Criar tabelas em um banco de dados

Ao criar um banco de dados, você armazena dados em tabelas — listas de linhas e colunas baseadas em tópicos. Por exemplo, talvez você deseje criar uma tabela Contatos para armazenar uma lista de nomes, endereços e números de telefone, ou uma tabela Produtos para armazenar informações sobre produtos. É recomendável iniciar sempre a estruturação de um banco de dados pela criação das tabelas , mesmo antes de criar quaisquer outros objetos de banco de dados.

Este artigo explica como criar tabelas. Você aprenderá a criar uma tabela, adicionar campos a ela e definir a chave primária da tabela. Aprenderá também sobre os tipos de dados, e como definir as propriedades do campo e da tabela.

Antes de criar tabelas, você deve examinar cuidadosamente seus requisitos e planejar o banco de dados para determinar as tabelas de que necessita. Para obter uma introdução sobre o planejamento e a estruturação de um banco de dados, consulte o artigo Conceitos básicos da estruturação de bancos de dados.

Neste artigo


O que é uma tabela?

Uma tabela contém dados sobre um assunto específico, como funcionários ou produtos. Cada registro em uma tabela contém informações sobre um item, como um funcionário específico. Um registro é composto de campos como nome, endereço e número de telefone. O registro também é normalmente chamado de linha, e o campo, de coluna.

Tabela clientes mostrando o layout de registros e campos

Texto explicativo 1 Registro ou linha
Texto explicativo 2 Campo ou coluna

O banco de dados pode conter diversas tabelas, cada uma delas armazenando informações sobre um assunto diferente. Cada tabela pode conter vários campos de tipos diferentes, incluindo texto, números, datas e imagens.

A lista a seguir mostra alguns exemplos comuns de tabelas que podem ser criadas.

  • Uma tabela de clientes que lista os clientes da empresa e seus respectivos endereços
  • Um catálogo de produtos que você comercializa, incluindo os preços e as imagens de cada item.
  • Uma tabela de tarefas que rastreia as tarefas e as respectivas datas de conclusão
  • Um inventário de equipamentos ou do estoque disponível

Você deve planejar e estruturar o banco de dados cuidadosamente para garantir sua precisão e para evitar a necessidade de fazer muitas alterações posteriormente. Para obter informações sobre o planejamento e a estruturação de bancos de dados, consulte o artigo Conceitos básicos da estruturação de bancos de dados.

Início da página Início da página

Criar uma nova tabela

Um banco de dados simples, como uma lista de contatos, pode usar apenas uma única tabela. Muitos bancos de dados, no entanto, usam várias tabelas. Ao criar um novo banco de dados, você cria um novo arquivo no seu computador, que age como um recipiente para todos os objetos no seu banco de dados, incluindo as tabelas.

Você pode criar uma tabela criando um novo banco de dados, inserindo a tabela em um banco de dados existente, importando-a ou vinculando-a a uma tabela de outra fonte de dados — como uma pasta de trabalho do Microsoft Office Excel 2007, um documento do Microsoft Office Word 2007, um arquivo de texto ou outro banco de dados. Ao criar um novo banco de dados em branco, uma nova tabela vazia é inserida automaticamente. Em seguida, você pode inserir dados para iniciar a definição dos campos.

Criar uma nova tabela em um novo banco de dados

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Novo.
  1. Na caixa Nome do arquivo, digite um nome de arquivo. Para alterar o local, clique no ícone de pasta para pesquisar.
  2. Clique em Criar.

O novo banco de dados é aberto, e uma nova tabela, denominada Tabela1, é criada e aberta no modo Folha de Dados.

Criar uma nova tabela em um banco de dados existente

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. Na guia Criar, no grupo Tabelas, clique em Tabela.

Imagem da Faixa de Opções do Access

Uma nova tabela é inserida no banco de dados, e a tabela é aberta no modo Folha de Dados.

Início da página Início da página

Criar uma tabela baseada em um modelo de tabela

Para criar uma tabela Contatos, Tarefas, Problemas, Eventos ou Ativos, talvez você queira iniciar com os modelos de tabela para esses assuntos, que acompanham o Office Access 2007. Os modelos de tabela foram criados para serem compatíveis com as listas do Windows SharePoint Services 3.0 que têm os mesmos nomes.

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. Na guia Criar, no grupo Tabelas, clique em Modelos de Tabela e, em seguida, selecione um dos modelos disponíveis na lista.

Imagem da Faixa de Opções do Access

Uma nova tabela é inserida, com base no modelo de tabela que você selecionou.

Início da página Início da página

Importar ou vincular para criar uma tabela

É possível criar uma tabela importando ou vinculando a informações armazenadas em qualquer lugar. Por exemplo, você pode importar ou vincular informações em uma planilha do Excel, lista do SharePoint, um arquivo XML ou outro banco de dados do Access, uma pasta do Microsoft Office Outlook 2007 e diversas outras fontes. Ao importar as informações, você cria uma cópia das informações em uma nova tabela no banco de dados atual. De maneira inversa, ao vincular às informações, você cria uma tabela vinculada no banco de dados atual, que representa um vínculo real às informações existentes, armazenadas em qualquer lugar. Dessa maneira, ao alterar dados em uma tabela vinculada, você também a altera em sua fonte original (com algumas exceções — leia a observação abaixo). Quando as informações são alteradas na fonte original com a utilização de outro programa, essa alteração é visível na tabela vinculada.

 Observação   Em alguns casos, não é possível fazer alterações na fonte de dados por meio de uma tabela vinculada, especialmente, quando a fonte de dados é uma planilha do Excel.

Criar uma nova tabela importando ou vinculando a dados externos

  1. Para usar um banco de dados existente, no menu Arquivo, clique em Abrir.
  2. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  3. Para criar um novo banco de dados, no menu Arquivo, clique em Novo.
    • Na caixa de texto Nome do arquivo, digite um nome de arquivo. Para alterar o local, clique no ícone de pasta.
    • Clique em Criar.

O novo banco de dados é aberto, e uma nova tabela, nomeada como Tabela1 é criada e aberta no modo Folha de Dados.

  1. Na guia Dados externos, no grupo Importar, clique em uma das fontes de dados disponíveis.

Imagem da Faixa de Opções do Access

  1. Siga as instruções nas caixas de diálogo.

O Access cria a nova tabela e a exibe no Painel de Navegação.

 Observação   É possível também importar ou vincular a uma lista do SharePoint utilizando um comando na guia Criar. Consulte a seção a seguir para obter instruções detalhadas.

Início da página Início da página

Criar uma tabela baseada em uma lista do SharePoint

Você pode criar uma tabela no banco de dados que seja importada de, ou vinculada a, uma lista do SharePoint. A lista pode ser preexistente e, nesse caso, você pode importá-la ou vinculá-la, ou pode criar uma nova lista personalizada ou uma nova lista baseada em um modelo predefinido. Os modelos predefinidos no Office Access 2007 incluem Contatos, Tarefas, Problemas e Eventos.

Primeiro, abra o banco de dados no qual deseja criar a tabela.

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. Na guia Criar, no grupo Tabelas, clique em Listas do SharePoint.

Imagem da Faixa de Opções do Access

Em seguida, siga um destes procedimentos:

Criar a lista baseada em um modelo

  1. Clique em Contatos, Tarefas, Problemas ou Eventos.
  2. Na caixa de diálogo Criar Nova Lista, digite o URL para o site do SharePoint onde você deseja que lista seja colocada. Além disso, insira o nome da nova lista do SharePoint e a descrição dela.
  3. Se desejar que a tabela vinculada abra após ter sido criada, marque a caixa de seleção Abrir a lista quando terminar (é selecionada por padrão). Caso contrário, desmarque a caixa de seleção.
  4. Clique em OK.

Criar uma nova lista personalizada

  1. Clique em Personalizada.
  2. Na caixa de diálogo Criar Nova Lista, digite o URL para o site do SharePoint no qual deseja que a lista seja colocada. Além disso, digite o nome da nova lista do SharePoint e a descrição dela.
  3. Se desejar que a tabela vinculada abra após ter sido criada, marque a caixa de seleção Abrir a lista quando terminar (é selecionada por padrão). Caso contrário, desmarque a caixa de seleção.
  4. Clique em OK.

Importar os dados de uma lista existente

  1. Clique em Lista do SharePoint Existente.
  2. Na caixa de diálogo Obter dados externos, digite o URL do site do SharePoint que contém a lista.
  3. Clique em Importar os dados de origem para uma nova tabela do banco de dados atual.
  4. Clique em Avançar.
  5. Marque a caixa de seleção ao lado de qualquer lista do SharePoint que deseje importar.
  6. Clique em OK.

Vincular a uma lista existente

  1. Clique em Lista do SharePoint Existente.
  2. Na caixa de diálogo Obter dados externos, digite o URL para o site do SharePoint que contém a lista.
  3. Clique em Vincular à fonte de dados criando uma tabela vinculada.
  4. Clique em Avançar.
  5. Marque a caixa de seleção ao lado de qualquer lista do SharePoint que deseje vincular.
  6. Clique em OK.

Início da página Início da página

Adicionar campos a uma tabela no modo Folha de Dados

Você armazena os itens de informação que deseja rastrear nos campos (também chamados de colunas). Por exemplo, em uma tabela Contatos, você pode criar campos para Sobrenome, Nome, Número de telefone, Endereço, entre outros. Para uma tabela Produtos, você pode criar um Nome do produto, Identificação do produto e Preço.

É importante selecionar os campos cuidadosamente. Por exemplo, em geral, não é recomendável criar um campo para armazenar um valor calculado. Em vez disso, o Office Access 2007 pode calcular o valor, quando necessário. Ao selecionar campos, tente armazenar informações em suas menores partes úteis. Por exemplo, em vez do Nome completo, considere armazenar o Sobrenome e o Nome. De forma geral, se for necessário relatar, classificar, pesquisar ou calcular um item de informação, coloque-o sozinho em uma coluna. Para obter mais informações sobre a estruturação de um banco de dados e a seleção de campos, consulte o artigo Fundamentos do design de banco de dados.

Um campo possui algumas características definidas. Por exemplo, todo campo tem um nome que o identifica de maneira exclusiva em uma tabela. Um campo também possui um tipo de dados que é escolhido para coincidir com as informações que serão armazenadas. O tipo de dados determina os valores que podem ser armazenados e as operações que podem ser executadas, bem como quanto espaço de armazenamento será separado para cada valor. Cada campo também possui um grupo associado de configurações chamado propriedades que define as características de aparência e comportamento do campo. Por exemplo, a propriedade formato define o layout de exibição de um campo  — isto é, como ele deve aparecer quando for exibido.

Quando você cria uma nova tabela, ela é aberta no modo Folha de Dados. Você pode imediatamente um campo digitando algumas informações na coluna Adicionar novo campo.

Folha de Dados com coluna Adicionar Novo Campo

Adicionar um novo campo a uma tabela existente

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. No Painel de Navegação, clique duas vezes em uma das tabelas disponíveis para abri-la.
  3. Digite os dados na célula abaixo do cabeçalho da coluna Adicionar novo campo.

Adicionar um novo campo a uma nova tabela

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. Na guia Criar, no grupo Tabelas, clique em Tabela.

Imagem da Faixa de Opções do Access

O Access insere uma nova tabela no banco de dados e a abre no modo Folha de Dados.

  1. Digite os dados na célula abaixo do cabeçalho da coluna Adicionar novo campo.

Quando você insere dados em uma nova coluna, o Office Access 2007 usa as informações digitadas para reconhecer os dados apropriados para o campo. Por exemplo, se você digitar uma data em uma coluna, como 1/1/2006, o Office Access 2007 examina as informações inseridas, reconhece-as como uma data, e define o tipo de dados para o campo de Data/Hora. Se o Access não tiver informações suficientes a partir do que foi inserido, o tipo de dados será definido como Texto.

A tabela a seguir mostra como funciona a detecção automática de tipo de dados no modo Folha de Dados.

Se você digitar: O Office Access 2007 cria um campo com um tipo de dados de:
João Texto

http://www.contoso.com

Você pode usar qualquer prefixo de protocolo da Internet. Por exemplo, http://, https:// e mailto: são prefixos válidos.

Hiperlink
50.000 Número, Inteiro longo
50.000 Número, Inteiro longo
50.000,99 Número, Duplo
50000.389 Número, Duplo

12/31/2006

Os formatos de data e hora reconhecidos são as da localidade do usuário.

Data/Hora
31 de dezembro de 2006 Data/Hora
10:50:23 Data/Hora
10:50 Data/Hora
17:50 Data/Hora

R$ 12,50

O símbolo da moeda reconhecido é o da localidade do usuário.

Moeda
21,75 Número, Duplo
123,00% Número, Duplo
3,46E+03 Número, Duplo

Além de determinar o tipo de dados, o Office Access 2007 pode determinar a propriedade Formato, dependendo do que você inserir. Por exemplo, se você digitar 10:50, o Access define o tipo de dados de Data/Hora e a propriedade Formato Hora normal.

Se você quiser definir explicitamente o tipo de dados e o formato de um campo, substituindo a escolha feita pelo Office Access 2007, você pode fazê-lo usando os comandos do grupo Tipo e Formatação de Dados, na guia Folha de Dados.

Definir explicitamente o tipo de dados

  1. Na guia Folha de Dados, no grupo Tipo de Dados e Formatação, clique em Tipo de Dados.

Imagem da Faixa de Opções do Access

  1. Clique no tipo de dados desejado.

Definir explicitamente o formato

  1. Na guia Folha de Dados, no grupo Tipo de Dados e Formatação, clique em Formato.
  2. Clique no formato desejado.

Quando você adiciona um campo digitando as informações na célula abaixo do cabeçalho Adicionar novo campo, o Office Access 2007 atribui automaticamente um nome ao campo. Esses nomes iniciam com Campo1 para o primeiro campo, Campo2 para o segundo campo, e assim por diante. É recomendável usar nomes de campo mais descritivos. Você pode renomear o campo clicando com o botão direito do mouse no seu cabeçalho e, em seguida, clicando em Renomear coluna no menu de atalho.

Os nomes dos campos podem ser compostos de até 64 caracteres (letras ou números), incluindo os espaços. Você deve tentar atribuir nomes descritivos aos campos, de modo que seja possível identificá-los facilmente ao visualizar ou editar os registros. Por exemplo, você pode usar nomes de campos, como Sobrenome, Endereço e Telefone Residencial.

Início da página Início da página

Adicionar campos usando modelos de campo

Às vezes, é mais fácil selecionar em uma lista predefinida de campos do que criar manualmente um campo. Você pode usar o painel de tarefas Modelos de campo para selecionar em uma lista de campos predefinidos. O Office Access 2007 vem com um conjunto de modelos internos que podem poupar significativamente seu tempo durante a criação de modelos. Para criar um novo campo usando um modelo de campo, exiba o painel Modelos de campo e, em seguida, arraste e solte um ou mais modelos para a tabela que é aberta no modo Folha de Dados.

Um modelo de campo é um conjunto predefinido de características e propriedades que descrevem um campo. A definição do modelo de campo inclui um nome de campo, um tipo de dados, uma configuração para a propriedade de formato do campo, e várias propriedades de outro campo que juntas formam um modelo que serve como base para a criação de um novo campo.

  1. Certifique-se de que a tabela esteja no modo Folha de Dados.
  2. Na guia Folha de dados, no grupo Campos e Colunas, clique em Novo Campo.

Imagem da Faixa de Opções do Access

O painelModelos de campo é exibido.

  1. Selecione um ou mais campos no painel Modelos de campo e arraste-os para a tabela. Quando a linha de inserção for exibida, solte os campos na posição.

Os campos são exibidos na folha de dados.

Os modelos de campo são padrões. Eles fornecem a base a partir da qual é possível criar um novo campo. Mas não são a única base da qual você pode criar um novo campo. Além de criar um novo campo a partir de um modelo de campo, você também pode criar um novo campo a partir de um campo existente em outra tabela.

Início da página Início da página

Adicionar um campo de uma tabela existente

Se estiver utilizando um banco de dados que contém várias tabelas, você pode adicionar um campo de outra tabela. Na verdade, é possível que algumas dessas tabelas esteja relacionadas. Em um banco de dados relacional, você armazena as informações em tabelas separadas baseadas em tópicos e, em seguida, define as relações para fornecer ao sistema de gerenciamento de banco de dados o necessário para que as informações sejam reunidas conforme necessário. O Office Access 2007 permite que você crie um novo campo adicionando-o de outra tabela relacionada, ou adicionando-o de outra tabela para a qual você não criou uma relação. Adicione o campo usando a Lista de campos, que mostra os campos disponíveis em outras tabelas no banco de dados.

Painel Lista de Campos

Abrir o painel Lista de campos

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. No Painel de Navegação, clique duas vezes na tabela na qual você deseja adicionar um campo existente.

A tabela abrirá no modo Folha de Dados.

  1. Na guia Folha de dados, no grupo Campos e Colunas, clique em Adicionar Campos Existentes.

Imagem da Faixa de Opções do Access

O painel Lista de campos é exibido.

O painel Lista de campos lista todas as outras tabelas no banco de dados, agrupadas em categorias. Ao trabalhar com uma tabela no modo Folha de Dados, duas categorias são exibidas no painel Lista de campos: Campos disponíveis nas tabelas relacionadas e Campos disponíveis em outras tabelas. A primeira categoria lista todas as tabelas com as quais a tabela que você abriu tem uma relação. A segunda categoria lista todas as tabelas com as quais a tabela aberta não tem uma relação.

Para obter mais informações sobre as relações entre as tabelas, consulte o artigo Criar, editar ou excluir uma relação.

Ao clicar no sinal de adição (+) ao lado de uma tabela, você visualiza uma lista de campos disponíveis nessa tabela. Para adicionar um campo à tabela, arraste e solte o campo desejado do painel Lista de campos para a tabela no modo Folha de Dados.

Adicionar um campo do painel Lista de campos

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Abrir.
  1. Na caixa de diálogo Abrir, selecione e abra o banco de dados.
  2. No Painel de Navegação, clique duas vezes na tabela na qual você deseja adicionar um campo existente.

A tabela abrirá no modo Folha de Dados.

  1. Na guia Folha de dados, no grupo Campos e Colunas, clique em Adicionar Campos Existentes.

Imagem da Faixa de Opções do Access

O painel Lista de campos é exibido.

  1. Clique no sinal de adição (+) ao lado de uma tabela para exibir uma lista de campos nessa tabela.
  2. Arraste o campo desejado do painel Lista de campos para a tabela no modo Folha de Dados.
  3. Quando a linha de inserção for exibida, solte o campo na posição.

Linha para inserir um campo do painel Lista de Campos

O Assistente de Pesquisa é iniciado.

  1. Siga as instruções para concluir o assistente.

Depois que você concluiu o assistente, o campo é exibido na tabela no modo Folha de Dados.

 Observação   Quando você arrasta e solta um campo de uma tabela não relacionada e conclui o Assistente de Pesquisa, uma nova relação um-para-muitos é criada automaticamente entre a tabela no painel Lista de campos e a tabela que você abriu.

Início da página Início da página

Definir o tipo de dados de um campo no modo Folha de Dados

O Office Access 2007 é eficiente em detectar automaticamente o tipo de dados para um campo que você criou no modo Folha de Dados. No entanto, algumas vezes, é necessário ignorar a decisão tomada pelo Access. Por exemplo, talvez você tenha identificações de produtos existentes que servem para identificar os produtos que você comercializa. Se você digitar uma identificação numérica, como 1003, em uma tabela no modo Folha de Dados, o recurso de detecção automática do tipo de dados define um tipo de dados numérico para o campo. Entretanto, você deve apenas usar um tipo de dados numérico para campos que estarão envolvidos em cálculos aritméticos. Normalmente, os identificadores, como a identificação de um produto, devem ser armazenados como tipo de dados Texto.

Se você quiser definir explicitamente o tipo de dados e o formato de um campo, substituindo a escolha feita pelo Office Access 2007, você pode usando os comandos do grupo Tipo e Formatação de Dados, na guia Dados.

Definir explicitamente o tipo de dados

  1. Na guia Folha de Dados, no grupo Tipo de Dados e Formatação, clique em Tipo de Dados.

Imagem da Faixa de Opções do Access

  1. Clique no tipo de dados desejado.

Use a tabela a seguir para determinar o tipo de dados correto.

Definir explicitamente o formato

  1. Na guia Folha de Dados, no grupo Tipo de Dados e Formatação, clique em Formato.
  2. Clique no formato desejado.

A tabela a seguir descreve os tipos de dados para os campos no Office Access 2007.

Tipo de dados Armazena Tamanho
Texto

Caracteres alfanuméricos

Use para texto, ou texto e números que não são usados em cálculos (por exemplo, a identificação de um produto).

Até 255 caracteres.
Memorando

Caracteres alfanuméricos (com mais de 255 caracteres de comprimento) ou texto com formatação rich text.

Use para textos com mais de 255 caracteres de comprimento, ou para textos que usem a formatação rich text. Anotações, descrições longas e parágrafos com formatação como negrito ou itálico são bons exemplos de onde usar o campo Memorando.

Até 1 gigabyte de caracteres, ou 2 gigabytes de armazenamento (2 bytes por caractere), dos quais você pode exibir 65.535 caracteres em um controle.
Número

Valores numéricos (valores inteiros ou fracionários).

Use para armazenar números a serem usados em cálculos, exceto valores monetários (use Moeda como tipo de dados para valores monetários).

1, 2, 4, ou 8 bytes, ou 16 bytes quando usado para código de replicação.
Data/Hora

Datas e horas.

Use para armazenar valores de data/hora. Observe que cada valor armazenado inclui um componente de data e um componente de hora.

8 bytes.
Moeda

Valores monetários.

Use para armazenar valores monetários (moeda).

8 bytes.
AutoNumeração

Um valor numérico exclusivo que o Office Access 2007 insere automaticamente quando um registro é adicionado.

Use para gerar valores exclusivos que podem ser usados como uma chave primária. Observe que os campos AutoNumeração podem ser incrementados seqüencialmente, por um incremento específico, ou selecionados aleatoriamente.

4 bytes ou 16 bytes, quando usado para o código de replicação.
Sim/Não

Valores Boolean.

Use para campos Verdadeiro/Falso, que podem conter um de dois valores possíveis: Sim/Não ou Verdadeiro/Falso, por exemplo.

1 bit (8 bits = 1 byte).
Objeto OLE

Objetos OLE ou outros dados binários.

Use para armazenar objetos OLE de outros aplicativos do Microsoft Windows.

Até 1 gigabyte.
Anexo

Figuras, imagens, arquivos binários, arquivos do Office.

Este é o tipo de dados preferido para a armazar imagens digitais e qualquer tipo de arquivo binário.

Para anexos compactados, 2 gigabytes. Para anexos não compactados, aproximadamente, 700k, dependendo do grau de compactação do anexo.
Hiperlink

Hiperlinks.

Use para armazenar hiperlinks, a fim de fornecer acesso a páginas da Web por meio de um URL (Uniform Resource Locator, localizador de recursos uniformes) ou a arquivos por meio de um nome no formato UNC (convenção de nomenclatura universal). É possível também vincular objetos do Access armazenados em um banco de dados.

Até 1 gigabyte de caracteres, ou 2 gigabytes de armazenamento (2 bytes por caractere), dos quais você pode exibir 65.535 caracteres em um controle.
Assistente de Pesquisa

Não é exatamente um tipo de dados; na verdade, ativa o Assistente de Pesquisa.

Use para iniciar o Assistente de Pesquisa, de modo que você possa criar um campo que usa uma caixa de combinação para pesquisar um valor em outra tabela, consulta ou lista de valores.

Baseado em tabela ou consulta: o tamanho da coluna acoplada.

Baseado em valor: o tamanho do campo Texto usado para armazenar o valor.

 Dica   Para números de telefone, números de peças ou outros números que você não pretende usar para cálculos matemáticos, selecione o tipo de dados Texto, e não o tipo de dados Número.

Para os tipos de dados Texto e Número, você pode especificar o tamanho do campo ou o tipo de dados mais especificamente definindo um valor na caixa da propriedade TamanhoDoCampo.

Início da página Início da página

Salvar uma tabela

Depois de adicionar campos a uma tabela, salve o design da tabela. Ao salvar uma nova tabela pela primeira vez, atribua a ela um nome que descreva as informações que a tabela contém. Você pode usar até 64 caracteres (letras ou números), incluindo espaços. Por exemplo, você pode nomear uma tabela como Clientes, Inventário de peças ou Produtos.

  1. Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Salvar ou pressione CTRL+S.

-ou-

Clique com o botão direito do mouse na guia de documentos da tabela e, em seguida, clique em Salvar, no menu de atalho.

-ou-

Clique em Salvar na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido.

  1. Se estiver salvando a tabela pela primeira vez, digite um nome para a tabela e, em seguida, clique em OK.

Início da página Início da página

Definir a chave primária

A chave primária de uma tabela consiste em um ou mais campos que identificam de modo exclusivo cada linha que você armazena na tabela. Em geral, há um número de identificação exclusivo, como um número de identificação, um número de série ou um código, que serve como uma chave primária. Por exemplo, você pode ter uma tabela Clientes, em que cada cliente tem um número de identificação exclusivo. O campo de identificação do cliente é a chave primária da tabela.

Uma boa opção para a chave primária tem diversas características. Primeiro, identifica cada linha de maneira exclusiva. Segundo, nunca é vazia ou nula — há sempre um valor. Terceiro, muda raramente (o ideal é nunca). O Access usa os campos de chave primária para reunir rapidamente os dados de várias tabelas.

Você deve sempre especificar uma chave primária para uma tabela. O Access cria automaticamente um índice para a chave primária, o que ajuda a tornar as consultas e outras operações mais rápidas. O Access também garante que cada registro tenha um valor no campo da chave primária, e que ele seja sempre exclusivo.

Quando você cria uma nova tabela no modo Folha de Dados, o Access cria automaticamente uma chave primária e atribui a ela um nome de campo de identificação e o tipo de dados AutoNumeração. O campo é oculto no modo Folha de Dados, mas você pode visualizá-lo alternando para o modo Design.

Alternar para o modo Design

  1. Clique como botão direito do mouse na guia de documentos e, em seguida, clique em Modo Design.

- ou -

Clique com o botão direito do mouse no nome da tabela no Painel de Navegação e, em seguida, clique em Modo Design.

- ou -

Clique em Modo Design na barra de status do Access.

Para alterar ou remover a chave primária, ou para definir a chave primária para uma tabela que não possui uma chave primária, você deve usar o modo Design.

Definir ou alterar a chave primária

  1. Abra a tabela no modo Design.
  2. Selecione o campo ou os campos que deseja usar como a chave primária.

Para selecionar um campo, clique no seletor de linha para o campo desejado.

Para selecionar mais de um campo, mantenha pressionada a tecla CTRL e, em seguida, clique no seletor de linha para cada campo.

  1. Na guia Design, no grupo Ferramentas, clique em Chave primária.

Grupo ferramentas na guia design

Um indicador de chave é adicionado à esquerda do campo ou dos campos que você especificou como a chave primária.

Remover a chave primária

  1. Abra a tabela no modo Design.
  2. Clique no seletor de linha para a chave primária atual.

Se a chave primária consistir em um único campo, clique no seletor de linha para esse campo.

Se a chave primária consistir em vários campos, clique no seletor de linha para qualquer campo na chave primária.

  1. Na guia Design, no grupo Ferramentas, clique em Chave primária.

Grupo ferramentas na guia Design

O indicador de chave é removido do campo ou dos campos que você especificou anteriormente como a chave primária.

 Observação   Quando você salva uma nova tabela sem definir uma chave primária, o Access solicita a você que crie uma. Se você selecionar Sim, o Access cria um campo Identificação, que usa o tipo de dados AutoNumeração para fornecer um valor exclusivo para cada registro. Se a tabela já incluir um campo AutoNumeração, o Access a usará como a chave primária.

Início da página Início da página

Definir as propriedades do campo

Você pode controlar a aparência das informações, evitar entradas incorretas, especificar valores padrão, acelerar a pesquisa e a classificação, e controlar outras características da aparência ou do comportamento definindo as propriedades do campo. Por exemplo, é possível formatar números para torná-los mais fáceis de ler, você pode definir uma regra de validação que deve ser satisfeita para que as informações possam ser inseridas em um campo.

O tipo de dados do campo determina as propriedades que você pode definir. Por exemplo, a propriedade AppendOnly se aplica apenas a um campo definido como tipo de dados Memorando. Não é possível definir essa propriedade em um campo com qualquer outro tipo de dados.

O Access usa as configurações da propriedade do campo quando você visualiza e edita os dados. Por exemplo, as propriedades Formato, MáscaraDeEntrada e Legenda afetam o modo como as informações são exibidas na tabela e nas folhas de dados de consulta. Além disso, quaisquer controles em novos formulários e relatórios baseados nos campos na tabela herdam essas mesmas configurações de propriedade por padrão. Use outras propriedades para definir um valor padrão para um campo ou para solicitar que um usuário insira um valor, que o Access impõe sempre que são adicionados ou editados dados na tabela.

Definir uma propriedade de campo para uma tabela no modo Folha de Dados

  1. Abra a tabela no modo Folha de Dados.
  2. Clique no campo para o qual deseja definir a propriedade.
  3. Na guia Folha de Dados, no grupo Tipo e Formatação de Dados, selecione um dos comandos a seguir:

Imagem da Faixa de Opções do Access

    • Exclusivo — Define a propriedade Indexado.
    • É necessário — Alterna a configuração da propriedade Necessário. Se estava definida como Sim, é definida como Não. Se estava definida como Não, é definida como Sim.

Você pode definir apenas algumas das propriedades de campo disponíveis no modo Folha de Dados. Para definir propriedades de campo adicionais, é necessário abrir a tabela no modo Design.

Para obter acesso à lista completa de propriedades de campo e defini-la, é necessário usar o modo Design.

Definir uma propriedade de campo para uma tabela no modo Design

  1. Abra a tabela no modo Design.
  2. Na parte superior da grade de design da tabela, clique no campo para o qual deseja definir propriedades (ou mova para o campo usando as teclas de seta).
  3. O Access exibe as propriedades para esse campo na parte inferior da grade de design da tabela. O tipo de dados do campo determina as propriedades que podem ser definidas.
  4. Na parte inferior da janela, em Propriedades do campo, clique na caixa para a propriedade do campo que deseja definir. Como alternativa, você pode pressionar F6 e, em seguida, mover para a propriedade usando as teclas de seta.
  5. Digite uma configuração para a propriedade ou, se um seta for exibida ao lado direito da caixa da propriedade, clique na seta para selecionar em uma lista de configurações para a propriedade.

A tabela a seguir lista as propriedades de campo disponíveis.

Use esta propriedade
de campo
Para
TamanhoDoCampo Definir o tamanho máximo para os dados armazenados como tipos de dados Texto, Número ou AutoNumeração.
Formato Personalizar a aparência do campo, quando ele é exibido ou impresso.
CasasDecimais Especificar o número de casas decimais a serem usadas durante a exibição de números.
NovosValores Definir se um campo AutoNumeração recebe um incremento de, ou é atribuído com, um valor aleatório.
MáscaraDeEntrada Exibir caracteres de edição para guiar a inserção de dados.
Legenda Definir o texto exibido por padrão em etiquetas para formulários, relatórios e consultas.
ValorPadrão Atribuir automaticamente um valor padrão para um campo quando novos registros são adicionados.
RegraDeValidação Fornecer uma expressão que deve ser verdadeira sempre que você adiciona ou altera o valor nesse campo.
TextoDeValidação Inserir texto que é exibido quando um valor viola a expressão da RegraDeValidação.
Necessário Solicitar que sejam inseridos dados em um campo.
Permitir comprimento zero Permitir a entrada (definindo em Sim) de uma seqüência de comprimento zero ("") em um campo Texto ou Memorando.
Indexado Agilizar o acesso a dados nesse campo com a criação e o uso de um índice.
Compactação Unicode Compacta o texto armazenado nesse campo quando uma grande quantidade de texto é armazenada (> 4.096 caracteres)
IMEMode Controlar a conversão de caracteres em versão asiática do Windows.
IMESentenceMode Controlar a conversão de caracteres em versão asiática do Windows.
MarcasInteligentes Anexar uma marca inteligente a esse campo.
AppendOnly Permitir a versão (definindo em Sim) de um campo Memorando.
TextFormat Selecionar Rich Text para armazenar o texto como HTML e permitir a formatação rich text. Selecione Texto sem formatação para armazenar apenas texto.
AlinhamentoDoTexto Especificar o alinhamento padrão do texto em um controle.
Precisão Especificar o número total de dígitos permitidos, incluindo os dígitos à direita e à esquerda do ponto decimal.
Scale Especificar o número máximo de dígitos que podem ser armazenados à esquerda e à direita do separador decimal.

Se desejar mais espaço para inserir ou editar uma configuração de propriedade na caixa da propriedade, pressione SHIFT+F2 para exibir a caixa Zoom. Se você estiver inserindo uma máscara de entrada ou uma expressão de validação, e deseja ajuda para fazer isso, clique Imagem do botão ao lado da caixa da propriedade, para exibir o construtor apropriado.

  1. Para salvar as alterações, clique em Salvar na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido.

-ou-

Clique com o botão direito do mouse na guia de documentos da tabela e, em seguida, clique em Salvar no menu de atalho.

-ou-

Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Salvar ou pressione CTRL+S.

A tabela a seguir fornece informações adicionais sobre as propriedades de campo TamanhoDoCampo, Formato e NovosValores.

Propriedade TamanhoDoCampo Descrição
Texto Insira um valor de 1 a 255. Os campos Texto podem variar de 1 a 255 caracteres. Para campos de texto mais longos, use o tipo de dados Memorando.
Número

Selecione uma das seguintes opções:

  • Byte — Para valores numéricos que variam de 0 a 255. O requisito de armazenamento é um único byte.
  • Inteiro — Para valores numéricos que variam de -32.768 a +32.768. O requisito de armazenamento é de dois bytes.
  • Inteiro longo — Para valores numéricos que variam de -2.147.483.648 a +2.147.483.647. O requisito de armazenamento é de quatro bytes.

 Dica   Use Inteiro longo para armazenar como uma chave estrangeira o valor que é exibido no campo AutoNumeração da chave primária de outra tabela.

  • Único — Para valores de pontos flutuantes numéricos que variam de -3,4 x 1038 a +3,4 x 1038 e até sete dígitos significativos. O requisito de armazenamento é de quatro bytes.
  • Duplo — Para valores de pontos flutuantes numéricos que variam de -1,797 x 10308 a +1,797 x 10308 e até quinze dígitos significativos. O requisito de armazenamento é de oito bytes.
  • Código de replicação — Para o armazenamento de um identificador exclusivo para replicação. O requisito de armazenamento é de dezesseis bytes. Observe que a replicação não tem suporte com o uso do formato de arquivo .accdb.
  • Decimal — Para valores numéricos que variam de -9,999... x 1027 a +9,999... x 1027. O requisito de armazenamento é de doze bytes.
AutoNumeração

Selecione uma das seguintes opções:

  • Inteiro longo — Para valores numéricos exclusivos que variam de 1 a +2.147.483.648, quando a propriedade de campo Novos Valores está definida como Incremento, e -2.147.483.648 a +2.147.483.647, quando a propriedade de campo Novos Valores é definida como Aleatório. O requisito de armazenamento é de quatro bytes.
  • Código de replicação — Para armazenar um identificador exclusivo necessário para a replicação. O requisito de armazenamento é de dezesseis bytes. Observe que a replicação não tem suporte com o uso do formato de arquivo .accdb.
Propriedade Formato
Texto É possível definir um formato personalizado. Para obter mais informações, consulte Formatar dados em tabelas, formulários e relatórios.
Número

Selecione uma das seguintes opções:

  • Número geral — Exibe o número conforme ele é inserido.

Por exemplo, 3456,789 torna-se 3456,789

  • Moeda — Exibe o número usando um separador de milhar, e aplica as configurações nas Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle para quantias negativas, símbolos decimais e de moeda, e casas decimais.

Por exemplo, 3456,789 torna-se R$ 3.456,79

  • Euro — Exibe o número usando o símbolo da moeda Euro, independente do símbolo especificado nas Opções Regionais e de Idioma.
  • Fixo — Exibe pelo menos um dígito e aplica as configurações nas Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle para quantias negativas, símbolos decimais e de moeda, e casas decimais.

Por exemplo, 3456,789 torna-se 3456,79

  • Padrão — Exibe o número usando o separador de milhar e aplica as configurações nas Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle para quantias negativas, símbolos decimais e casas decimais. Esse formato não exibe o símbolo de moeda.

Por exemplo, 3456,789 torna-se 3.456,79

  • Porcentagem — Multiplica o valor por 100 e exibe o número com um sinal de porcentagem adicionado ao final. Aplica as configurações das Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle para quantias negativas, símbolos decimais e casas decimais.

Por exemplo, 0,3456 torna-se 35%

  • Científico — Exibe o valor em notação científica padrão.

Por exemplo, 3456,789 torna-se 3,46E+03

Data/Hora

Selecione um dos seguintes formatos de exibição predefinidos:

  • Data geral — Exibe o valor usando uma combinação das configurações Data Abreviada e Data por Extenso.
  • Data por Extenso — Exibe o valor usando a configuração Data por Extenso das configurações nas Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle.
  • Data Normal — Exibe o valor usando o formato dd-mmm-aa (14-jul-06, por exemplo).
  • Data Abreviada — Exibe o valor usando a configuração Data Abreviada das Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle.
  • Hora Completa — Exibe o valor usando a configuração Hora nas Opções Regionais e de Idioma no Painel de controle.
  • Hora Normal — Exibe o valor usando o formato HH:MM PM, em que HH é a hora, MM os minutos, e PM ou AM designam o período do dia. A hora pode variar de 1 a 24. Os minutos podem variar de 0 a 59.
  • Hora Abreviada — Exibe o valor usando o formato HH:MM, em que HH é a hora e MM os minutos. A hora pode variar de 0 a 23 e os minutos, de 0 a 59.
Sim/Não

Selecione uma das seguintes opções:

  • Verdadeiro/Falso — Exibe o valor como Verdadeiro ou Falso.
  • Sim/Não — Exibe o valor como Sim ou Não.
  • Ativado/Desativado — Exibe o valor como Ativado ou Desativado.

 Observação   Ativado, Verdadeiro e Sim são equivalentes. Falso, Não e Desativado também são equivalentes.

Propriedade Novos Valores
AutoNumeração

Selecione uma das seguintes opções (apenas para o tipo de dados AutoNumeração):

  • Incremento — Inicie o valor em 1 e incremente em 1 para cada novo registro.
  • Aleatório — Inicie com um valor aleatório e atribua um valor aleatório a cada novo registro.

Início da página Início da página

Definir propriedades da tabela

Além das propriedades de campo, é possível definir as propriedades que se aplicam à tabela inteira e aos novos registros. Defina essas propriedades na folha de propriedades da tabela.

Definir uma propriedade da tabela

  1. Abra a tabela no modo Design.
  2. Na guia Design, no grupo Mostrar/Ocultar, clique em Folha de Propriedades.

Guia Design no grupo mostrar/ocultar

A folha de propriedades da tabela é exibida.

  1. Clique na caixa para a propriedade que deseja definir.
  2. Digite uma configuração para a propriedade.

A tabela a seguir lista as propriedades da tabela disponíveis.

Use esta propriedade da tabela Para
Descrição Fornecer uma descrição da tabela.
ModoPadrão Definir Folha de Dados, Tabela Dinâmica ou Gráfico Dinâmico como o modo de exibição padrão quando a tabela é aberta.
RegraDeValidação Fornecer uma expressão que deve ser verdadeira sempre que você adiciona ou altera um registro.
TextoDeValidação Digite o texto que é exibido quando o registro viola a expressão da RegraDeValidação.
Filtro Definir critérios para exibir apenas as linhas correspondentes no modo Folha de Dados.
ClassificadoPor Selecionar um ou mais campos para especificar a ordem de classificação padrão das linhas no modo Folha de Dados.
NomeDaSubfolhaDeDados Especificar se uma subfolha de dados deve ser exibida no modo Folha de Dados, e se dever, qual tabela ou consulta deve fornecer as linhas na subfolha de dados.
VincularCamposFilho Listar os campos na tabela ou consulta, usados para a subfolha de dados, que correspondem ao(s) campo(s) da chave primária dessa tabela.
VincularCamposMestre Listar o(s) campo(s) da chave primária nessa tabela, que correspondem aos campos filho para a subfolha de dados.
AlturaDaSubfolhaDeDados Especificar expandir para mostrar todas as linhas da subfolha de dados disponíveis (padrão) ao abri-la, ou definir a altura da janela da subfolha de dados a ser exibida quando for aberta.
SubfolhaDeDadosExpandida Definir expandir todas as subfolhas de dados, quando você abre a tabela.
Orientação Definir a orientação da exibição, de acordo com o fato de o seu idioma ser lido da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda.
ExibirVisualizaçõesNoSharePoint Especificar se os formulários e relatórios associados a essa tabela devem estar disponíveis no menu Exibir do Windows SharePoint Services, caso o banco de dados seja publicado em um site do SharePoint.
FiltrarNoCarregamento Aplicar automaticamente os critérios de filtragem na propriedade Filtro (definindo em Sim), quando a tabela é aberta no modo Folha de Dados.
OrdenarPorNoCarregamento Aplicar automaticamente os critérios de classificação na propriedade OrdenarPor (definindo em Sim), quando a tabela é aberta no modo Folha de Dados.

Se desejar mais espaço para inserir ou editar uma configuração na caixa da propriedade, pressione SHIFT+F2 para exibir a caixa Zoom. Se estiver configurando a propriedade RegraDeValidação para uma expressão e quiser ajuda para fazer isso, clique Imagem do botão ao lado da caixa da propriedade RegraDeValidação para exibir o Construtor de expressões..

  1. Para salvar as alterações, clique em Salvar na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido.

-ou-

Clique com o botão direito do mouse na guia de documentos e, em seguida, clique em Salvar no menu de atalho.

-ou-

Clique no Botão Microsoft Office Imagem do botão e, em seguida, clique em Salvar ou pressione CTRL+S.

Início da página Início da página

 
 
Aplica-se a:
Access 2007