Criar uma consulta específica em SQL (MDB)

 Observação   As informações deste tópico se aplicam somente a um banco de dados do Microsoft Access (.mdb).

Se você converter uma consulta de união (consulta união: uma consulta que usa o operador UNIÃO para combinar os resultados de duas ou mais consultas seleção.), consulta de passagem (consulta passagem: uma consulta específica de SQL usada para enviar comandos diretamente para um servidor de banco de dados ODBC. Usando consultas passagem, você trabalha diretamente com as tabelas no servidor, e não com o mecanismo de banco de dados Microsoft Jet para processar os dados.) ou consulta de definição de dados (consulta de definição de dados: uma consulta SQL específica que contém instruções DDL. Essas instruções permitem criar ou alterar objetos no banco de dados.) em outro tipo de consulta, tal como uma consulta de seleção (consulta seleção: uma consulta que faz uma pergunta sobre os dados armazenados nas tabelas e retorna um conjunto de resultados no formulário de uma folha de dados, sem alterar os dados.), perderá a instrução SQL (cadeia/instrução SQL: uma expressão que define um comando SQL, como SELECT, UPDATE ou DELETE, e inclui cláusulas como WHERE e ORDER BY. As cadeias/instruções SQL são normalmente usadas em consultas e funções agregadas.) que inserir.

MostrarCriar uma consulta de união que combine campos correspondentes de duas ou mais tabelas ou consultas em um campo

  1. Na janela Banco de Dados (janela Banco de Dados: a janela que aparece quando você abre um banco de dados ou projeto do Access. Ela exibe atalhos para criar novos objetos de banco de dados e abrir objetos existentes.), clique em Consultas Imagem de botão em Objetos e, em seguida, clique em Novo na barra de ferramentas da janela Banco de Dados.
  2. Na caixa de diálogo Nova consulta, clique em Modo de design e, em seguida, clique em OK.
  3. Sem adicionar tabelas ou consultas, clique em Fechar na caixa de diálogo Mostrar tabela.
  4. No menu Consulta, aponte para Específica em SQL e clique em União.
  5. Insira as instruções SQL SELECT combinadas com a operação UNION se você não deseja retornar registros duplicados, ou com a operação UNION ALL se deseja retornar registros duplicados.

 Observação   Cada instrução SELECT deve retornar o mesmo número de campos, na mesma ordem. É necessário que os campos correspondentes tenham tipos de dados (tipo de dados: a característica de um campo que determina que tipo de dados ele pode conter. Os tipos de dados incluem booliano, inteiro, longo, moeda, único, duplo, data, cadeia e variante (padrão).) compatíveis, com uma exceção: você pode utilizar um campo Número e um campo Texto como campos correspondentes.

Uma consulta de união combina dados de duas ou mais tabelas

Texto explicativo 1   Esta consulta de união combina os valores nos campos NomeEmpresa e Cidade das tabelas Fornecedores e Clientes se o campo País for "Brasil".

  1. Se você desejar especificar a classificação em uma consulta de união, adicione uma única cláusula ORDER BY no final da última instrução SELECT. Na cláusula ORDER BY, especifique o nome do campo que será classificado, que deve vir da primeira instrução SELECT.
  2. Para ver os resultados da consulta, clique em Exibir Imagem do botão na barra de ferramentas.

 Observação   Uma consulta de união obtém os nomes de suas colunas com base nos nomes das colunas da primeira tabela ou da instrução SELECT. Se você desejar renomear um campo nos resultados, utilize a cláusula AS para criar um alias para os campos.

Mostrar Criar uma consulta de passagem que envie comandos para um banco de dados SQL

  1. Na janela Banco de Dados (janela Banco de Dados: a janela que aparece quando você abre um banco de dados ou projeto do Access. Ela exibe atalhos para criar novos objetos de banco de dados e abrir objetos existentes.), clique em Consultas Imagem do botão em Objetos e, em seguida, clique em Novo na barra de ferramentas da janela Banco de dados.
  2. Na caixa de diálogo Nova consulta, clique em Modo de design e, em seguida, clique em OK.
  3. Sem adicionar tabelas ou consultas, clique em Fechar na caixa de diálogo Mostrar tabela.
  4. No menu Consulta, aponte para Específica em SQL e, em seguida, clique em Passagem.
  5. Na barra de ferramentas, clique em Propriedades Imagem do botão para exibir a folha de propriedades da consulta.
  6. Na folha de propriedades da consulta, defina a propriedade ODBCConnectStr para especificar informações sobre o banco de dados com o qual deseja conectar-se. Você pode digitar as informações de conexão ou clicar em Construir Imagem do botão e, em seguida, inserir informações sobre o servidor com o qual você está se conectando. 

Quando você for solicitado a salvar a senha na seqüência de conexão, selecione Sim se desejar que a senha e o logo sejam armazenados nas informações da seqüência de conexão.

Segurança  Evite salvar informações de logon ao se conectar a fontes de dados. Essa informação pode ser armazenada como texto sem formatação, e um usuário mal-intencionado pode acessá-la com a finalidade de comprometer a segurança da fonte de dados.

  1. Se a consulta não for do tipo que retorna registros, defina a propriedade ReturnsRecords como Não.
  2. Na janela Consulta passagem SQL, digite sua consulta passagem (consulta passagem: uma consulta específica de SQL usada para enviar comandos diretamente para um servidor de banco de dados ODBC. Usando consultas passagem, você trabalha diretamente com as tabelas no servidor, e não com o mecanismo de banco de dados Microsoft Jet para processar os dados.).

Para obter detalhes sobre a sintaxe para a sua consulta, consulte a documentação para o servidor de banco de dados SQL para o qual está enviando a consulta.

  1. Para executar a consulta, clique em Executar Imagem do botão na barra de ferramentas. (Para uma consulta passagem que retorna registros, você pode, em vez disso, clicar em Exibir Imagem do botão na barra de ferramentas).

Se necessário, o Microsoft Access solicita a você informações sobre o seu banco de dados do SQL Server.

 Observações 

  • Se você não especificar uma seqüência de conexão na propriedade ODBCConnectStr ou se excluir uma seqüência existente, o Access utilizará a seqüência padrão "ODBC;". Com essa configuração, o Access solicitará a você informações sobre a conexão toda vez que você executar a consulta.
  • Algumas consultas passagem podem retornar mensagens além de dados. Se você definir a propriedade LogMessages da consulta como Sim, o Access criará uma tabela que contém qualquer mensagem retornada. O nome da tabela é o nome do usuário concatenado com um hífen (-) e um número seqüencial começando em 00. Por exemplo, o nome de usuário padrão é ADMINISTRADOR, portanto as tabelas retornadas seriam denominadas "ADMINISTRADOR - 00", "ADMINISTRADOR - 01", e assim por diante.

MostrarCriar uma consulta de definição de dados para criar, excluir ou alterar tabelas, ou para criar índices em um banco de dados

  1. Na janela Banco de Dados (janela Banco de Dados: a janela que aparece quando você abre um banco de dados ou projeto do Access. Ela exibe atalhos para criar novos objetos de banco de dados e abrir objetos existentes.), clique em Consultas Imagem de botão em Objetos e, em seguida, clique em Novo na barra de ferramentas da janela Banco de Dados.
  2. Na caixa de diálogo Nova consulta, clique em Modo de design e, em seguida, clique em OK.
  3. Sem adicionar tabelas ou consultas, clique em Fechar na caixa de diálogo Mostrar tabela.
  4. No menu Consulta, aponte para Específica em SQL e clique em Definição de dados.
  5. Insira a instrução SQL para a sua consulta de definição de dados. Cada consulta de definição de dados consiste em apenas uma instrução de definição de dados. 

MostrarInstruções de definição de dados para as quais há suporte

Instrução SQL Finalidade
CREATE TABLE Cria uma tabela
ALTER TABLE Adiciona um novo campo ou uma nova restrição a uma tabela existente
DROP Exclui uma tabela de um banco de dados ou remove um índice (índice: um recurso que agiliza a pesquisa e classificação em uma tabela baseada em valores de chave e pode aplicar exclusividade às linhas de uma tabela. A chave primária de uma tabela é indexada automaticamente. Alguns campos não podem ser indexados por causa do tipo de dados.) de um campo ou grupo de campos
CREATE INDEX Cria um índice para um campo ou grupo de campos

Para executar a consulta, clique em Executar Imagem do botão na barra de ferramentas.

MostrarCriar uma subconsulta para definir um campo ou critérios para um campo

  1. Crie uma nova consulta.

MostrarComo?

  1. Na janela Banco de Dados (janela Banco de Dados: a janela que aparece quando você abre um banco de dados ou projeto do Access. Ela exibe atalhos para criar novos objetos de banco de dados e abrir objetos existentes.), clique em Consultas Imagem de botão em Objetos e, em seguida, clique em Novo na barra de ferramentas da janela Banco de Dados.
  2. Na caixa de diálogo Nova consulta, clique em Modo de design e, em seguida, clique em OK.
  3. Na caixa de diálogo Mostrar tabela, clique na guia que lista as tabelas ou consultas com cujos dados você deseja trabalhar.
  4. Clique duas vezes no nome de cada objeto que você deseja adicionar à consulta e, em seguida, clique em Fechar.
  5. Adicione campos à linha Campo na grade de design (grade de design: a grade usada para criar uma consulta ou um filtro no modo Design de consulta ou na janela Filtrar/Classificar Avançado. Em consultas, essa grade era anteriormente conhecida como grade QBE.) e, se você desejar, especifique critérios (critérios: condições que você especifica para limitar os registros que devem ser incluídos no conjunto de resultados de uma consulta ou de um filtro.) e uma ordem de classificação.
  6. Para exibir os resultados da consulta, clique em Exibir Imagem do botão na barra de ferramentas.
  1. No modo de design (modo Design: uma janela que mostra o design destes objetos de banco de dados: tabelas, consultas, formulários, relatórios, macros e páginas de acesso a dados. No modo Design, você pode criar novos objetos de banco de dados e modificar o design dos existentes.) da consulta, adicione os campos desejados à grade de design (grade de design: a grade usada para criar uma consulta ou um filtro no modo Design de consulta ou na janela Filtrar/Classificar Avançado. Em consultas, essa grade era anteriormente conhecida como grade QBE.), inclusive os campos para os quais você deseja utilizar a subconsulta (subconsulta: uma instrução SQL SELECT que está dentro de outra consulta ação ou seleção.).
  2. Se você estiver utilizando uma subconsulta para definir critérios para um campo, digite uma instrução SELECT entre parênteses na célula Critério do campo para o qual você deseja definir critérios.

Uma subconsulta inserida na célula Critério define critérios para um campo

Se você estiver utilizando uma subconsulta para definir uma célula Campo, digite uma instrução SELECT entre parênteses em uma célula Campo. Após você sair da célula, o Microsoft Access insere automaticamente "Expr1:", "Expr2:", e assim por diante, antes da instrução SELECT.

Uma subconsulta inserida na célula do campo define um campo

Para renomear o campo, substitua "Expr1:" por um nome de campo — por exemplo, "Cat.:".

 Observação   Para obter mais espaço a fim de inserir a instrução SELECT, estando na célula Campo ou Critério, pressione SHIFT+F2 e insira a instrução na caixa Zoom.

  1. Para ver os resultados, clique em Exibir Imagem de botão na barra de ferramentas.

 Observações 

 
 
Aplica-se a:
Access 2003