Criar uma expressão

Este artigo explica como criar e usar expressões no Microsoft Office Access 2007, o equivalente a fórmulas no Microsoft Office Excel 2007. Ele fornece informações base sobre expressões — o que são, porque e como usá-las. Além disso, este artigo explica como criar expressões a partir do início e usando uma ferramenta denominada Construtor de Expressões. Observe que as informações base neste artigo são aplicadas de forma geral a expressões, mas as etapas "como fazer" são aplicadas apenas ao Office Access 2007.

 Observação   Se você precisar de informações sobre a criação de expressões condicionais — expressões que retornam somente os valores que atendem a uma condição especificada — consulte o artigo Criar expressões condicionais (booleanas).

Neste artigo


Sobre expressões

No Office Access 2007, uma expressão é o equivalente a uma fórmula no Office Excel 2007. Uma expressão consiste em diversos elementos que você pode usar, sozinhos ou em combinação, para produzir um resultado. Esses elementos podem incluir:

  • Identificadores — os nomes dos campos de tabela ou controles em formulários ou relatórios, ou as propriedades desses campos ou controles.
  • Operadores, como + (mais) ou - (menos).
  • Funções, como SUM ou AVG e os argumentos que são utilizados com elas.
  • Constantes — valores que não se alteram — como seqüências de texto ou números que não são calculados por uma expressão.

As expressões são usadas para executar um cálculo, recuperar o valor de um campo ou controle, fornecer critérios para uma consulta, definir regras, criar controles calculados e campos calculados, e definir um nível de agrupamento para um relatório.

Você usa uma expressão quando precisa criar valores que não residam diretamente nos dados. Por exemplo, poderá ser necessário calcular os impostos sobre as vendas de um pedido ou calcular o valor total do próprio pedido. Outras vezes, você precisará adicionar critérios a uma consulta ou filtro — informações que determinam quais registros a consulta retorna ou que aparecem quando um filtro é aplicado. Em outros casos, você poderia desejar definir um valor padrão ou uma regra de validação para um campo ou controle. Em todos esses casos, você usa uma expressão.

A tabela a seguir mostra alguns exemplos de expressões e como elas são normalmente utilizadas:

Expressão Finalidade
=[DataDeEntrega]-[DataDeEnvio] Calcula a diferença entre os valores de data em dois controles de caixa de texto (chamados DataDeEntrega e DataDeEnvio) em um relatório.
Date() Define o valor padrão para um campo de tabela Data/Hora para a data atual.
PreçoEstendido: CCur([Detalhes do Pedido].Preço Unitário*[Quantidade]*(1-[Desconto])/100)*100 Cria um campo calculado em uma consulta.
Between #1/1/2005# And #31/12/2005# Utilizado para inserir critérios para um campo Data/Hora em uma consulta.
=[Subformulário Pedidos].Form!SubtotalDoPedido Retorna o valor do controle SubtotalDoPedido no subformulário Pedidos que está no formulário Pedidos.
> 0 Define uma regra de validação para um campo numérico em uma tabela — os usuários devem inserir valores maiores que zero.

Como você pode ver nos exemplos anteriores, uma expressão no Access não é apenas um cálculo matemático. Em vez disso, as expressões servem a diversas finalidades. Você também notará que os exemplos de expressões diferem uns dos outros de algumas maneiras. Por exemplo, algumas expressões começam com o operador = (igual). Ao calcular um valor para um controle em um formulário ou relatório, você usa o operador = para iniciar a expressão. Em outros casos, o operador = não é utilizado. Por exemplo, quando você digita uma expressão em uma consulta ou na propriedade ValorPadrão ou RegraDeValidação de um campo ou controle, o operador = não é utilizado a menos que você esteja adicionando a expressão a um campo de Texto em uma tabela. Em alguns casos, como na adição de expressões a consultas, o Access remove automaticamente o operador =. Para obter mais informações sobre a sintaxe de expressões, consulte o artigo Um guia para a sintaxe de expressões.

As seções a seguir descrevem as diversas partes de uma expressão com mais detalhes. Os exemplos nas seções também fornecem descrições breves sobre a sintaxe que as expressões usam.

Identificadores

Um identificador é o nome de um campo, propriedade ou controle. Um identificador é utilizado em uma expressão para referir ao valor associado a um campo, propriedade ou controle. Por exemplo, considere a expressão =[DataDeEntrega]-[DataDeEnvio]. Essa expressão subtrai o valor do campo ou controle DataDeEnvio do valor do campo ou controle DataDeEntrega. Nessa expressão, tanto DataDeEntrega quanto DataDeEnvio funcionam como identificadores.

Operadores

O Access oferece suporte a diversos operadores, incluindo os operadores aritméticos esperados, como +, -, * (multiplicação) e / (divisão). Você também pode usar operadores de comparação para comparar valores, operadores de texto para concatenar (combinar) texto, operadores lógicos para determinar valores verdadeiros ou falsos, e outros operadores específicos do Access. Para obter detalhes sobre operadores, consulte a seção Tabela de operadores.

Funções e argumentos

As funções são procedimentos internos que podem ser utilizados em expressões. As funções são utilizadas para diversas operações, como calcular valores, manipular texto e datas, e resumir dados. Por exemplo, uma função normalmente utilizada é Date, que retorna a data atual. A função Date pode ser utilizada de diversas formas, como em uma expressão que define o valor padrão para um campo em uma tabela. Dessa forma, sempre que alguém adicionar um novo registro, o valor do campo será padronizado para a data atual.

Algumas funções requerem argumentos. Um argumento é um valor que fornece entrada para a função. Se uma função requerer mais de um argumento, você deve separá-los por uma vírgula. Por exemplo, considere a função Data no seguinte exemplo de expressão:

=Format(Date(),"mmmm d, yyyy")    

Este exemplo usa dois argumentos. Primeiro, a função Data fornece a data atual. O segundo argumento, separado do primeiro por uma vírgula, é uma seqüência de texto que informa a função Formatar como formatar o valor da data. Observe que a seqüência de texto fica entre aspas. Como regra geral, quando você precisa fornecer o texto, você o coloca entre aspas. Essa expressão também ilustra um princípio que você deve se lembrar conforme continuar: você pode usar com freqüência o valor retornado por uma função como um argumento para, ainda, uma outra função.

Para obter mais informações sobre como usar aspas e sobre a sintaxe de expressões em geral, consulte o artigo Um guia para a sintaxe de expressões.

Finalmente, o Access oferece suporte a diversas funções internas. Para obter links para informações sobre as funções, consulte o artigo Funções (organizadas por categoria).

Constantes

Uma constante é um item nomeado cujo valor permanece constante durante a execução do Access. De forma geral, as constantes True, False e Null são usadas com mais freqüência em expressões. Você também pode definir suas próprias constantes em código do VBA (Visual Basic for Applications) para utilizar em procedimentos do VBA. VBA é a linguagem de programação utilizada pelo Access.

 Observação   Não é possível usar as constantes do Microsoft Visual Basic em funções personalizadas que você use em suas expressões. Por exemplo, o Visual Basic tem constantes para os dias da semana: vbSunday representa domingo, vbMonday representa segunda-feira, e assim por diante. Cada uma dessas constantes tem um valor numérico correspondente: o valor numérico para vbSunday é 1, para vbMonday é 2 e assim por diante. Você não pode usar essas constantes em uma função personalizada que seja chamada a partir de uma expressão. Em vez disso, deve usar os valores numéricos.

Valores

Você pode empregar valores literais em expressões, como o número 1,254 ou a seqüência de caracteres "Insira um número entre 1 e 10". Os valores numéricos podem ser uma série de dígitos, incluindo sinal e vírgula decimal, se necessário. Na ausência de um sinal, o Access assume um valor positivo. Para tornar um valor negativo, inclua o sinal de subtração (-). Você também pode usar notação científica. Para isso, inclua "E" ou "e" e o sinal do expoente (por exemplo, 1.0E-6).

Ao usar seqüências de texto como constantes, coloque-as entre aspas. Em algumas circunstâncias, o Access fornecerá as aspas para você. Por exemplo, quando você digita texto em uma expressão para uma regra de validação ou para critérios de consulta, o Access automaticamente insere suas seqüências de texto entre aspas.

Por exemplo, se você digitar o texto Paris, o Access exibirá "Paris" na expressão. Se você deseja que uma expressão produza uma seqüência de caracteres que na realidade seja incluída entre aspas, você poderá incluir a seqüência de caracteres aninhada entre aspas simples (') ou entre três conjuntos de aspas duplas ("). Por exemplo, as seguintes expressões são equivalentes:

Forms![Contatos]![Cidade].ValorPadrão = ' "Paris" '    

Forms![Contatos]![Cidade].ValorPadrão = " " "Paris" " "    

Para usar valores data/hora, inclua-os entre sinais de libra (#). Por exemplo, #7-3-07#, #7-Mar-07# e #7-Mar-2007# são valores válidos de data/hora. Quando o Access verifica um valor data/hora válido incluído entre caracteres #, ele automaticamente trata o valor como um tipo de dados Data/Hora.

Início da página Início da página

Por que usar expressões

No Access, você usa expressões quando precisa executar um dos seguintes procedimentos:

  • Calcular valores que não existem diretamente em seus dados. Você pode calcular valores para campos de tabela, para consultas e para controles em formulários e relatórios.
  • Definir um valor padrão para um campo de tabela ou um controle em um formulário ou relatório. Dessa forma, os valores padrão aparecerão sempre que você abrir uma tabela, um formulário ou um relatório para uso.
  • Criar uma regra de validação. As regras de validação controlam quais valores os usuários podem e não podem inserir em um campo ou controle.
  • Definir critérios para uma consulta.

A figura a seguir ilustra algumas expressões típicas utilizadas nos cenários descritos aqui:

Diferentes tipos de expressões dentro de nuvens

Por exemplo, suponha que você precise calcular o valor total em reais de um item de linha em uma fatura. Normalmente, você não armazena o total do item de linha no banco de dados. Em vez disso, você o calcula conforme necessário a partir de dois itens que você deve armazenar no banco de dados — quantidade e preço. Então, você usa uma expressão como esta para calcular o valor:

=CCur([Quantidade]*[Preço])    

Essa expressão multiplica a quantidade pelo preço e, em seguida, usa a função CCur (converter em moeda) para converter o resultado para o tipo de dados Moeda. Você também pode calcular um desconto para cada pedido.

Além disso, é possível criar um campo em uma consulta que calcule o total de um item de linha e, em seguida, use esse valor em um formulário ou relatório. Uma coluna em uma consulta que resulte de tal cálculo é chamada de campo calculado. Por exemplo, a seguinte expressão em uma consulta calcula o total do item de linha com um desconto aplicado:

PreçoEstendido: CCur([Detalhes do Pedido].[Preço Unitário]*[Quantidade]*(1-[Desconto])/100)*100    

A expressão fornece à coluna resultante o nome PreçoEstendido. Você cria um campo calculado toda vez que precisa calcular ou executar operações nos dados em dois ou mais campos de tabela. Por exemplo, muitas tabelas armazenam o nome e o sobrenome em campos separados. Para combinar esses nomes e sobrenomes e, então, exibi-los em um único campo, basta criar um campo calculado em uma consulta. Alguns usuários tentam criar esses tipos de campos calculados diretamente em tabelas mas, por padrão, as tabelas não oferecem suporte a esse tipo de operação — elas não fornecem um campo ou uma propriedade na qual seja possível adicionar a expressão necessária.

Um campo calculado que combine o nome e o sobrenome poderia ser semelhante ao seguinte: [Nome] & " " & [Sobrenome]. Nesse caso, os E comercial combinam os valores nos campos Nome e Sobrenome com um espaço — as aspas duplas com um espaço entre elas.

Também é possível usar expressões para fornecer um valor padrão para um campo em uma tabela ou para um controle. Por exemplo, se você tiver um campo de data que deseja padronizar para a data atual, poderá digitar Date() na caixa de propriedade Valor Padrão desse campo.

Também é possível usar uma expressão para definir uma regra de validação. Por exemplo, você pode usar uma regra de validação que requeira que a data inserida seja maior ou igual à data atual. Nesse caso, defina o valor na caixa de propriedade Regra de Validação como >= Date().

Finalmente, também é possível usar uma expressão para definir critérios para uma consulta. Por exemplo, suponha que você deseja ver as vendas de produtos dos pedidos que foram enviados em um determinado período. Você pode inserir critérios para definir um intervalo de datas e o Access retornará somente as linhas que correspondam aos critérios:

Between #1/1/2007# And #31/12/2007#    

Quando você adiciona critérios à consulta e, em seguida, executa a consulta, ela retornará somente os valores que correspondam às datas especificadas.

Início da página Início da página

Onde e como usar expressões

As expressões podem ser utilizadas em vários locais em um banco de dados. Tabelas, consultas, formulários, relatórios e macros têm propriedades que aceitam uma expressão. Por exemplo, você pode usar expressões nas propriedades Fonte do Controle e Valor Padrão dos controles. Também pode usá-las na propriedade Regra de Validação em campos de tabela. Além disso, quando você escreve código do VBA para um procedimento de evento ou para um módulo, normalmente usa expressões semelhantes àquelas utilizadas em um objeto do Access, como uma tabela ou uma consulta.

Uma breve olhada na sintaxe de expressões

Freqüentemente as expressões usam os dados em suas tabelas e consultas, além dos dados armazenados em controle em formulários e relatórios. Para usar esses dados, as expressões fazem referência aos nomes dos campos nas tabelas e consultas, e os nomes dos controles. Para usar nomes de campos e controles em expressões, inclua-os entre colchetes ([ ]). Por exemplo, se você deseja usar um campo de tabela denominado Preço Unitário em uma expressão, digite-o como [Preço Unitário]. Se você inserir um nome que não inclua espaços ou caracteres especiais, o Access o incluirá automaticamente entre colchetes. Se um nome incluir espaços ou caracteres especiais, você deverá digitar os colchetes.

Para obter mais informações sobre a sintaxe de expressões, consulte o artigo Um guia para a sintaxe de expressões.

Usando expressões em controles de formulários e relatórios

Para fornecer um nome a um controle calculado, configure a propriedade Nome do controle. O nome deve ser exclusivo entre todos os nomes de controle no formulário ou relatório. Ele também deve ser diferente de qualquer nome de campo ou controle utilizado na expressão para esse controle e deve ser diferente de qualquer nome de campo na tabela ou consulta base. Você pode usar esse nome quando desejar referir-se ao valor no controle em outras expressões no formulário ou relatório.

Os locais mais comuns em que as expressões são utilizadas incluem o seguinte:

  • Em um controle de uma caixa de texto em um formulário ou relatório    Isso cria um controle calculado. Por exemplo, suponha que você deseja criar um subtotal que some todos os itens de linha em um formulário de pedido. O subtotal pode ser semelhante ao seguinte em seu formulário:

Subtotal em um formulário de pedido

Para calcular o subtotal, coloque um controle de caixa de texto no formulário e defina a propriedade FonteDoControle da caixa de texto como a seguinte expressão:

=Sum([campo_da_tabela])    

Nesse caso, campo_da_tabela é o nome do campo que contém os valores de subtotal. Esse campo pode residir em uma tabela ou em uma consulta. A função Sum calcula o total para um conjunto de valores a partir da fonte do registro.

As etapas a seguir explicam como inserir uma expressão em um controle de caixa de texto.

Inserir uma expressão em um controle de caixa de texto

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário que você deseja alterar e clique em Modo Design.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto que você deseja alterar e clique em Propriedades para exibir a folha de propriedades do controle.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Na guia Dados ou na guia Tudo da folha de propriedades, clique na propriedade FonteDoControle da caixa de texto e, em seguida, insira = e o restante da expressão. Por exemplo, para calcular o subtotal mostrado acima, digite =Sum([campo_da_tabela]), certificando-se de substituir o nome do seu campo em campo_da_tabela.

-ou-

Clique no botão ConstruirImagem do botão à direita da caixa de propriedade para criar uma expressão usando o Construtor de Expressões.

Sua folha de propriedades será parecida com a seguinte ilustração:

Um exemplo de expressão na propriedade Fonte do Controle.

  1. Feche a folha de propriedades e salve as alterações.

    Usando expressões em critérios de consulta

Você pode usar uma expressão para definir critérios em uma consulta. Então, o Access retornará somente as linhas que correspondem aos critérios. Por exemplo, suponha que você deseja ver todos os pedidos cuja data de envio ocorreu no ano de 2004. Para inserir os critérios, insira a expressão a seguir na célula Critérios da coluna Data/Hora em sua consulta. Este exemplo usa uma coluna Data/Hora denominada DataDeEnvio. Para definir um intervalo de datas, insira os seguintes critérios:

Between #1/1/2004# And #31/12/2004#    

A coluna DataDeEnvio será semelhante à seguinte ilustração.

Usando o operador Between na grade de design da consulta

A expressão determina se os valores na coluna DataDeEnvio estão no intervalo de datas especificado. Observe que você insere as datas entre sinais de libra (#). O Access trata um valor dentro dos sinais de libra como um tipo de dados Data/Hora. Se você não tiver experiência com o Access, tratar esses valores como dados data/hora permite executar cálculos com esses valores.

Para obter mais informações sobre como usar dados data/hora, consulte os artigos Inserir um valor de data ou hora e Inserir, criar ou excluir um campo que armazene valores de data.

Inserir critérios na grade de design da consulta

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na consulta que você deseja alterar e, em seguida, clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Clique na célula Critérios na coluna em que você deseja inserir critérios.
  3. Digite sua expressão de critérios.

-ou-

Na guia Design, no grupo Configuração da Consulta, clique em Construtor para iniciar o Construtor de expressões e construir seus critérios.

 Observação   Não preceda a expressão de critérios com o operador =.

Se você deseja uma área maior para inserir uma expressão, pressione SHIFT+F2 para exibir a caixa de diálogo Zoom.

A caixa de diálogo Zoom

    Usando expressões para criar campos calculados em uma consulta

Você pode usar uma expressão para criar um campo calculado em uma consulta. Por exemplo, suponha que você deseja exibir o ano em que um pedido foi enviado, como parte de uma consulta. Para criar o campo calculado, coloque a seguinte expressão em uma célula em branco na linha Campo em sua consulta:

Ano de Envio: Format([DataDeEnvio],"yyyy")    

Nesse caso, a expressão usa a função Format para extrair o ano dos valores em um campo denominado DataDeEnvio. Em seguida, a função Format formata o ano como quatro dígitos. Prefaciar a expressão com Ano de Envio: nomeia a coluna resultando como Ano de Envio.

Uma expressão que extrai o ano de um valor de data

Inserir um campo calculado no modo Design da consulta

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na consulta que você deseja alterar e, em seguida, clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Clique na célula Campo na coluna em que você deseja criar o campo calculado.
  3. Digite sua expressão.

-ou-

Na guia Design, no grupo Configuração da Consulta, clique em Construtor para iniciar o Construtor de expressões e construir seus critérios.

 Observação   Não preceda a expressão de critérios com o operador =, mas inicie a expressão com um nome seguido por dois-pontos. Por exemplo, digite PreçoEstendido: para iniciar uma expressão que crie um campo calculado denominado PreçoEstendido.

    Usando expressões na propriedade Regra de Validação de um campo de tabela

Outro local em que uma expressão se torna útil é a propriedade Regra de Validação de um campo em uma tabela. Suponha que exista uma tabela denominada Inventário com um campo denominado Unidades Disponíveis e que você deseja definir uma regra que force os usuários a inserir um valor um valor maior ou igual a zero. Em outras palavras, o inventário nunca pode ser um número negativo. Isso pode ser feito usando-se a expressão mostrada na ilustração a seguir.

Regra de validação para UnidadesNoPedido

Inserir uma regra de validação para um campo em uma tabela

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na tabela que você deseja alterar e, em seguida, clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na coluna Nome do Campo, clique no campo que você deseja alterar.
  3. Na guia Geral, clique na caixa de propriedade Regra de Validação.
  4. Digite sua expressão.

-ou-

Clique no botão ConstruirImagem do botão à direita da caixa de propriedade para iniciar o Construtor de Expressões e criar sua expressão.

-ou-

Na guia Design, no grupo Ferramentas, clique em Construtor para iniciar o Construtor de Expressões.

 Observação   Não preceda a expressão com o operador = ao criar uma regra de validação.

O principal ponto a ser lembrado quando se trabalha com expressões de regra de validação é que elas devem ser resolvidas como Verdadeiras para que o valor seja aceito. Dessa forma, nesse exemplo, o valor de [Unidades Disponíveis] deve ser >=0. Se não for, o Access exibirá o texto mostrado na caixa de propriedade Texto de Validação. Se você não inseriu nenhum texto na caixa de propriedade Texto de Validação, o Access exibirá sua própria mensagem para indicar que o valor inserido é proibido pela regra de validação do campo.

Para obter mais informações sobre como criar regras de validação, consulte o artigo Criar uma regra de validação para validar dados em um campo.

    Usando expressões na propriedade Regra de Validação de um controle

Também é possível definir a propriedade Regra de Validação para um controle. Por exemplo, suponha que você use um formulário para inserir o intervalo de datas para um relatório, e que deseja assegurar-se de que a data inicial não seja anterior a 1/1/2004. Você poderá definir as propriedades Regra de Validação e TextoDeValidação da caixa de texto em que insere a data inicial para algo semelhante ao seguinte.

Propriedade Configuração
RegraDeValidação >=#1/1/2004#
TextoDeValidação Você não pode inserir uma data anterior a 1/1/2004.

Se você tentar inserir uma data anterior a 1/1/2004, aparecerá uma mensagem. Depois que você clicar em OK, o Access retornará você à caixa de texto.

Caixa de mensagem com texto de validação para a caixa de diálogo Vendas por Ano

Inserir uma regra de validação para um controle

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário ou relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Se o formulário ou o relatório já estiver aberto, clique com o botão direito do mouse na guia do documento e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Na guia Página Inicial, no grupo Exibir, clique no botão Exibir para alternar entre os modos de exibição disponíveis. Você também pode clicar na seta de Exibição e, em seguida, selecionar um dos modos de exibição disponíveis do menu.

  1. Clique com o botão direito do mouse no controle que você deseja alterar e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

O Access exibe a folha de propriedades do controle.

  1. Clique na guia Tudo e, em seguida, clique na caixa de propriedade Regra de Validação.
  2. Digite a expressão ou clique no botão ConstruirImagem do botão à direita da caixa de propriedade para criar uma expressão usando o Construtor de Expressões.

 Observação   Não preceda a expressão com o operador = ao criar uma regra de validação.

  1. Como opção, altere a propriedade Texto de Validação.
  2. Feche a folha de propriedades e salve as alterações.

Quando você inserir um valor que a regra de validação proíba, poderá pressionar ESC enquanto o cursor está no controle para restaurar o valor original ou padrão. Em seguida, você pode inserir um valor que satisfaça a regra de validação.

Se a propriedade Fonte do Controle de seu controle for um campo em uma tabela, normalmente será melhor definir a propriedade Regra de Validação do campo, além daquela do controle. Dessa forma, a regra será imposta a todo tempo, não importando qual formulário ou consulta é utilizado para atualizar o campo.

Para obter mais informações sobre como criar regras de validação, consulte o artigo Criar uma regra de validação para validar dados em um campo.

    Usando expressões para definir valores padrão para um campo de tabela

É possível usar uma expressão para armazenar um valor padrão de um campo em uma tabela. Por exemplo, suponha que você deseja inserir automaticamente a data e a hora em um campo denominado DataDoPedido ao adicionar um novo registro. Você pode usar uma expressão semelhante à seguinte.

Função Now na propriedade de valor padrão do campo

A expressão usa a função Now para inserir a data e a hora no campo DataDoPedido.

Inserir um valor padrão para um campo em uma tabela

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na tabela que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na coluna Nome do Campo, clique no campo que você deseja alterar.
  3. Na guia Geral, clique na caixa de propriedade Valor Padrão.
  4. Digite sua expressão ou clique no botão ConstruirImagem do botão à direita da caixa de propriedade para criar uma expressão usando o Construtor de Expressões.

Caso você vincule um controle a um campo de tabela e ambos tiverem um valor padrão, o valor padrão do controle terá precedência.

Para obter mais informações sobre como configurar valores padrão, consulte o artigo Definir valores padrão para campos ou controles.

    Usando expressões para definir valores padrão para controles

Outro local comum para o uso de uma expressão é na propriedade Valor Padrão de um controle. A propriedade Valor Padrão de um controle se comporta de forma semelhante à propriedade Valor Padrão de um campo em uma tabela. Por exemplo, para inserir a data atual como o valor padrão para uma caixa de texto denominada DataDoPedido, você poderá usar uma expressão semelhante à seguinte.

Uma expressão no campo Valor Padrão de um controle

Essa expressão usa a função Date para retornar a data atual, mas não a hora. Caso você vincule a caixa de texto a um campo de tabela e o campo tiver um valor padrão, o valor padrão do controle terá precedência. Normalmente, faz mais sentido definir a propriedade Valor Padrão do campo na tabela, pois o valor padrão sempre será aplicado ao controle, a menos que o controle o substitua.

Inserir um valor padrão para um controle

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário ou relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Se o formulário ou o relatório já estiver aberto, clique com o botão direito do mouse na guia do documento e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Na guia Página Inicial, no grupo Exibir, clique no botão Exibir para alternar entre os modos de exibição disponíveis. Você também pode clicar na seta de Exibição e, em seguida, selecionar um dos modos de exibição disponíveis do menu.

  1. Clique com o botão direito do mouse no controle que você deseja alterar e, em seguida, clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

O Access exibe a folha de propriedades do controle.

  1. Clique na guia Tudo e, em seguida, clique na caixa de propriedade Valor Padrão.
  2. Digite a expressão ou clique no botão ConstruirImagem do botão à direita da caixa de propriedade para criar uma expressão usando o Construtor de Expressões.
  3. Feche a folha de propriedades.

Para obter mais informações sobre como configurar valores padrão, consulte o artigo Definir valores padrão para campos ou controles.

    Usando expressões para executar ações de macro

Em alguns casos, convém executar uma ação ou série de ações em uma macro apenas se uma condição específica for verdadeira. Por exemplo, suponha que você deseja que uma ação de macro seja executada somente quando o valor em uma caixa de texto for igual a 10. Para isso, use uma expressão para definir a condição na coluna Condição da macro.

Neste exemplo, assuma que a caixa de texto seja denominada "Itens".

Uma expressão condicional em uma macro

Inserir uma condição para uma ação de macro

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na macro que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Se a coluna Condição não estiver exibida no criador de macros, na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Condições.
  3. Na coluna Condição, clique na célula em branco ao lado da ação de macro que você deseja alterar e, em seguida, digite sua expressão condicional.
  4. Salve as alterações e feche a macro.

Da mesma forma que a propriedade Regra de Validação, a expressão na coluna Condição deve ser resolvida para Verdadeira ou Falsa. A ação de macro será executada somente quando a condição for Verdadeira.

Para obter mais informações sobre como criar macros, consulte os artigos Noções básicas sobre macros no Access 2007 e Criar uma macro.

    Usando expressões para agrupar e classificar dados em relatórios

O painel Agrupar, Classificar e Total é utilizado para definir níveis de agrupamento e ordens de classificação para os dados em um relatório. O painel substitui a caixa de diálogo Classificação e Agrupamento fornecida por versões anteriores do Access. Você poderá exibir e usar o painel somente quando abrir um relatório no modo Design — o painel aparecerá na mesma janela que o relatório.

A figura a seguir ilustra o painel como ele aparece quando é aberto pela primeira vez:

O painel Agrupar, Classificar e Total

Caso você não tenha experiência com o Access, agrupamento é o processo de combinação de colunas que contêm valores duplicados. Por exemplo, suponha que o banco de dados contenha informações sobre vendas de escritórios em cidades diferentes. Um dos relatórios mais comuns nesse tipo de banco de dados é "Vendas por Cidade", e a consulta que fornece os dados para o relatório agrupa os dados pelos valores de cidade. O agrupamento pode tornar as informações mais fáceis de se ler e entender.

Em comparação, classificação é o processo de imposição de uma ordem nas linhas (os registros) dos resultados da consulta. Por exemplo, é possível classificar registros pelos valores de sua chave primária (ou outro conjunto de valores em outro campo) em ordem crescente ou decrescente, ou classificá-los por um ou mais caracteres (por exemplo) em ordem alfabética. À medida que você prossegue, lembre-se que, por padrão, as consultas nos Access retornam registros pelo meio mais rápido possível. Quando você cria uma consulta, o Access poderá retornar os dados de uma forma que faça sentido, como pela seqüência dos valores da chave primária. No entanto, à medida que os usuários alteram dados e adicionam ou removem linhas, o Access poderá retornar os dados em uma seqüência diferente, pois essa nova seqüência é mais rápida. Você impõe uma ordem de classificação quando precisa que as consultas retornem dados na mesma seqüência, independentemente das alterações nesses dados.

Para obter mais informações sobre como combinar valores de texto, consulte a seção Combinando valores de texto.

Adicionar agrupamento e classificação a um relatório

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Se o relatório já estiver aberto, clique com o botão direito do mouse na guia do documento e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Na guia Página Inicial, no grupo Exibir, clique no botão Exibir para alternar entre os modos de exibição disponíveis. Você também pode clicar na seta de Exibição e, em seguida, selecionar um dos modos de exibição disponíveis do menu.

  1. Na guia Design, no grupo Agrupamento e Totais, clique em Agrupar e Classificar.

O painel Agrupar, Classificar e Total aparece na parte inferior da área de trabalho.

  1. Clique em Adicionar um grupo para adicionar um nível de agrupamento ao relatório.

-ou-

Clique em Adicionar uma classificação para adicionar uma ordem de classificação ao relatório.

Um novo grupo ou ordem de classificação aparecerá no painel, além de uma lista dos campos que fornecem dados para o relatório. Esta figura ilustra um novo grupo e uma ordem de classificação típicos, além de uma janela que contém os campos disponíveis:

O painel Agrupar, Classificar e Total, com a lista de campos exibida

  1. Na janela que contém os campos disponíveis, clique em expressão para iniciar o Construtor de Expressões.
  2. Insira a expressão na caixa de expressão (a caixa superior) do Construtor de Expressões. Certifique-se de iniciar a expressão com o operador sinal de igual (=).
Adicionar uma expressão a um grupo ou classificação existente
  1. Repita a etapa 1 da seção anterior para abrir o relatório no modo Design.
  2. Clique no grupo ou classificação que você deseja alterar.
  3. Clique na seta para baixo, ao lado de Agrupar (para níveis de agrupamento) ou de Classificar por (para ordens de classificação).

Aparecerá uma janela que contém os campos disponíveis.

  1. Na parte inferior da janela que contém os campos, clique em expressão para iniciar o Construtor de Expressões.
  2. Digite a expressão na caixa de expressão do Construtor de Expressões. Certifique-se de prefaciar a expressão com o operador sinal de igual (=).

Para obter mais informações sobre como usar o Construtor de Expressões, consulte a próxima seção.

Para obter mais informações sobre como agrupar e classificar os dados em relatórios, consulte o artigo Criar um relatório agrupado ou resumido.

Início da página Início da página

Usando o Construtor de Expressões para criar expressões

O Construtor de Expressões pode ser utilizado para ajudar a construir expressões. O Construtor de Expressões fornece fácil acesso aos nomes dos campos e controles do banco de dados, além de várias funções internas que estão disponíveis quando você escreve expressões. Se isso ajudar, você pode pensar no Construtor de Expressões como uma forma de pesquisar e inserir coisas que você poderia ter dificuldade em lembrar, como nomes de identificadores (por exemplo, campos, tabelas, formulários e consultas), nomes de funções e argumentos.

Você pode usar o Construtor de Expressões para criar uma expressão a partir do início ou pode selecionar entre algumas expressões pré-construídas para exibir números de página, a data atual e a data e hora atuais.

Você pode iniciar o Construtor de Expressões a partir da maioria dos locais em que escreveria expressões manualmente, como a propriedade Fonte do Controle de um controle ou a propriedade Regra de Validação de um campo de tabela. Como uma regra, se o botão Construir for exibido (Imagem do botão ), você poderá clicar nele para iniciar o Construtor de Expressões.

Esta figura e o texto a seguir ilustram o Construtor de Expressões:

Caixa de diálogo Construtor de expressões

Texto explicativo 1 Caixa de expressão

A seção superior do construtor contém uma caixa de expressão onde você constrói sua expressão. Você pode digitar a expressão manualmente na caixa, ou pode selecionar elementos das três colunas na seção inferior do Construtor de Expressões e adicioná-los à caixa de expressão. Para adicionar um elemento, clique duas vezes nele ou o selecione em uma das colunas e, em seguida, clique em Colar.

Texto explicativo 2 Botões do operador

A seção intermediária do Construtor de Expressões exibe botões para inserir operadores aritméticos e lógicos comuns em sua expressão. Para inserir um operador na caixa de expressão, clique no botão apropriado. Para exibir uma lista mais longa de operadores que podem ser utilizados em expressões, clique na pasta Operadores na coluna inferior esquerda e, em seguida, clique na categoria que você deseja na coluna do meio. Em seguida, a coluna da direita lista todos os operadores na categoria selecionada. Para inserir um operador, clique duas vezes no operador ou selecione-o e, em seguida, clique em Colar.

Texto explicativo 3 Elementos da expressão

A seção inferior contém três colunas:

  • A coluna da esquerda exibe pasta que listam as tabelas, as consultas, os formulários e os relatórios em seu banco de dados, bem como as funções internas disponíveis e funções definidas pelo usuário, constantes, operadores e expressões comuns.
  • A coluna do meio lista elementos específicos ou categorias de elementos da pasta selecionada na coluna da esquerda. Por exemplo, se você clicar em Funções internas na coluna da esquerda, a coluna do meio listará categorias de funções.
  • A coluna da direita lista os valores, caso existam, dos elementos selecionados nas colunas da esquerda e do meio. Por exemplo, se você clicar em Funções Internas na coluna da esquerda e, em seguida, clicar em uma categoria de funções na coluna do meio, a coluna da direita listará todas as funções internas da categoria selecionada.

Para construir uma expressão, digite texto na caixa de expressão e cole elementos de outras áreas no Construtor de Expressões. Por exemplo, você pode clicar na coluna inferior esquerda para ver qualquer um dos objetos no banco de dados e também as funções, as constantes, os operadores e as expressões comuns. Quando você clica em um item na coluna da esquerda, as outras colunas são alteradas de acordo. Por exemplo, quando você clica no nome de uma tabela na coluna da esquerda, a coluna do meio listará os campos dessa tabela. Quando você clica duas vezes em Funções e, em seguida, clica em Funções Internas, a coluna do meio listará todas as categorias de funções, e a coluna da direita listará as funções nessas categorias. Quando você clica duas vezes em uma função para inseri-la em sua expressão, a função e o texto que indica os argumentos necessários para essa função aparecem como um texto de marcador na caixa de expressão. Em seguida, você pode substituir esse texto pelos valores do argumento.

Quando você cola um identificador (o nome de um campo de tabela ou controle) em sua expressão, o Construtor de Expressões insere somente as partes do identificador que são necessárias no contexto atual. Por exemplo, se você iniciar o Construtor de Expressões a partir da folha de propriedades de um formulário denominado Clientes e depois colar um identificador para a propriedade Visível do formulário em sua expressão, o Construtor de Expressões só colará o nome da propriedade Visível. Se você utilizar essa expressão fora do contexto do formulário, deverá incluir o identificador completo: Forms![Clientes].Visível.

Iniciar o Construtor de Expressões em uma tabela, formulário ou relatório

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na tabela, formulário ou relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Se você abrir uma tabela, na coluna Nome do Campo, clique no campo que você deseja alterar e, em seguida, na guia Geral, clique na propriedade que conterá a expressão e clique no botão ConstruirImagem do botão ao lado da propriedade.

-ou-

Se você abrir um formulário ou relatório, clique com o botão direito do mouse no controle que você deseja alterar, clique em Propriedades, localize a propriedade que conterá a expressão e, em seguida, clique no botão ConstruirImagem do botão ao lado da propriedade.

Iniciar o Construtor de Expressões em uma consulta

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na consulta que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.

-ou-

Se a consulta estiver aberta, clique com o botão direito do mouse na guia do documento relativo à consulta e clique em Modo Design no menu de atalho.

  1. Clique na célula na grade de design que conterá a expressão. Por exemplo, clique na célula Critérios da coluna em que você deseja fornecer critérios ou clique na célula Campo da coluna em que você deseja criar um campo calculado.
  2. Na guia Design, no grupo Configuração da Consulta, clique em Construtor.

Para obter mais informações sobre a criação de expressões, incluindo exemplo e sintaxe de expressões, consulte o artigo Um guia para a sintaxe de expressões.

Início da página Início da página

Usar expressões para finalidades práticas

Esta seção apresenta algumas das formas em que você pode usar expressões para resolver problemas e calcular informações necessárias para seus formulários, relatórios e tabelas.

"Carimbar" um novo registro com a data e hora atuais

Em algumas tabelas, é importante controlar ("carimbar") a data ou a data e a hora em que você adiciona um registro. Para que o Access preencha automaticamente esse valor, você pode criar um campo com o tipo de dados Data/Hora e definir a propriedade ValorPadrão do campo como Date() ou Now(). A função Date retorna a data atual, conforme armazenada no relógio do sistema do computador. A função Now retorna a data e a hora atuais.

As etapas a seguir explicam como adicionar um novo campo a uma tabela, definir o tipo de dados do campo como Data/Hora e, em seguida, adicionar as funções Now ou Date ao campo.

Adicionar um campo Data/Hora e um campo de carimbo de data/hora

  1. No Painel de Navegação, clique duas vezes na tabela que você deseja alterar.

O Access abre a tabela no modo Folha de Dados.

  1. Clique na primeira coluna em branco, localizada no lado distante da tabela. Se não for possível localizar a coluna em branco, procure as palavras Adiciona Novo Campo no cabeçalho da coluna.
  2. Clique duas vezes no cabeçalho da coluna e digite um nome para o campo, como Data da Adição e, em seguida, pressione ENTER.

-ou-

Clique com o botão direito do mouse na coluna, clique em Renomear, digite um nome para o campo e, em seguida, pressione ENTER.

  1. Na guia Folha de Dados, no grupo Tipo e Formatação de Dados, clique na seta para baixo ao lado da lista Tipo de Dados e selecione Data/Hora.
  2. Salve as alterações, mantenha a tabela aberta e vá para o próximo conjunto de etapas.

Adicionar uma expressão de data a um campo Data/Hora

  1. Clique com o botão direito do mouse na guia do documento da tabela e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na coluna Nome do Campo, clique no novo campo.
  3. Na guia Geral, clique na caixa de propriedade Valor Padrão.
  4. Digite Now() ou Date().
  5. Clique na caixa de propriedade Mostrar Selecionador de Datas e defina o valor como Nunca.
  6. Salve as alterações e feche a tabela.

Agora, quando adicionar um novo registro à tabela, o Access inserirá automaticamente a data ou a data e a hora no campo Data da Adição.

Combinando valores de texto

Para combinar os valores em dois ou mais campos de texto, use o operador E comercial (&). Por exemplo, suponha que você tenha um formulário denominado Funcionários. Você insere o nome e o sobrenome dos funcionários em campos separados, mas deseja exibir o nome completo do funcionário no cabeçalho do formulário.

Para exibir o nome completo, você pode usar esta expressão:

=[Nome] & " " & [Sobrenome]    

A expressão usa o operador & para combinar os valores dos campos Nome e Sobrenome. A expressão também usa um par de aspas duplas separadas por um caractere de espaço para inserir um espaço entre o nome e o sobrenome. Lembre-se de que os espaços entre os nomes de campos e os operadores E comercial não afetam a aparência dos dados (eles apenas tornam a expressão mais legível). Para inserir algo entre os campos, como um espaço, pontuação ou texto literal, inclua esse valor adicional entre aspas.

Como outro exemplo, você pode usar esta expressão para exibir sobrenomes e nomes, separados por uma vírgula:

=[Sobrenome] & ", " & [Nome]    

Nesse caso, os valores incluídos entre aspas inserem uma vírgula e um espaço entre os nomes.

As etapas nesta seção supõem que você tenha um formulário e uma tabela com campos denominados Nome e Sobrenome. Se não tiver, poderá alterar a expressão nestas etapas para adequar aos seus próprios dados.

Adicionar uma caixa de texto com uma expressão para nomes completos

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário ou relatório que você deseja alterar e, em seguida, clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Arraste o ponteiro no formulário ou relatório para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Dados.
  2. Altere o valor na caixa de propriedade FonteDoControle para =[Nome] & " " & [Sobrenome] e, em seguida, pressione TAB.
  3. Feche a folha de propriedades e salve as alterações.

Às vezes, você pode tentar combinar registros que não têm um valor inserido em um campo. O valor ausente é chamado de valor nulo. Quando você usa o operador & e um campo não tiver valor algum, o Access retornará uma seqüência de caracteres de comprimento zero para esse campo. Por exemplo, se o registro de um funcionário tiver somente um sobrenome, a expressão no exemplo anterior retornará uma seqüência de caracteres de comprimento zero para o campo Nome, um caractere de espaço e um valor no campo Sobrenome.

Quando você combina valores, poderá desejar incluir um valor, como uma vírgula, somente quando existirem dados em um determinado campo. Para isso, use o operador + no lugar do operador &.

Por exemplo, suponha que exista uma tabela denominada Cliente e que ela contenha campos denominados Cidade, Região e CEP. Você deseja combinar esses campos para um relatório e alguns registros podem não ter um valor no campo Região. Nesse caso, você terá uma vírgula não desejada antes do valor do CEP se usar o operador &.

Para eliminar a vírgula não desejada, você pode usar o operador de adição (+), como mostrado no seguinte exemplo de expressão:

=([Cidade] & (", " + [Região]) & " " & [CEP])    

O operador + combina texto da mesma forma que o operador &. No entanto, o operador + também suporta o que é chamado de propagação de Nulo. Isso significa que se algum componente de uma expressão for nulo, a expressão inteira também será nula. No exemplo anterior, considere a seção que exibe (", " + [Região]). Como o operador + é utilizado, a expressão dentro dos parênteses internos incluirá uma vírgula somente se existir um valor no campo Região. Se não existir um valor, a propagação de Nulo entrará em efeito e a expressão inteira dentro dos parênteses internos será avaliada como um valor nulo, dessa forma "ocultando" a vírgula.

Criando controles calculados para executar cálculos aritméticos

É possível usar expressões para adicionar, subtrair, multiplicar e dividir os valores em dois ou mais campos ou controles. Por exemplo, suponha que você registre a data em que um cliente precise receber um pedido e a data em que o pedido é enviado. Você poderá descobrir com quantos dias de antecedência (ou atraso) um pedido foi enviado, subtraindo o valor no campo DataDeEnvio do valor no campo DataDeEntrega. Você pode fazer isso porque o Access pode executar cálculos aritméticos com datas.

Expressão na propriedade Fonte do Controle que calcula DataDeEntrega menos DataDeEnvio

O resultado de um cálculo de data é chamado de intervalo. Esse valor contém um componente dias no lado esquerdo da vírgula decimal e um componente hora no lado direito. Se o valor retornado for um número positivo, você saberá com quantos dias de antecedência o pedido foi enviado. Se o valor for negativo, você saberá com quantos dias de atraso ele foi enviado. Se o valor for 0, você saberá que o pedido foi enviado no prazo.

As etapas nesta seção supõem que você tenha um formulário e que ele esteja vinculado a uma tabela de dados que contém pedidos. Por sua vez, a tabela Pedidos contém campos denominados DataDeEntrega e DataDeEnvio. Você pode alterar a expressão nas etapas a seguir para que funcione com seu banco de dados.

Adicionar uma caixa de texto que contém uma expressão para calcular o número de dias de antecipação ou de atraso

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário ou relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Arraste o ponteiro no formulário ou relatório para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e, em seguida, clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Dados.
  2. Na caixa de propriedade FonteDoControle, digite =[DataDeEntrega]-[DataDeEnvio] e, em seguida, pressione TAB.

 Observação   Lembre-se de substituir os identificadores DataDeEntrega e DataDeEnvio pelos nomes de seus próprios campos de tabela.

  1. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Ao usar os operadores +, , *, / ou \ para efetuar um cálculo com dois valores e um deles for nulo (isto é, nenhum valor foi inserido), o valor da expressão será avaliado como um valor nulo. Por exemplo, se uma das datas na expressão anterior for nula, o valor da expressão inteira também será nulo. Em um relatório, isso resulta em espaço em branco. Para substituir o valor nulo por 0, é possível usar a função Nz para converter o valor nulo em zero. Por exemplo:

=Nz([DataDeEntrega]-[DataDeEnvio],0)    

 Observação   Também é possível definir os campos em sua tabela de forma que os usuários não possam inserir valores nulos. Quando você projetar a tabela, defina a propriedade Necessário desse campo como Sim. Você também deve definir a propriedade ValorPadrão desse campo como um valor não nulo.

Adicionando os valores em dois controles

Freqüentemente, você poderá desejar adicionar os valores de dois controles. Por exemplo, para calcular o custo total de um pedido, adicione os valores nos controles Subtotal e Frete, conforme mostrado na ilustração a seguir.

Controles Subtotal e Total no formulário do pedido

As etapas a seguir supõem que você tenha um formulário com dois controles que contenham dados numéricos. Neste caso, os controles são chamados Subtotal e Frete. Você pode alterar os nomes dos controles na expressão a seguir para que funcione com seus próprios dados.

Adicionar uma caixa de texto com uma expressão que calcula um total

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário ou relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Arraste o ponteiro no formulário ou relatório para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Tudo.
  2. Defina os valores das propriedades, conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Nome Total
FonteDoControle  =[Subtotal]+[Frete]
Formato Moeda
  1.  Observação   Lembre-se de alterar os identificadores na expressão (Subtotal e Frete) para que correspondam aos nomes dos controles do seu formulário.

  2. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Multiplicando dois valores para calcular o imposto sobre as vendas ou o imposto de valor agregado

Suponha que você precise calcular o imposto sobre as vendas ou o imposto de valor agregado de um pedido. Isso pode ser feito usando uma expressão que multiplica dois valores existentes — a taxa do imposto sobre as vendas e o valor do subtotal de cada pedido. Você pode colocar sua expressão em um controle de caixa de texto e exibir os resultados em um formulário ou relatório.

Para este exercício, suponha que você tenha dois campos de tabela, TaxaDoImpostoSobreAsVendas e Subtotal. Você também pode armazenar esses valores em outros controles em um formulário ou relatório, mas para este exercício, suponha que eles residam em uma tabela.

Adicionar uma caixa de texto com uma expressão para calcular um valor de imposto

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário ou relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Arraste o ponteiro no formulário ou relatório para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Tudo.
  2. Defina os valores das propriedades, conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Nome ImpostoSobreAsVendas
FonteDoControle  =[Subtotal]*[TaxaDoImpostoSobreAsVendas]
Formato Moeda
  1.  Observação   Lembre-se de alterar os identificadores de campos (Subtotal e TaxaDoImpostoSobreAsVendas) para que correspondam aos nomes de campo em seu próprio banco de dados.

  2. Feche a folha de propriedades.

Somando e contando grupos de registros

Freqüentemente é necessário calcular uma soma dos valores armazenados em um grupo de registros. Por exemplo, pode ser necessário calcular um total de grupo para o rodapé do grupo em um relatório, ou um subtotal do pedido para os itens de linha em um formulário. Em outros momentos, poderá ser necessário contar o número de itens, em vez de somá-los. Para calcular uma soma para um grupo de registros use a função Sum e para contar um grupo de registros use a função Count.

Por exemplo, para contar o número de pedidos em um relatório que mostre pedidos agrupados por cliente, você pode usar a seguinte expressão:

=Count([CódigoDoPedido])    

É possível usar nomes de campos na expressão do argumento das funções Sum e Count, mas não nomes dos controles. Os nomes de campos são oriundos de uma tabela ou consulta. Você pode até mesmo usar o nome de um campo calculado a partir de uma consulta. No entanto, quando desejar totalizar os valores de um campo calculado, deverá repetir a expressão utilizada no controle calculado na função.

Quando desejar referir-se à mesma expressão mais de uma vez em um formulário, ou se uma função será utilizada, como Sum, você deverá considerar se é possível incluir a expressão na consulta base do formulário. Dessa forma, o cálculo poderá ser executado na consulta, em vez de no formulário. Normalmente é mais rápido executar um cálculo em uma consulta.

Para obter mais informações sobre soma e contagem, consulte os seguintes artigos:

As seções a seguir explicam algumas das formas em que essas funções podem ser utilizadas.

Criar um controle calculado em um formulário e referenciar esse controle a partir de outro formulário

Às vezes, poderá ser necessário criar um controle calculado — um controle que utiliza uma expressão como sua fonte de dados — e, em seguida, referenciar os valores nesse controle a partir de um controle separado localizado em outro formulário. As etapas nesta seção explicam como usar a função SUM em um controle calculado e, em seguida, referenciar esse controle a partir de outro formulário.

As etapas supõem o uso de um banco de dados de pedidos e um formulário de entrada de pedidos composto de dois componentes — um formulário principal e um subformulário. O formulário principal contém dados sobre o pedido inteiro, como informações de "faturar para" e "remeter para". O subformulário contém detalhes sobre os itens de linha no pedido, como produtos, quantidades de cada produto e os preços unitários de cada produto

Consultas separadas fornecem dados para cada componente, e a consulta para o subformulário tem um campo calculado denominado PreçoEstendido. Neste exemplo, o "preço estendido" é a quantidade do produto em cada item de linha multiplicado pelo número de itens, quaisquer descontos e assim por diante.

Para calcular os valores de subtotal de cada pedido, você precisa somar os valores no campo PreçoEstendido. Isso é feito adicionando-se a seguinte expressão a uma caixa de texto. Neste exemplo, a caixa de texto está localizada no rodapé do subformulário:

Cálculo do subtotal do pedido no subformulário

As etapas a seguir explicam como adicionar o controle calculado ao subformulário. As informações após estas etapas explicam como fazer referência ao controle a partir de outro controle.

Adicionar uma caixa de texto com uma expressão que calcula subtotais em um subformulário

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no subformulário que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Se a seção de rodapé do formulário não estiver visível, clique na barra Rodapé do Formulário e arraste a borda inferior da barra para baixo.
  3. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Na seção de rodapé do formulário, arraste o ponteiro no formulário para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e, em seguida, clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Tudo e, em seguida, defina os valores das propriedades conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Nome SubtotalDoPedido
FonteDoControle  =Sum([Preço Estendido])
Formato Moeda
  1.  Observação   Se você estiver adaptando estas etapas para que funcionem com seus próprios dados, lembre-se de alterar o nome do campo (PreçoEstendido) para que corresponda ao nome do campo em seu próprio banco de dados.

  2. Clique na caixa no canto superior esquerdo ou direito do subformulário — a caixa próxima à régua — para exibir as propriedades do subformulário inteiro.
  3. Localize a caixa de propriedade Modo Padrão e altere seu valor para Folha de Dados.
  4. Salve as alterações, fecha a folha de propriedades e vá para as próximas etapas.

Embora a caixa de texto no subformulário calcule o subtotal do pedido, você pode não desejar exibir os valores resultantes no subformulário porque os subformulários normalmente aparecem como folhas de dados. A adição de um subtotal significaria, pelo menos, que os usuários veriam o mesmo valor várias vezes. Por exemplo, você poderia ver este tipo de resultado:

Produto Quantidade Preço Unitário Desconto Preço Estendido Subtotal
Produto 1 4 $8,00 0,00% $32,00 $137,00
Produto 2 5 $9,00 0,00% $45,00 $137,00
Produto 3 6 $10,00 0,00% $60,00 $137,00

Como você pode verificar, um item de dados de resumo pertence a um único campo e normalmente faz sentido colocá-lo em um formulário principal. Para isso, adicione um controle ao formulário principal que faça referência ao controle no subformulário. A ilustração a seguir mostra como isso pode ser feito:

Referência a SubtotalDoPedido no subformulário do pedido

Texto explicativo 1 O nome do controle do subformulário no formulário principal
Texto explicativo 2 A propriedade Formulário, que fornece acesso aos controles e propriedades do subformulário
Texto explicativo 3 O nome do controle da caixa de texto no subformulário

As etapas a seguir explicam como criar uma caixa de texto que faça referência aos valores em outro controle.

Criar o controle

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário principal que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Localize a área no formulário à qual deseja adicionar o controle e, em seguida, arraste o ponteiro no formulário para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Tudo.
  2. Defina os valores das propriedades, conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Nome Subtotal
FonteDoControle  =[Subformulário Pedidos].Form![SubtotalDoPedido]
Formato Moeda
  1.  Observação   Se você estiver adaptando estas etapas para que funcionem com seus próprios dados, lembre-se de alterar os identificadores (os nomes de formulários e de controles entre colchetes) para que correspondam aos nomes em seu próprio banco de dados.

  2. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Pesquisando um valor em uma tabela

Quando você projeta um formulário, pode ser conveniente exibir um valor de uma tabela ou consulta diferente daquela à qual o formulário está vinculado. Por exemplo, suponha que você tenha um formulário Produtos que esteja vinculado a uma tabela Produtos. No entanto, depois de projetar o formulário, você decide que deseja que o formulário exiba o nome do contato do fornecedor de cada produto — dados que residem em uma tabela denominada Fornecedores.

O Access fornece duas maneiras de executar esse tipo de tarefa. Você pode usar o Assistente de Pesquisa para criar um campo de pesquisa (a técnica mais comum) ou pode criar uma expressão. Uma discussão sobre o Assistente de Pesquisa está além do escopo deste tópico; portanto, para obter mais informações, consulte o artigo Adicionar ou alterar um campo para pesquisar um valor em outra tabela.

Para criar uma expressão que pesquise valores em outra tabela, use a função DLookup. Você fornece três argumentos para a função DLookup:

  • O nome do campo cujo valor deseja pesquisar
  • A tabela ou consulta em que o campo está localizado
  • Opcionalmente, os critérios a serem utilizados para localizar o registro

Para adicionar o contato do fornecedor, abra o formulário Produtos no modo Design e, em seguida, adicione uma caixa de texto com o rótulo Nome do Contato. A expressão a ser utilizada para essa caixa de texto é:

=DLookup("[NomeDoContato]","[Fornecedores]","[IDFornecedor]=" & Forms!Produtos!IDFornecedor)    

Adicionar a caixa de texto do contato do fornecedor

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no formulário principal que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Localize a área no formulário à qual deseja adicionar o controle e, em seguida, arraste o ponteiro no formulário para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Tudo.
  2. Defina os valores das propriedades, conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Rótulo Nome do Contato
FonteDoControle  =DLookup("[NomeDoContato]","[Fornecedores]","[IDFornecedor]=" & Forms!Produtos!IDFornecedor)
  1. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Essa expressão pesquisa na tabela Fornecedores e retorna o nome do contato do fornecedor cuja identificação do fornecedor corresponda ao valor no controle IDFornecedor no formulário Produtos. Observe como o operador & é utilizado para construir o terceiro argumento. Um erro comum que deve ser evitado é colocar aspas em torno do argumento inteiro, em vez de em torno somente do texto antes do operador &.

 Observação   Como uma alternativa ao uso da função DLookup, você pode alterar a consulta base para que inclua somente as informações necessárias. O uso de uma consulta normalmente é mais eficiente.

Adicionar uma data de impressão a um relatório

Os usuários de relatórios normalmente desejam saber quando um relatório foi impresso. Essa pequena informação pode dizer se eles têm ou não dados atuais. Para que o Access preencha a data para você, use a função Now ou a função Date. A função Now retorna a data e a hora atuais, conforme armazenado no relógio do computador. A função Data retorna somente a data atual. Você pode usar a função Format para formatar o resultado de uma dessas funções como qualquer um dos formatos de data e hora disponíveis.

Adicionar a data da impressão a um relatório

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Se a seção de rodapé do relatório não estiver visível, clique na barra Rodapé do Relatório e arraste a borda inferior da barra para baixo a fim de expandir o relatório.
  3. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Na seção de rodapé do relatório, arraste o ponteiro para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Tudo e, em seguida, defina os valores das propriedades conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Nome DataDaImpressão
FonteDoControle  ="Impresso em " & Date()
Formato Data Normal
  1. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Imprimindo o número da página em um relatório

Quando projetar um relatório que ocupe mais de uma página impressa, você deverá adicionar números de página. Isso pode ser feito usando a propriedade Página, que automaticamente numera as páginas quando você visualiza ou imprime o relatório. A propriedade Página está disponível somente quando você visualiza ou imprime um relatório, portanto ela não aparece na folha de propriedades do relatório. Para usar a propriedade Página, coloque uma caixa de texto no cabeçalho ou no rodapé do relatório e, em seguida, digite Página na propriedade FonteDoControle da caixa de texto.

Este é o mesmo procedimento que você deve seguir ao usar uma função como Now ou Date, exceto que você não incluirá parênteses após a propriedade Página.

Esta figura mostra como é possível adicionar a propriedade Página diretamente a um controle de caixa de texto:

Expressão Página no rodapé da página

Além disso, também é possível construir uma expressão que utilize as propriedades Página e Páginas. A propriedade Páginas retorna o número total de páginas no relatório. Por exemplo, a expressão a seguir produz numeração de páginas no formato Página 1 de 10.

="Página " & [Página] &" de " & [Páginas]    

As etapas a seguir explicam como adicionar uma expressão que use as duas propriedades no rodapé de um relatório. As etapas explicam como adicionar números de página no modo Design e também usando o modo Layout.

Usar o modo Design para adicionar numeração de páginas

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Se a seção de rodapé do relatório não estiver visível, clique na barra Rodapé do Relatório e arraste a borda inferior da barra para baixo a fim de expandir o relatório.
  3. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Texto.
  1. Na seção de rodapé do relatório, arraste o ponteiro para criar a caixa de texto.
  2. Clique com o botão direito do mouse na caixa de texto e clique em Propriedades.

-ou-

Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

  1. Clique na guia Dados e altere o valor na caixa de propriedade Fonte do Controle para: ="Página " & [Página] &" de " & [Páginas].
  2. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Usar o modo Layout para adicionar numeração de páginas

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no relatório que você deseja alterar e clique em Modo Layout.
  2. Na guia Formatação, no grupo Controles, clique em Números de Página.

A caixa de diálogo Números de Página aparece.

  1. Em Formato, clique em Página N de M.
  2. Em Posição, selecione uma opção.
  3. Em Alinhamento, selecione uma opção na lista.
  4. Marque ou limpe a caixa de seleção Mostrar Número na Primeira Página e, em seguida, clique em OK.

 Observação   O Construtor de Expressões inclui algumas expressões comuns que podem ser utilizadas para numeração de páginas. Para obter mais informações sobre como usar o Construtor de Expressões, consulte a seção Usando o Construtor de Expressões para criar expressões.

Imprimindo uma parte de um valor em um relatório

Se os primeiros ou últimos caracteres em um campo tiverem um significado especial, você poderá organizar um relatório com base neles. Por exemplo, se os dois primeiros caracteres de um código de identificação de produto indicarem o tipo do produto, será possível agrupar os produtos pelos dois primeiros caracteres no código e, em seguida, identificar cada grupo imprimindo os caracteres em um cabeçalho de grupo.

Use a função Left para extrair os primeiros n caracteres de um valor em um campo de Texto e a função Right para extrair os últimos n caracteres. Em ambos os casos, o primeiro argumento é o nome do campo ou a expressão de texto, e o segundo argumento é o número de caracteres que deseja extrair.

A tabela a seguir mostra expressões que empregam essas funções. As funções supõem que os dados residam em um campo de tabela denominado CódigoDaPeça.

Se o valor no Código da Peça for Esta expressão Retorna
AA105 =Left([CódigoDaPeça],2) AA
AA105 =Right([CódigoDaPeça],3) 105

Para obter mais informações sobre as funções Left e Right, consulte os artigos Função Left e Função Right.

Usando separadores de letra em uma lista em ordem alfabética

Para identificação mais rápida em uma lista de produtos, é possível agrupar os produtos pela primeira letra de seus nomes e imprimir a letra em um cabeçalho de grupo, conforme mostrado na ilustração a seguir.

Relatório mostrando agrupamento pela primeira letra do nome do produto

Para iniciar um novo grupo cada vez que a primeira letra do nome do produto for alterada e, em seguida, classificar alfabeticamente os produtos dentro de cada grupo, crie dois grupos no painel Agrupar, Classificar e Total e, em seguida, defina cada grupo conforme mostrado nas tabelas a seguir.

Agrupar NomeDoProduto começando pelo A pelo primeiro caractere sem totais com clique em título para adicionar
  com uma seção de cabeçalho sem uma seção de rodapé manter o grupo em uma mesma página
Classificar em NomeDoProduto começando pelo A por valor inteiro sem totais com clique em título para adicionar
  com uma seção de cabeçalho com uma seção de rodapé não manter o grupo em uma mesma página

Exibir o painel Agrupar, Classificar e Total

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Agrupamento e Totais, clique em Agrupar e Classificar.

Para imprimir somente a primeira letra do nome no início de um novo grupo, use esta expressão na caixa de texto no cabeçalho NomeDoProduto:

=Left([NomeDoProduto],1)    

Imprimindo o equivalente numérico de uma data

É possível organizar os registros em um relatório usando valores de data numéricos para um período de tempo — um período como um ano, trimestre, mês ou semana. Por exemplo, um ano é dividido em 53 semanas de calendário (A primeira e a última semanas do ano normalmente são semanas parciais). Usando esse valor numérico, é possível agrupar os pedidos que foram enviados pela semana do ano.

Para localizar uma parte de um valor de data numérico, como apenas o mês do ano, use a função DatePart. A função usa a seguinte sintaxe:

DatePart    (intervalo, data[, primeirodiadasemana] [, primeirasemanadoano])

O argumento intervalo é a abreviação da parte da data que você deseja retornar. Exemplos de abreviações válidas são "yyyy" para um ano com quatro dígitos, "q" para um trimestre de calendário e "m" para um mês. O argumento data é um nome de campo ou uma data literal, como "1-Jul-07."

Os argumentos primeirodiadasemana e primeirasemanadoano são opcionais. O argumento primeirodiadasemana retorna domingo, a menos que você especifique de outra forma. Para especificar um dia diferente, insira um valor entre 2 e 7 (1 é o valor padrão). O argumento primeirasemanadoano retorna a semana na qual 1º de janeiro ocorre. Para especificar uma semana diferente, insira 2 ou 3. Use 2 para especificar a primeira semana que tenha pelo menos quatro dias no ano novo, use 3 para especificar a primeira semana completa do ano.

A tabela a seguir lista exemplos dos resultados retornados para um campo denominado "Feriado". O campo Feriado pode armazenar os feriados que são comemorados nos países ou regiões em que sua empresa faz negócios.

Se o valor em Feriado for  Esta expressão Retorna
1-Jan-07 =DatePart("w",[Feriado]) 2 (dia da semana)
31-Dez-07 =DatePart("ww",[Feriado]) 53 (semana do ano)
31-Dez-07 =DatePart("yyyy",[Feriado]) 2007 (número com quatro dígitos do ano)

Para obter mais informações, consulte o artigo Função DatePart.

Para aprender mais sobre a criação de relatórios agrupados, consulte o artigo Criar um relatório agrupado ou resumido.

Comparando os resultados de vários anos

Quando você desejar analisar os resultados das vendas de mais de um ano, é conveniente agrupar os resultados por um período de tempo, como trimestre ou mês. Dessa forma, é possível verificar rapidamente como o desempenho em um período de tempo em um ano é comparado ao mesmo período de tempo em outro ano. Por exemplo, suponha que você deseja ver um relatório Resumo das Vendas por Trimestre, que mostra o número de pedidos enviados e os totais das vendas.

Relatório Resumo das Vendas por Trimestre

Para criar os cabeçalhos e rodapés de grupo e para especificar a ordem de classificação desse relatório, crie dois grupos, cada um com sua própria ordem de classificação, e defina as propriedades no painel Agrupar, Classificar e Total para cada grupo e ordem de classificação, conforme mostrado nas tabelas a seguir. Observe que você usa uma expressão para agrupar pelo trimestre em que os pedidos foram enviados.

Agrupar expressão
Use esta expressão: =DatePart("q",[DataDeEnvio])
crescente por valor inteiro sem totais com título Trimestre
  com uma seção de cabeçalho com uma seção de rodapé manter o grupo em uma mesma página

Agrupar DataDeEnvio do mais antigo para o mais recente por ano sem totais com clique em título para adicionar
  sem uma seção de cabeçalho com uma seção de rodapé não manter o grupo em uma mesma página

Exibir o painel Agrupar, Classificar e Total

  1. Abra o relatório no modo Design.
  2. Na guia Design, no grupo Agrupamento e Totais, clique em Agrupar e Classificar.

Para imprimir o número do trimestre no início de um novo grupo, coloque uma caixa de texto no cabeçalho do grupo usando a mesma expressão utilizada na caixa Classificar e Agrupar:

=DatePart("q", [DataDeEnvio])    

Calculando totais do item de linha

Suponha que você deseja um relatório de faturas que exiba informações sobre um pedido. Será necessário calcular o preço estendido (o total de vendas para cada produto) dos itens de linha. Primeiro crie uma consulta que forneça os dados para o relatório. Inclua nessa consulta todos os campos necessários de todas as tabelas de que você precisa, como a tabela Pedidos, a tabela Detalhes do Pedido e a tabela Clientes. Em seguida, você pode criar um campo calculado na grade de design da consulta que calcule o preço estendido para cada produto na fatura.

Criar um campo calculado

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse na consulta que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Clique na linha Campo de uma coluna vazia na grade de design da consulta.
  3. Digite um nome, dois-pontos (:) e uma expressão na célula Campo. O nome e os dois-pontos definem um nome amigável ao usuário para seu campo calculado. Para calcular um preço estendido, é possível usar uma expressão como esta:

PreçoEstendido: CCur([Detalhes do Pedido].Preço Unitário*[Quantidade]*(1-[Desconto])/100)*100    

Observe que ao criar um campo calculado na grade de design da consulta, você não precede a expressão com o operador =.

Identificando pedidos que foram enviados com atraso

Na melhor das hipóteses, os pedidos são enviados no prazo. Ocasionalmente, alguns pedidos podem podem sair após a data de entrega, e você deseja identificá-los em um relatório. Para marcar todos os pedidos que foram enviados com atraso em um relatório que monitore remessas, é possível imprimir uma marca de seleção em uma caixa de seleção rotulada Enviado com Atraso. Como a maioria dos pedidos é enviada no prazo, a marca de seleção é mais fácil de ser localizada do que um texto que informe No prazo ou Atrasado.

A expressão para este relatório compara o valor do campo Data de Envio com o valor do campo Data de Entrega. Se o valor do campo Data de Envio for maior (isto é, uma data posterior) que o valor do campo Data De Entrega, a expressão retornará o valor Verdadeiro e o relatório mostrará uma marca de seleção na caixa de seleção. Se o valor for Falso, o relatório deixará a caixa de seleção vazia.

Adicionar a caixa de seleção EnviadoComAtraso a um relatório

  1. No Painel de Navegação, clique com o botão direito do mouse no relatório que você deseja alterar e clique em Modo Design no menu de atalho.
  2. Na guia Design, no grupo Controles, clique em Caixa de Seleção.
  3. Arraste o ponteiro na seção de detalhes do relatório para criar a caixa de seleção.
  4. Clique com o botão direito do mouse na caixa de seleção, clique em Propriedades no menu de atalho e, em seguida, clique na guia Tudo na folha de propriedades.
  5. Defina as propriedades das caixas de seleção, conforme mostrado na tabela a seguir.
Propriedade Configuração
Nome EnviadoComAtraso
FonteDoControle  =[Data de Envio]>[Data de Entrega]
Visível Sim
  1.  Observação   Se você estiver adaptando estas etapas para que funcionem com seus próprios dados, lembre-se de alterar os nomes dos campos nos identificadores para que correspondam ao seu próprio banco de dados.

  2. Salve as alterações e feche a folha de propriedades.

Início da página Início da página

Tabela de operadores

O Access oferece suporte a diversos operadores, incluindo operadores aritméticos como +, -, * (multiplicação) e / (divisão), além de operadores de comparação para comparar valores, operadores de texto para concatenar texto, operadores lógicos para determinar valores verdadeiros ou falsos, e outros operadores específicos do Access. Para obter detalhes sobre como usar esses operadores, consulte as tabelas a seguir:

Operadores aritméticos

Você pode usar os operadores aritméticos para calcular um valor a partir de dois ou mais números ou para alterar o sinal de um número de positivo para negativo.

Operador Finalidade Exemplo
+ Somar dois números. [Subtotal]+[ImpostoSobreAsVendas]
- Localizar a diferença entre dois números ou indicar o valor negativo de um número. [Preço]-[Desconto]
* Multiplicar dois números. [Quantidade]*[Preço]
/ Dividir o primeiro número pelo segundo. [Total]/[ContagemDeItens]
\ Arredondar os dois números para inteiros e dividir o primeiro número pelo segundo. Em seguida, truncar o resultado para um número inteiro. [Registrados]\[Quartos]
Mod Dividir o primeiro número pelo segundo e retornar somente o resto. [Registrados] Mod [Quartos]
^ Elevar um número à potência de um expoente. Número ^ Expoente

Operadores de comparação

Você usa os operadores de comparação para comparar valores e retornar um resultado que seja verdadeiro, falso ou nulo.

Operador Finalidade
< Determinar se o primeiro valor é menor que o segundo.
<= Determinar se o primeiro valor é menor ou igual ao segundo.
> Determinar se o primeiro valor é maior que o segundo.
>= Determinar se o primeiro valor é maior ou igual ao segundo.
= Determinar se o primeiro valor é igual ao segundo.
<> Determinar se o primeiro valor não é igual ao segundo.

Em todos os casos, se o primeiro ou o segundo valor for nulo, o resultado também será nulo. Como nulo representa um valor desconhecido, o resultado de qualquer comparação com nulo também será desconhecido.

Operadores lógicos

Você usa os operadores lógicos para combinar dois valores e retornar um resultado verdadeiro, falso ou nulo. Você também pode ver os operadores lógicos referidos como operadores Booleanos.

Operador Uso Descrição
And Expr1 And Expr2 Verdadeiro quando Expr1 e Expr2 forem verdadeiros.
Or Expr1 Or Expr2 Verdadeiro quando Expr1 ou Expr2 for verdadeiro.
Eqv Expr1 Eqv Expr2 Verdadeiro quando Expr1 e Expr2 forem verdadeiros ou Expr1 e Expr2 forem falsos.
Not Not Expr Verdadeiro quando Expr não for verdadeiro.
Xor Expr1 Xor Expr2 Verdadeiro quando Expr1 for verdadeiro ou Expr2 for verdadeiro, mas não ambos.

Operadores de concatenação

Você usa os operadores de concatenação para combinar dois valores de texto em um.

Operador Uso Descrição
& string1 & string2 Combina duas seqüências de caracteres para formar uma.
+ string1 + string2 Combina duas seqüências de caracteres para formar uma e propaga os valores nulos.

Operadores especiais

Você usa os operadores especiais conforme descrito na tabela a seguir.

Operador Descrição Para obter mais informações
Is Null ou Is Not Null Determina se um valor é Nulo ou Não é Nulo.
Like "padrão" Corresponde valores de seqüências de caracteres usando os operadores curinga ? e *. Operador Like
Between val1 And val2 Determina se um valor numérico ou de data está entre um intervalo. Operador Between...And
In(string1,string2...) Determina se o valor de uma seqüência de caracteres está presente em um conjunto de valores de seqüências de caracteres. Operador In

Para obter mais informações sobre as formas de utilização desses operadores, consulte os artigos Um guia para a sintaxe de expressões.

Início da página Início da página

 
 
Aplica-se a:
Access 2007