Definir relações entre tabelas (MDB)

Quando você cria um relacionamento (relação: uma associação estabelecida entre campos comuns (colunas) em duas tabelas. A relação pode ser um-para-um, um-para-muitos ou muitos-para-muitos.) entre tabelas, os campos relacionados não precisam ter os mesmos nomes. Entretanto, devem ter o mesmo tipo de dados (tipo de dados: a característica de um campo que determina que tipo de dados ele pode conter. Os tipos de dados incluem booliano, inteiro, longo, moeda, único, duplo, data, cadeia e variante (padrão).), a menos que o campo da chave primária (chave primária: um ou mais campos (colunas) cujos valores identificam exclusivamente cada registro em uma tabela. A chave primária não pode permitir valores Nulo e sempre deve ter um índice exclusivo. É usada para relacionar uma tabela a chaves estrangeiras em outras tabelas.) seja um campo AutoNumeração (tipo de dados Numeração Automática: em um banco de dados do Microsoft Access, um tipo de dados de campo que armazena automaticamente um número exclusivo para cada registro quando este é adicionado a uma tabela. Três tipos de número podem ser gerados: sequencial, aleatório e código de replicação.). Só é possível fazer a correspondência entre um campo AutoNumeração e um campo Número se a propriedade FieldSize de ambos for a mesma. Por exemplo, você pode fazer a correspondência entre um campo AutoNumeração e um campo Número se a propriedade FieldSize de ambos for Inteiro longo. Mesmo quando os campos coincidentes são campos Número, precisam ter a mesma configuração da propriedade FieldSize.

MostrarDefinir um relacionamento um para muitos ou um para um

  1. Feche qualquer tabela que esteja aberta. Você não pode criar ou modificar relacionamentos entre tabelas abertas.
  2. Pressione F11 para alternar para a janela Banco de dados (janela Banco de Dados: a janela que aparece quando você abre um banco de dados ou projeto do Access. Ela exibe atalhos para criar novos objetos de banco de dados e abrir objetos existentes.).
  3. Clique em Relacionamentos Imagem de botão na barra de ferramentas.
  4. Se você ainda não tiver definido relacionamentos em seu banco de dados, a caixa de diálogo Mostrar tabela será automaticamente exibida.

Se você precisar adicionar as tabelas que deseja relacionar e se a caixa de diálogo Mostrar Tabela não estiver exibida, clique em Mostrar Tabela Imagem de botão na barra de ferramentas.

  1. Clique duas vezes nos nomes das tabelas que você deseja relacionar e feche a caixa de diálogo Mostrar tabela. Para criar um relacionamento dentro da mesma tabela, adicione a tabela duas vezes.
  2. Arraste o campo que você deseja relacionar de uma tabela para o campo relacionado na outra tabela.

Para arrastar vários campos, pressione a tecla CTRL, clique em cada campo e, em seguida, arraste-os.

Na maioria dos casos, você arrasta o campo de chave primária (o qual é exibido em texto com negrito) de uma tabela para um campo semelhante (normalmente com o mesmo nome) denominado chave externa (chave estrangeira: um ou mais campos de tabela (colunas) que se referem ao campo de chave primária ou campos em outra tabela. Uma chave estrangeira indica como as tabelas estão relacionadas.) na outra tabela.

Arrastar um campo de uma tabela para o campo correspondente na outra tabela.

  1. A caixa de diálogo Editar relacionamentos é exibida. Verifique os nomes dos campos exibidos nas duas colunas para certificar-se de que eles estejam corretos. Você pode alterá-los, se necessário.

Defina as opções de relação, se necessário.

  1. Clique no botão Criar para criar o relacionamento.
  2. Repita as etapas de 5 a 8 para cada par de tabelas a ser relacionado.

Quando você fechar a janela Relacionamentos (janela Relações: uma janela na qual você exibe, cria e modifica relações entre tabelas e consultas.), o Microsoft Access perguntará se você deseja salvar o layout. Salvando o layout ou não, os relacionamentos que você criou serão salvos no banco de dados.

 Observação   Você pode criar relacionamentos utilizando consultas bem como tabelas. Entretanto, a integridade referencial (integridade referencial: regras que você segue para preservar as relações definidas entre tabelas ao inserir ou excluir registros.) não é imposta com consultas.

MostrarDefinir um relacionamento muitos para muitos

  1. Crie as duas tabelas que terão um relacionamento muitos para muitos (relação muitos-para-muitos: uma associação entre duas tabelas em que um registro de uma tabela pode estar relacionado a muitos registros de outra tabela. Para estabelecer uma relação desse tipo, crie uma terceira tabela e adicione os campos de chave primária das outras duas tabelas a essa tabela.).
  2. Crie uma terceira tabela, chamada tabela de junção, e adicione a essa tabela novos campos com as mesmas definições que os campos de chave primária de cada uma das outras duas tabelas. Na tabela de junção, os campos de chave primária funcionam como chaves externas (chave estrangeira: um ou mais campos de tabela (colunas) que se referem ao campo de chave primária ou campos em outra tabela. Uma chave estrangeira indica como as tabelas estão relacionadas.). Você pode adicionar outros campos à tabela de junção, exatamente como você pode fazer em qualquer outra tabela.
  3. Na tabela de junção, defina a chave primária para incluir os campos de chave primária das duas outras tabelas. Por exemplo, em uma tabela de junção Detalhes do Pedido, a chave primária seria composta dos campos NúmeroDoPedido e CódigoDoProduto.

MostrarComo?

  1. Abra uma tabela no modo de design (modo Design: uma janela que mostra o design destes objetos de banco de dados: tabelas, consultas, formulários, relatórios, macros e páginas de acesso a dados. No modo Design, você pode criar novos objetos de banco de dados e modificar o design dos existentes.).
  2. Selecione o campo ou campos que você deseja definir como chave primária (chave primária: um ou mais campos (colunas) cujos valores identificam exclusivamente cada registro em uma tabela. A chave primária não pode permitir valores Nulo e sempre deve ter um índice exclusivo. É usada para relacionar uma tabela a chaves estrangeiras em outras tabelas.).

Para selecionar um campo, clique no seletor de linha (seletor de linha: uma pequena caixa ou barra que, quando clicada, seleciona uma linha inteira no modo Design da tabela ou macro, ou quando você classifica e agrupa registros no modo Design de relatório.) do campo desejado.

Para selecionar vários campos, mantenha pressionada a tecla CTRL e, em seguida, clique no seletor de linha de cada campo.

  1. Clique em Chave Primária Imagem de botão na barra de ferramentas.

 Observação   Se você deseja que a ordem dos campos em uma chave primária de campos múltiplos seja diferente da ordem desses campos na tabela, clique em Índices Imagem de botão na barra de ferramentas para exibir a janela Índices (janela Índices: em um banco de dados do Access, uma janela na qual é possível exibir ou editar índices de uma tabela ou criar índices de vários campos.) e, em seguida, ordene novamente os nomes dos campos para o índice (índice: um recurso que agiliza a pesquisa e classificação em uma tabela baseada em valores de chave e pode aplicar exclusividade às linhas de uma tabela. A chave primária de uma tabela é indexada automaticamente. Alguns campos não podem ser indexados por causa do tipo de dados.) denominado ChavePrimária.

  1. Defina um relacionamento um para muitos (relação um-para-muitos: uma associação entre duas tabelas em que o valor da chave primária de cada registro na tabela primária corresponde ao valor do campo correspondente, ou campos correspondentes, de vários registros na tabela relacionada.) entre cada uma das duas tabelas primárias (tabela primária: corresponde ao "um" em uma relação um-para-muitos entre duas tabelas relacionadas. A tabela primária deve ter uma chave primária e cada registro deve ser exclusivo.) e a tabela de junção.
 
 
Aplica-se a:
Access 2003