Inicial, no grupo Modos de Exibição, clique em Modo de Exibição e depois em Modo Design.
  3. Na guia Design, no grupo Tipo de Consulta, clique em Criar Tabela.

A caixa de diálogo Criar Tabela é exibida.

  1. Na caixa de diálogo Criar Tabela, na caixa Nome da Tabela, digite Pedidos de Chicago e clique em OK.
  2. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.
  3. Na caixa de diálogo de confirmação, clique em Sim para confirmar.

A nova tabela é criada e aparece no Painel de Navegação.

 Observação   Se já existir uma tabela com o nome especificado, essa tabela será excluída antes de a consulta ser executada.

  1. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

Como a tabela Pedidos de Chicago existe, uma caixa de diálogo de aviso aparecerá.

  1. Clique em Não para cancelar a ação e descartar a caixa de diálogo.

Início da página Início da página

Adicionar dados a uma tabela usando dados de outras tabelas

Você pode usar uma consulta acréscimo para recuperar dados de uma ou mais tabelas e adicionar esses dados a outra tabela.

 Observação   Você não pode criar uma consulta à Web que seja uma consulta acréscimo.

Suponha que você tenha criado uma tabela para compartilhá-la com um parceiro comercial de Chicago, mas tenha percebido que o parceiro também trabalha com clientes da área de Milwaukee. Você deseja adicionar linhas que contenham dados da área de Milwaukee à tabela antes de compartilhá-la com seu parceiro.

É possível adicionar dados da área de Milwaukee à tabela Pedidos de Chicago que você criou no exemplo anterior usando o seguinte procedimento:

  1. Abra a consulta denominada "Consulta de Pedidos de Chicago" no modo Design.
  2. Na guia Design, no grupo Tipo de Consulta, clique em Acrescentar. A caixa de diálogo Acrescentar é aberta.
  1. Na caixa de diálogo Acrescentar, clique na seta na caixa Nome da Tabela e selecione Pedidos de Chicago na lista suspensa.
  2. Clique em OK.

A caixa de diálogo Acrescentar se fecha. Na grade de design, a linha Mostrar desaparece e a linha Acrescentar a aparece.

  1. Na grade de design, na linha Critérios da coluna Cidade da Remessa, exclua 'Chicago' e digite 'Milwaukee'.
  2. Na linha Acrescentar a, selecione o campo apropriado para cada coluna.

Nesse exemplo, os valores da linha Acrescentar a devem corresponder aos valores da linha Campo, mas isso não é necessário para que as consultas de acréscimo funcionem.

  1. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

Início da página Início da página

Alterar dados de modo automatizado

Você pode usar uma consulta atualização para alterar os dados de suas tabelas e pode usar uma consulta atualização para digitar critérios a fim de especificar quais linhas devem ser atualizadas. Uma consulta atualização oferece a oportunidade de revisar os dados atualizados antes de executar a atualização.

 Importante   Uma consulta ação não pode ser desfeita. É recomendável fazer backup das tabelas a serem atualizadas usando uma consulta atualização.

 Observação   Você não pode criar uma consulta à Web que é uma consulta atualização.

No exemplo anterior, você acrescentou linhas à tabela Pedidos de Chicago. Na tabela Pedidos de Chicago, o campo Código do Produto mostra o código numérico do produto. Para tornar os dados mais úteis para relatórios, convém substituir os códigos dos produtos por nomes de produtos. Para substituir os códigos de produtos, você deve primeiro alterar o tipo de dados do campo Código do Produto da tabela Pedidos de Chicago de Número para Texto, de tal forma que o campo Código do Produto possa aceitar nomes de produtos.

Você pode atualizar os valores na tabela Pedidos de Chicago usando o seguinte procedimento:

  1. Abra a tabela Pedidos de Chicago no modo Design .
  2. Na linha Código do Produto, altere o Tipo de Dados de Número para Texto.
  3. Salve e feche a tabela Pedidos de Chicago.
  4. Na guia Criar, no grupo Macros e Código, clique em Design de Consulta.
  5. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, clique duas vezes em Pedidos de Chicago e em Produtos.
  6. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  7. Na guia Design, no grupo Tipo de Consulta, clique em Atualizar.

Na grade de design, as linhas Classificar e Mostrar desaparecem e a linha Atualizar para aparece.

  1. Na tabela Pedidos de Chicago, clique duas vezes em Código do Produto para adicionar esse campo à grade de design.
  2. Na grade de design, na linha Atualizar para da coluna Código do Produto, digite ou cole o seguinte:

[Produtos].[Nome do Produto]

 Dica   Você pode usar uma consulta atualização para excluir valores de campos usando uma cadeia de caracteres vazia ("") ou NULA na linha Atualizar para.

  1. Na linha Critérios, digite ou cole o seguinte:

[Código do Produto] Como ([Produtos].[Código])

A palavra-chave Como é necessária porque os campos que você está comparando contêm tipos de dados diferentes (Código do Produto é um tipo de dados de texto, Código é um tipo de dados numérico).

  1. Você pode revisar quais valores serão alterados por uma consulta atualização exibindo a consulta no modo Folha de Dados.

Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Modo de Exibição e, em seguida, clique em Modo Folha de Dados.

A consulta retorna uma lista de Códigos de Produtos que serão atualizados.

  1. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

Ao abrir a tabela Pedidos de Chicago, você verá que os valores numéricos no campo Código do Produto foram substituídos pelos nomes de produtos da tabela Produtos.

Início da página Início da página

Excluir dados de modo automatizado

Você pode usar uma consulta exclusão para excluir dados de suas tabelas e pode usar uma consulta exclusão para digitar critérios a fim de especificar quais linhas devem ser excluídas. Uma consulta exclusão oferece a oportunidade de revisar as linhas que serão excluídas antes de executar a exclusão.

 Observação   Você não pode criar uma consulta à Web que seja uma consulta exclusão.

Suponha que você esteja preparando o envio da tabela Pedidos de Chicago (atualizada no exemplo anterior) para seu parceiro comercial de Chicago e observa que algumas das linhas contêm uma série de campos vazios. Você gostaria de remover essas linhas que contêm campos vazios antes de enviar a tabela. Bastaria apenas abrir a tabela e excluir as linhas manualmente, mas talvez seja conveniente usar uma consulta exclusão se existirem mais do que algumas linhas a excluir e você tiver critérios claros para definir quais linhas devem ser excluídas.

Você pode usar uma consulta para excluir as linhas da tabela Pedidos de Chicago que não tenham um valor de Código de Pedido, usando o seguinte procedimento:

  1. Na guia Criar, no grupo Macros e Código, clique em Design de Consulta.
  2. Na caixa de diálogo Mostrar Tabela, clique duas vezes em Pedidos de Chicago.
  3. Feche a caixa de diálogo Mostrar Tabela.
  4. Na guia Design, no grupo Tipo de Consulta, clique em Excluir.

Na grade de design, as linhas Classificar e Mostrar desaparecem e a linha Excluir aparece.

  1. Na tabela Pedidos de Chicago, clique duas vezes em Código do Pedido para adicioná-lo à grade.
  2. Na grade de design, na linha Critérios da coluna Código do Pedido, digite É Nulo.
  3. Na guia Design, no grupo Resultados, clique em Executar.

Início da página Início da página

 
 
Aplica-se a:
Access 2010